Fandom

LOSTpédia

Jack Shephard

Redirecionado de Jack

3 425 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar
Para outros resultados de "Jack", vá à página "Jack (desambiguamento)";


Jack Shephard é considerado o protagonista principal de Lost. Ele era um cirurgião especializado na coluna cervical e o antigo líder de facto dos sobreviventes do Voo Oceanic 815. Jack teve problemas de auto-controle e para lidar com situações que ele não pode corrigir, arruinando seu casamento e seu relacionamento com quase todas as pessoas que conheceu. Ironicamente, uma vez que esteve na Ilha, estes problemas de auto-controle, fizeram com que Jack fosse o melhor líder possível, fazendo com que os sobreviventes conseguissem sobreviver o suficiente na Ilha.

Na Ilha, Jack acordou num bambuzal e logo começou a formar um romance com Kate, que lhe rendeu uma longa rivalidade com Sawyer. Ele ajudou Locke a abrir a escotilha, mas por causa dela - e da falta de fé de Jack, e do excesso de fé de Locke - os dois se tornaram inimigos. Dias depois, Jack foi levado pelos Outros, para que realizasse uma cirurgia em Ben e salvasse sua vida. Enquanto esteve com eles, Jack conheceu e formou uma boa amizade com Juliet, que continuou com Jack mesmo depois que ele foi libertado, para que ela tentasse sair da Ilha com os sobreviventes. Assim que foi possível, Jack usou o telefone de Naomi para ligar para o cargueiro e tentar sair da Ilha. Apesar de ter separado o grupo, finalmente, o helicóptero do Cargueiro tirou Jack e mais cinco sobreviventes da Ilha, junto de Desmond e Frank.

Ao ser resgatado, Jack descobriu que era irmão de Claire, fez o funeral de seu pai e noivou com Kate. Apesar disso, Jack não conseguiu sobreviver fora da Ilha, sabendo que os demais tinham ficado para trás, e novamente, seus problemas arruinaram sua relação com Kate. Três anos depois de sair da Ilha, Jack foi visitado por Locke, que o convenceu de que ele deveria voltar para a Ilha, tornando Jack, num "homem de fé". Subsequente a morte de Locke, Jack formou uma aliança com Ben e reuniu os demais sobreviventes que tinham deixado a Ilha, para voltarem até lá, pelo voo 316 da Ajira Airways. O que Jack não sabia porém, é que quando ele voltasse para a Ilha, ele estaria em 1977. Preso no passado com os demais sobreviventes e todos que tinham ficado na Ilha, Jack tentou alterar a história detonando uma bomba de hidrogênio, onde - no presente - se localiza a escotilha.

Ele falhou e logo, voltou ao presente na detonação da bomba, que infelizmente matou Juliet. Jack descobriu que ele deveria substituir Jacob como o protetor da Ilha e a luz, para impedir que o Homem de Preto saísse de lá e aceitou o cargo. Apagando a luz, juntos, Jack, Kate, Sawyer, Hurley, Desmond e Ben, conseguiram impedir que o Homem de Preto deixasse a Ilha, porém, ele esfaqueou Jack durante seu embate. Quando a Ilha começou a afundar, Jack voltou até o coração da Ilha, para acender a luz e salvar a todos que ficassem por lá. Jack se despediu de Kate, seu verdadeiro amor e salvou a Ilha, entregando a proteção da luz, para Hurley. Ele viu o avião, do voo 316, partir da Ilha, com Kate, Claire, Sawyer, Miles, Richard e Frank, enquanto morreu no mesmo lugar em que tinha chegado na Ilha.

Antes da Ilha

Jackpequeno.jpg

Jack, quando pequeno, depois de levar uma surra.

Jack Shephard nasceu em 1967 em Los Angeles, Califórnia, e é filho de Christian e Margo Shephard. Quando era garoto, apanhou porque queria ajudar seu amigo Marc Silverman. Depois, seu pai lhe disse que ele “não tinha o que era preciso” para ser o tipo de cara que é herói dos outros. ("White Rabbit")

1, 2, 3, 4, 5

5x16-JacksFirstOperation.jpg

Jack opera uma jovem garota.

Depois de se formar rapidamente na escola de medicina da Universidade de Colúmbia (mais rápido que qualquer outro, de acordo com Juliet ("A Tale of Two Cities")), Jack trabalhou no Hospital St. Sebastian como neurocirurgião residente na mesma área que seu pai, que estava no setor de atendimentos.

Durante sua residência, Jack estava numa cirurgia, operando uma adolescente. Ele, acidentalmente, rompe seu saco dural e entra em pânico. Christian diz a ele para contar até cinco e que, se Jack não se acalmar, ele mesmo faria a cirurgia. Jack se concentra e resolve o problema. Mais tarde, depois que sua barra de chocolate fica presa na máquina, Jack diz a Christian que estava com raiva porque ele tinha o "colocado de castigo" e o desrespeitado na frente de sua equipe. Quando Jack começa a andar, Jacob aproxima-se dele e lhe oferece a barra de Chocolate Apollo que estava presa na máquina. Ele toca a mão de Jack por um instante e diz: "Talvez tudo o que ela precisava era de um empurrãozinho". ("The Incident")

Um Homem de Ciência e Fé (2001-2003)

Cerca de três anos antes do acidente, ele operou uma vítima de acidente de carro chamada Sarah, cuja coluna foi muito afetada no acidente. Jack estava convencido de que a cirurgia não poderia reverter a paralisia e decidiu contar a verdade à paciente, o que fez seu pai lhe dizer que ele deveria dar mais esperança a seus pacientes. Após essa cirurgia, confiante de que tinha falhado, decidiu aliviar o estresse correndo (subindo e descendo) a arquibancada de um estádio. Aí ele conheceu Desmond (personagem que mais à frente iria cruzar com ele na ilha), que lhe disse que milagres poderiam acontecer. Jack tinha certeza de que a operação tinha falhado, mas Sarah mexeu os dedos e voltou a sentir as pernas. ("Man of Science, Man of Faith")

Jack Sarah.jpg

Jack e Sarah, no dia do seu casamento.

A promessa de Jack sendo cumprida de uma forma "milagrosa" uniu romanticamente o médico e a paciente. Após essa recuperação, eles já se preparavam para casar.

Antes do casamento, Jack é visto arremessando pedras no Oceano. Christian aparece e ambos começam a conversar sobre o casamento de Jack. Christian revela que seu pai não gostava de Margo e essa era a razão de ele nunca usar o relógio que seu pai lhe deu no dia do casamento. Porém, ele diz que Jack está fazendo a coisa certa com Sarah e lhe pediu para ser um pai melhor do que ele foi. Então, Christian passa o relógio para Jack, que o coloca imediatamente. ("The Watch")

Depois disso, na véspera do casamento, Jack ajuda seu amigo Marc Silverman a dar o nó na gravata borboleta na loja de smokings. Marc diz que umas 8 cervejas devem dar conta de qualquer discurso, mas Jack diz que ela irá pegá-lo. A dona da loja traz outro smoking, desta vez para o noivo do casamento, Jack. No ensaio para o casamento, Marc acaba seu discurso e apresenta a noiva Sarah. Ela repreende Marc por ter bebido e começa um discurso sobre a história de como ela conheceu Jack: o acidente de carro (nesse acidente, Jack preferiu salvar Sarah do que salvar o pai de Shannon), a espinha partida e a promessa de Jack de curá-la e o milagroso sucesso do tratamento. Por causa de tudo isso, ela irá dançar no casamento (esse desejo é expressado quando ela chega para atendimento no hospital e Jack promete que ela dançará no casamento, apesar de não saber ainda que será o noivo). Ela termina o discurso chamando Jack de herói. Jack está tocando piano em um bar de hotel. Sarah anda em direção a ele ainda de pijama. Jack não escreveu seus votos ainda e Sarah o pressiona a escrever, mas Jack está determinado a acabar de escrevê-lo. Jack está sentado na borda da piscina do hotel tomando umas doses pra ver se consegue escrever seus votos. Seu pai Christian Shephard se junta a ele. ("Do No Harm")

Na hora do casamento, Sarah acaba seus votos e o Padre se vira para Jack. Ao invés de ele ler um discurso preparado, ele fala de improviso. Ele diz a Sarah que ela está errada sobre o acidente, que não foi ele quem a curou, e sim que ela o curou. Diz ainda que a ama e sempre a amará. ("Do No Harm")

Mas a relação foi prejudicada pelas pressões dos trabalhos dos dois, que fazia com que se vissem muito pouco. Jack e seu pai trabalharam com um paciente chamado Angelo em dezembro de 2003. Sua filha, Gabriela Busoni, disse que tinha procurado Jack porque ouviu falar do “milagre” que ele fez com Sarah. Ele disse a Gabriela que a situação era diferente, mas concordou em ajudar seu pai. Angelo morreu na mesa de operação por causa de um ataque do coração poucos meses depois de Jack remover o tumor com sucesso e no caminho de volta para seu carro, Jack encontrou-se com Gabriela. Eles acabaram se beijando, mas Jack disse a ela que aquilo não estava certo. Jack acabou confessando a sua esposa o que havia acontecido e ela disse que já andava chateada com ele por seu excesso de trabalho e por sua obsessão compulsiva por consertar coisas. Desprezando sua honestidade, Sarah deixou Jack. ("The Hunting Party")

3X09 JackAcharaSex.jpg

Jack e Achara iniciam um relacionamento.

Enquanto Jack e Sarah iniciavam o processo de divórcio, o médico começou a acreditar que a esposa estava tendo um affair com seu pai. Jack foi até o encontro dos Alcoólicos Anônimos do qual seu pai participava e bateu nele, lá ficou sabendo que ele estava sóbrio há 50 dias. Jack foi preso e Sarah pagou sua fiança dizendo que seu pai foi encontrá-la bêbado. Jack continuava pressionando Sarah para que ela dissesse com quem estava se encontrando, mas ela nunca disse o nome. ("A Tale of Two Cities")

Um Estranho em Terra Estranha (2003)

Jack passou algum tempo na Tailândia, onde conheceu a misteriosa Achara enquanto soltava pipa. Os dois começaram um relacionamento, mas Jack não sabia nada sobre a vida da moça. Um dia resolveu segui-la e descobriu que ela tinha um estúdio de tatuagens. Ele a obrigou a dizer o que fazia e ela disse que podia ver o que as pessoas realmente eram e marcava isso na pele delas em forma de tatuagens. Jack exigiu que ela dissesse o que ele era e ela revelou que ele é um líder e um grande homem, mas que isso o faria solitário, assustado e irritado. Jack mandou que ela o tatuasse, mas ela o alertou que isso traria 'consequências'. No dia seguinte, Jack foi abordado por um bando ao sair de seu bangalô. Ao ver sua tatuagem, eles o surraram e mandaram que ele fosse embora daquele país. ("Stranger in a Strange Land")

Problemas com seu pai (2004)

CorpseChristian.jpg

Jack vai à Austrália identificar o corpo de seu pai.

Dois meses antes do acidente, o pai de Jack operava bêbado uma mulher grávida. A enfermeira contou a Jack que tomou a frente da cirurgia, mas era tarde demais para reparar o erro e a mulher morreu. Christian pressionou Jack a assinar um relatório dizendo que a mulher já não poderia ser salva, mas Jack, ao saber que a mulher estava grávida, revelou que seu pai causou a morte da paciente cortando sua artéria hepática. ("All The Best Cowboys Have Daddy Issues")

Jack tem uma meia-irmã na Austrália e Christian foi visitar a mãe de sua filha no hospital. Lá, encontrou a garota e revelou a ela o parentesco. Parecia que a mãe da garota estava sendo de algum modo pressionada por Christian.
1X05 JackAirport.jpg

Jack explicando para Chrissy por que era tão importante o embarque de seu pai no avião.

Seu pai viajou à Austrália para visitar a filha. Jack procurou pelo pai no hotel onde ele havia se hospedado, mas acabou encontrando-o morto (seu pai morrera num beco por causa de um ataque do coração causado por excesso de álcool). Ele decidiu levar seu pai de volta para os Estados Unidos, mas teve problemas para colocar o caixão no avião porque não tinha tomado as providências necessárias para o transporte. ("White Rabbit")

Antes do voo, Jack conversou com Ana Lucia Cortez no bar do aeroporto, com quem viajaria no mesmo avião e para quem prometeu tomar outra bebida durante a viagem, o que só veio a acontecer já na ilha. ("Exodus: Parte 2") No avião, Jack se sentou na poltrona 23B, perto de Rose, e conversou com ela enquanto seu marido Bernard estava no banheiro. Quando a turbulência começou, Jack assegurou a ela que tudo iria ficar bem, mas, em seguida, o avião se partiu ao meio. ("Pilot, Parte 1") Jack, depois, contou a Kate que perdeu a consciência durante o acidente e que teve aulas de voo.

Na Ilha

Dias 01-44 (1ª Temporada)

Jackwakesup.jpg

Jack acorda logo após o acidente.

Após acordar, a primeira coisa que Jack sente é dor. Depois, o sol queimando o seu rosto. Uma floresta de bambu. Fumaça. Gritos. Jack ouve barulhos, e um labrador vem até ele. Jack se levanta e pega uma garrafa de vodca em seu bolso. Ao ouvir gritos, Jack corre em direção a eles. Ele percebe que seu avião, havia caído em uma Ilha, e em meio ao desespero, Jack começa a ajudar os demais sobreviventes nos destroços da aeronave. Jack, com mais alguns sobreviventes, ajuda um homem que estava com a perna presa em um pedaço do avião. Logo em seguida, viu Boone Carlyle tentando salvar uma mulher, mas ele estava fazendo a respiração boca-a-boca, errado. Sozinho, ele vai até os dois e salva a vida de Rose Nadler com uma massagem cardíaca quando seu coração para de bater. Com a ajuda de Hurley Reyes, Jack ainda salvou a grávida Claire Littleton da queda de um grande pedaço do avião.

1x01 KateJack.jpg

Jack conta para Kate sobre sua primeira grande cirurgia.

Assim que termina de ajudar a maior parte dos sobreviventes, Jack vai ajudar a si próprio. Ele pega agulhas e linhas e vai para um pedaço afastado na praia. Depois de tirar a camiseta, vê que tem um grande corte nas costas. Na hora, Kate Austen aparece, esfregando seus pulsos, e vê Jack com dificuldade. Ela a ajuda a costurar a ferida, e ele lhe conta que quando estava fazendo uma cirurgia durante sua residência, cometeu um grande erro, e o medo o controlou. Ele contou até cinco e o medo foi embora.

A noite, Jack também presencia os barulhos mecânicos do Monstro, vindos da floresta.

Pilot Part 1 Pilot Dead.jpg

Jack, Kate e Charlie encontram o corpo mutilado.

Na manhã seguinte, Jack, Kate e Charlie Pace vão em direção à cabine do piloto, para pegar um transceiver e enviar uma mensagem para o mundo exterior. Chegando lá, eles encontram o piloto, Seth Norris, vivo. Ele entrega o transceiver para eles e Seth é puxado pelo misterioso Monstro, para fora da cabine. Os três sobreviventes fogem. Após uma breve chuva, Jack, Kate e Charlie encontram o corpo de Seth, mutilado em cima de uma árvore. ("Pilot, Parte 1")

Relutante, Jack aceitou o cargo de líder na Ilha. Ele procurou o cockpit e o transceiver e os encontrou. Tomou a decisão de queimar a fuselagem, cremando desse modo os corpos daqueles que não tinham sobrevivido e evitando o ataque de animais. Jack matou Edward Mars por misericórdia depois que o tiro dado por Sawyer falhou. ("Tabula Rasa")

No sétimo dia, Jack salvou Boone de um afogamento quando ele falhou em resgatar uma mulher chamada Joanna. Depois de trazer Boone de volta à praia, Jack nadou de volta para salvar a mulher, mas não conseguiu. Jack se culpou por não ter conseguido salvar Joanna. ("White Rabbit")

Enquanto Jack lutava com as diferenças entre os sobreviventes, começou a ter visões de seu pai na Ilha. Ele encontrou o caixão de seu pai nas cavernas, mas estava vazio, junto de dois corpos, que apesar de eles não saberem, pertenciam ào Homem de Preto e sua Mãe. As cavernas que Jack descobriu logo levaram à divisão entre ele e os sobreviventes. Alguns preferiram ficar com Sayid e Sawyer se recusando a deixar a praia em troca da proteção e da água fresca existente nas cavernas. Mas ainda assim, Jack conseguiu levar um grande número de sobreviventes da praia para as cavernas. Jack e Locke sempre tinha opiniões diferentes que os levavam a brigas, mas o médico era grato a ele por ter salvo sua vida da queda de um penhasco.

Quando Jack ficou preso numa armadilha da caverna, os sobreviventes começaram o resgate liderados por Michael. O médico foi resgatado por Charlie, que era o único que tinha o tamanho necessário para resgatá-lo. ("The Moth") Em sua busca por Charlie e Claire, Jack foi confrontado por Ethan antes de encontrar Charlie quase morto, pendurado numa árvore pelo pescoço. Se negando a deixar Charlie morrer, Jack ignorou os pedidos de Kate e continuou tentando reanimá-lo com massagem cardíaca até que o músico finalmente voltou a respirar. ("All The Best Cowboys Have Daddy Issues")

Jacksalvandoboone.jpg

Jack tentando salvar a vida de Boone.

O desafio seguinte de Jack veio no 40° dia, quando Locke lhe entregou Boone gravemente ferido. O médico fez de tudo para salvá-lo, até uma transfusão de seu próprio sangue e queria amputar a perna de Boone, mas no último minuto, ele acordou e pediu a Jack que não fizesse isso. Antes Sun também havia tentado impedir e Jack respondeu “não me diga o que eu não posso fazer!” Jack não se conformou por ter deixado Boone morrer e pôs a culpa em Locke. Mesmo depois de contar o que havia acontecido (mantendo a parte da escotilha em segredo) Jack ainda desconfiava de Locke e os dois têm problemas desde então. ("Do No Harm")

No 44° dia, Jack saiu com Kate, Rousseau, Locke, Hurley e Arzt para pegar dinamite no Black Rock para explodir a entrada da escotilha. ("Exodus: Parte 2") No caminho de volta, ele e Kate impediram que
Locke fosse puxado para dentro de um buraco pelo monstro. ("Exodus: Parte 2") Jack ajudou a colocar a dinamite na porta da escotilha e pulou em cima de Hurley quando ele surta ao ver os números escritos na porta da escotilha e sai correndo gritando que eles são maus. Ele e Locke olharam para dentro de um longo e escuro túnel que apareceu depois da explosão da porta da escotilha.

Dias 44-67 (2ª Temporada)

Jackparty.jpg

Jack e Sawyer depois do encontro com Tom.

Durante a volta para a escotilha, Hurley contou a Jack sua história sobre os números inscritos no exterior da escotilha, mas foi desapontado pela resposta de Jack. Chegando até as cavernas, Jack explicou a situação para os sobreviventes, prometendo que tudo ficaria bem enquanto todos permanecessem juntos. Quando Jack estava terminando seu discurso, Locke apareceu carregando um cabo e dizendo que ele estava indo descer a escotilha. Mais tarde, Kate foi atrás dele contrariando Jack.

Então, Jack decidiu ir até a escotilha, atrás de Kate e Locke. Chegando lá e não achando ninguém, ele desceu na escotilha. Depois de ser surpreendido por uma grande luz e música alta, ele entrou na estação Cisne. Ele viu um computador e foi até ele, mas Locke apareceu e disse para não tocá-lo. Jack levantou a arma que levava consigo e perguntou onde Kate estava. Locke não respondeu porque um homem apontava uma arma para sua cabeça. Locke disse para Jack colocar a arma no chão. O homem ameaçou que ele iria atirar em Locke se Jack não se rendesse. Jack recusou, e começou a falar com Locke sobre destino. Então, o homem saiu de trás da parede que o escondia, e Jack o reconheceu como o homem que ele tinha conhecido em 2001 enquanto corria no estádio após a cirurgia de Sarah.("Man of Science, Man of Faith")  ("Adrift")

Quando um tiro acertou o computador e uma falha do sistema parecia ser impossível de ser parada, Desmond deixou o Cisne e Jack e Locke tornaram-se seus principais habitantes. Eles tinham que colocar os números no computador a cada 108 minutos por uma razão desconhecida. A tensão cresceu entre os dois enquanto a escotilha se tornou suas casas permanentes. ("Orientation")

Jack, junto com Kate, Locke, Sayid e Hurley, continuou a explorar a estação, mas suas investigações seriam interrompidas quando, durante um jogo de golfe, Kate e Jack ficaram cara a cara com Eko, um sobrevivente da causa do avião carregando um ferido Sawyer em seus ombros. Enquanto Jack e Kate cuidavam de Sawyer, as duas facções de sobreviventes colidiram e foi revelado que a vida de Shannon tinha sido o custo para isto. Jack se reuniu com Ana Lucia na floresta e os sobreviventes da cauda se reuniram aos que já conhecíamos. Jack guiou o funeral de Shannon. ("Everybody Hates Hugo") ("Collision") ("What Kate Did")

2x09 jack kate.JPG

Jack e Kate se beijam enquanto Kate encontra-se com seus demônios. ("What Kate Did")

Jack teve tempos difíceis tentando aceitar os mistérios dos números, e apelou apenas pelos fatos científicos explicarem o que acontecia. Isso o colocou em conflito com Locke, que acreditava na fé para explicar seu lugar na ilha e a tarefa de apertar o botão. A relação de Jack com Sawyer também se tornou difícil enquanto competia pela atenção da Kate, e de ter a beijado apaixonadamente na floresta. ("What Kate Did")

2x11 OnMeOnUsOnYou.jpg

Jack insiste em encontrar Michael, segundos depois do homem barbudo aparecer. ("The Hunting Party")

Depois de Michael trancar Jack e Locke no armário de armas, Kate e Sawyer foram até a estação e os encontraram trancados. Então, eles decidiram procurar Michael e tentar salvá-lo. Jack e John dizem sim para a oferta de Sawyer de se juntar a eles, mas eles negaram a de Kate. Em sua caminhada, eles escutaram sete tiros. Eles correram em direção ao som, esperando encontrar Michael vivo. Naquela noite, os três discutiram depois de Locke ter perdido a trilha de Michael. O desacordo entre eles foi interrompido pelo mesmo homem barbudo que sequestrou Walt da jangada. O homem barbudo disse que Michael não iria os encontrar e que Walt estava ótimo. Ele então disse que os sobreviventes haviam invadido a ilha "deles". Jack falou que não acreditava nele, e que Locke, Sawyer e ele mesmo estavam em número maior que os Outros. Em um momento, um círculo de tochas se acendem, e eles acabam se encontrando cercados. O homem barbudo os avisou que havia uma linha que eles não podiam passar. Se eles passassem, eles iriam de um "mal-entendido" a "alguma coisa mais". Jack confrontou essa sugestão. Tom foi forçado a fazer seu plano B - uma Kate com um saco na cabeça foi jogada para o homem, que fez os três sobreviventes lhes darem todas as suas armas para que Kate pudesse ser libertada. Os Outros desaparecerem, e os quatro retornaram para o acampamento sem terem feito nada. Mais tarde, Kate tentou se desculpar com Jack, mas Jack a ignorou. ("The Hunting Party")

2X14-LockeJackWall.jpg

Jack avisa Locke sobre apertar o botão. ("One of Them")

A rivalidade entre Locke e Jack começou a aumentar para uma batalha de liderança, quando chega ao ponto alto quando Locke permitiu que Sayid torturasse Henry Gale, um homem quem Sayid pensou que fosse um dos Outros. Os gritos do homem fizeram com que Jack abrisse o armário logo que o contador começou a apitar. Jack disse que se Locke não abrisse a porta, ele não o deixaria apertar o botão. Locke não acreditou que Jack iria arriscar a vida de todos na ilha, mas Jack disse que ele achava que nada iria acontecer se o botão deixasse de ser pressionado. Locke acabou abrindo a porta, e então correu para colocar o código e apertar o botão, mas seus dedos escorregaram e ele não conseguiu digitar os números a tempo. Os sobreviventes viram pela primeira vez o que aconteceria se o contador chegasse a zero. ("One of Them")

Henry tirou vantagem da rivalidade entre Jack e Locke, tentando jogá-los um contra o outro. Mais tarde, ele acabou convencendo Locke que Jack estava o comandando e que Locke deveria reagir e fazer o que era certo.

Enquanto isso, Jack continuou tentando acabar com as manhas de Sawyer, e o ameaçou de tirá-lo dos antibióticos que estavam o ajudando a se recuperar do tiro que Tom havia lhe atirado. Depois de Sawyer pegar os suprimentos médicos, Jack os ganhou de volta em uma partida de pôquer. ("Lockdown")

2x19 I'mNot.jpg

Jack e Kate, momentos antes de Michael retornar. ("S.O.S.")

Quando eles ficam sabendo que Henry Gale não é quem eles pensavam que fosse, Jack e Kate foram até a Linha para forçar uma troca entre o Outro prisioneiro e Walt. Ninguém dos Outros apareceu, mas depois do pôr-do-sol, eles encontraram Michael saindo do meio da floresta, assustado e ferido. Jack o levou para a estação, onde ele e Kate tratam de seus ferimentos. ("S.O.S.")

Determinado a recuperar o controle, Jack foi com Locke e Kate trazer de volta o resto das armas do Sawyer depois de Michael anunciar um plano para pegar os Outros. Ele mirou com uma arma em Sawyer e queimou o manuscrito que ele estava lendo em uma tentativa de fazê-lo cooperar. Sawyer lhe revelou como Ana Lucia tinha pego sua arma. ("Two for the Road")

Eles correm de volta para o Cisne quando ficam sabendo que Ana Lucia estava lá sozinha com Michael e Henry. Eles acabam a encontrando morta. Enquanto tentava fazer Libby continuar viva, Jack enviou Kate a ir com Sawyer buscar as armas para ela ficar sabendo onde o esconderijo de Sawyer ficava. ("?")

2x23 JackSawyerSayid.jpg

Sawyer, Jack e Sayid confrontam a pessoa no veleiro. ("Live Together, Die Alone")

Durante o funeral de Ana Lucia e Libby, Sun avistou um veleiro chegando na ilha. Sem hesitar, Jack, Sayid e Sawyer mergulham no mar e confrontam o dono do barco, que revelou-se como Desmond, quem tentou escapar da ilha com seu barco, mas não conseguia achar nada além da ilha.

Antes de Jack, Michael, Kate, Sawyer e Hurley começarem sua missão de atacar os Outros, Sayid expressou a Jack suas suspeitas sobre Michael e o plano dele de resgatar Walt. Ainda mais, Sayid e Jack fizeram um plano secreto - Sayid iria pegar o veleiro de Desmond e usá-lo como uma maneira de chegar mais rápido ao acampamento dos Outros antes de Jack e a equipe de resgate chegassem. Mais tarde, Michael descobriu que sua arma não estava carregada e Jack disse que ele tinha esquecido de carregá-la. Enquanto o grupo andava do lado de um pequeno rio, Kate avistou dois Outros os observando do outro lado. Ela e Sawyer começaram a atirar neles, chegando a matar um deles. Michael começou a ficar nervoso com isso, e foi nesse momento que Jack o confrontou sobre sua traição. Michael foi forçado a contar a verdade, admitindo que ele tinha matado Ana Lucia e Libby, deixado o falso Henry Gale fugir, e ter guiado a equipe de resgate sob as instruções dos Outros, tudo para resgatar Walt. Eles haviam lhe dado uma lista com o nome de Kate, Jack, Sawyer e Hurley. Hurley queria voltar para o acampamento, mas Jack convenceu a todos a continuarem, revelando o plano de Sayid.

2x24 FourHostages.jpg

No Pala Ferry, Jack, Kate, Hurley e Sawyer tornam-se prisioneiros dos Outros. ("Live Together, Die Alone")

Mais tarde, Jack percebeu que eles não estavam indo para o lugar que Michael havia dito que iriam. De repente, todos começam a escutar sussurros, e são logo cercados pelos Outros, que usam dardos carregados com energia para os fazerem desmaiar. Eles acordam na doca, onde Henry é revelado como o líder dos Outros. Ele deu um barco e uma coordenada para Michael e Walt para que eles pudessem sair da ilha, e então mandaram Hurley voltar ao acampamento e contar aos outros para não ir procurar por eles. Jack, Kate e Sawyer foram encapuzados e ficaram sabendo que estariam "indo para casa" com os Outros. ("Live Together, Die Alone")

Dias 68-91 (3ª Temporada)

Jackredsox.jpg

Jack vendo o vídeo que Ben mostra a ele.

Depois de ter seu sangue colhido, Jack foi colocado em uma sala que já foi usada como aquário para tubarões e golfinhos. Ali, Jack conheceu Juliet, uma integrante dos Outros que foi designada para interrogá-lo. ("A Tale of Two Cities")

Jack tentou fugir e surpreendeu Juliet enquanto ela lhe dava comida. Ele a agarrou e colocou um pedaço de prato quebrado em seu pescoço. Jack a arrastou pelos corredores da A Hidra e disse a ela que abrisse a porta, mas ela respondeu que se fizesse isso, eles morreriam. Então, ele mesmo destravou a porta e a água começou a jorrar dela. Jack e Juliet tentavam fechar a porta e ele apertou o botão amarelo na parede, o que fez a água começar a ser drenada. Então, Juliet bateu nele, que ficou inconsciente. ("A Tale of Two Cities")

Jack acordou na mesma sala e Juliet o estava observando através de um vidro sentada numa mesa do outro lado. Depois que Jack finalmente decidiu cooperar, Juliet revelou que tinha um arquivo contendo detalhes sobre toda a vida de Jack. Quando Juliet perguntou o que ele queria saber sobre Sarah, ele apenas perguntou: “Ela está feliz?”. ("A Tale of Two Cities")

Depois Jack foi interrogado por Benjamin Linus que revelou seu nome verdadeiro e o fato de que nasceu na Ilha. Ben citou a data e os eventos que ocorreram desde a queda do avião. Ele também provou que os Outros tinham contato com o mundo exterior mostrando a Jack lances da vitória do Boston Red Sox. Foi oferecido a ele uma viagem de volta para casa se ele decidisse cooperar. ("The Glass Ballerina")

Quando Colleen ficou gravemente ferida por conta de um tiro, Juliet foi incapaz de estabilizá-la e Jack foi chamado para ajudar a salvar sua vida. Enquanto lavava as mãos antes de entrar na sala de cirurgia, Jack viu as radiografias na parede, mas Juliet disse que não eram de Colleen. Pouco depois de começar a atendê-la, Colleen teve uma parada cardíaca, mas quando Jack pediu o desfibrilador, lhe disseram que não estava funcionando e Colleen acabou morrendo. Depois de deixar Jack algemado à maca onde estava o corpo, Juliet voltou perturbada dizendo que não poderia salvar Colleen. Mas Jack disse que ela não poderia ser salva, porque estava morta antes mesmo de chegar à mesa de operação. Quando Juliet perguntou se ele estava falando aquilo para confortá-la, Jack respondeu que não tinha interesse em seu conforto. Ele disse também que no momento em que viu as radiografias percebeu que estava ali para operar a coluna de um dos Outros e exigiu saber quem seria. ("Every Man for Himself")

Jackcirurgiagolpe.jpg

Jack na sala de cirurgias da Hidra.

Sem saber a resposta, Jack blefou com Ben, perguntando a ele sobre os sintomas associados com o tumor. Sua suspeita estava certa e Ben confrontou Juliet sobre o assunto durante o funeral de Colleen. Ben soube que teria sido examinado por Jack (que apenas perguntou educadamente sobre as radiografias). Depois, Ben disse a Jack que tinha todo um plano para desestruturá-lo e fazer com que ele quisesse salvá-lo, mas tudo mudou quando Jack soube do trabalho que os Outros queriam que ele fizesse. Depois, Juliet passou uma mensagem a Jack através de uma fita de vídeo dizendo que Ben era um mentiroso, perigoso e que muitos dos Outros queria ele morto. Ela sugeriu que ele matasse Ben enquanto estivesse em cirurgia e prometeu protegê-lo. ("The Cost of Living")

Quando Ben voltou a perguntar a Jack sobre a cirurgia, o médico perguntou sobre a sala de operações e o equipamento, dizendo depois que não a faria por não confiar em Ben ou nos Outros. Quando Ben expressou desapontamento por sua decisão, Jack retrucou que ele não ficaria desapontado por muito tempo. Juliet levou Kate até o médico e ela disse que os Outros iriam matar Sawyer se ele não fizesse a operação. Depois, ele escutou uma voz pelo interfone dizendo que ele deveria tentar a porta. Estava destrancada e Jack pôde abri-la e sair. Ele pegou uma pistola e no caminho da saída passou pela sala de segurança onde viu Sawyer e Kate dormindo juntos. ("I Do")

Ben confrontou Jack, e ele chateado lhe deu a arma dizendo que o líder dos Outros seria operado na manhã seguinte. O médico forçou Ben mais uma vez a dar sua palavra e ele concordou. No dia seguinte, Jack começou a cirurgia, mas fez uma cisão do rim de Ben de propósito. Ele disse aos Outros que Ben morreria se ele não corrigisse o erro e exigiu um rádio. Ele forçou Pickett, que estava a ponto de executar Sawyer, a dar o seu rádio a Kate. Jack disse que ela tinha uma hora para fugir, e que deveria repetir a história que ele lhe contou no dia do acidente quando estivesse a salvo. Kate se recusou a ir, mas Jack disse a ela para “correr”. ("I Do")

Juliet comunicou o blefe de Jack e mandou outros “Outros” encontrarem Pickett e irem atrás dos prisioneiros em fuga e disse que os matassem se fosse necessário. Jack começou a falar sobre a mensagem que Juliet lhe deu em vídeo na frente de Tom e se Ben que estava meio acordado. O médico concordou em dar a Juliet três minutos em particular com Ben. Depois da conversa, Juliet disse a Jack par terminar a cirurgia e reparar o dano que fez em Ben, porque ela iria ajudar Kate e Sawyer a escapar. Jack terminou a cirurgia e escutou de Kate a história que pediu. Enquanto operava, cortou uma artéria do paciente e usou a mesma técnica da história para salvar a vida do dele. Ele também disse a Kate para não voltar por ele. ("Not in Portland")

Mais tarde, Jack exigiu que Juliet lhe contasse o que Ben havia dito durante o tempo em que conversaram. Juliet confessou que estava na Ilha há 3 anos, 2 meses e 28 dias, e Ben promete que ela finalmente poderia voltar para casa se ajudasse Kate e Sawyer a fugir. Ela também disse que ele voltaria para a jaula até eu “eles” decidissem o que fazer com ele. ("Not in Portland")

Jackjules.jpg

Jack e Juliet em um momento emocionante.

Depois disso, Jack foi transferido para a jaula de Sawyer e Juliet foi para o seu “aquário”. Ela lhe perguntou se ele poderia dar uma olhada nos pontos de Ben, que estavam infeccionando, mas ele se recusou a ajudá-lo. Naquela noite, Isabel requereu a presença de Jack dentro da Hidra para lhe perguntar sobre o desejo de Juliet de ver Ben morto. O médico mentiu em benefício de Juliet. Ele recebeu a visita de Alex, que lhe fez muitas perguntas e lhe contou sobre a pena de execução de Juliet. Jack, se lembrando que Juliet matou Danny para salvar Sawyer e Kate, pediu para visitar Ben. Na sala de operações, Jack explicou a situação para que ele abrandasse a sentença. Ben fez isso, mas mandou que ela fosse marcada. Depois disso, Jack e Juliet se encontraram e ele tratou da ferida dela. O médico foi levado para a costa da ilha de A Hidra, onde voltaria com os Outros para A Vila. ("Stranger in a Strange Land")

Jack é visto jogando xadrez com Ben. Eles conversam sobre sair da Ilha, Ben lhe diz que a Ilha o trará de volta, querendo ou não. Jack diz que nunca iria querer voltar, porém Ben diz: "Aprendi a nunca dizer nunca. E se esse dia vier, espero que você se lembre dessa nossa conversa". E dá um xeque-mate. Esse dia que Ben cita realmente ocorre em "Through the Looking Glass". (King of the Castle)

Jack parecia muito bem adaptado à sua nova vida na A Vila dos Outros quando Sayid, Locke, Kate e Rousseau o viram jogando futebol americano animadamente com Tom. ("Par Avion") Ele foi abordado por Juliet que foi com ele até o encontro de Ben, enquanto Kate, Sayid e Locke observavam. Mais tarde, ele foi para uma casa na Vila dos Outros e estava sentado distraidamente, tocando piano, quando olhou para trás e viu Kate. Ela disse que tinha ido resgatá-lo e ele pediu que ela fosse logo embora, pois estava sendo vigiado.
Manfrompromo06.jpg

Jack se despedindo de Kate antes de o submarino explodir.

Na sequência, membros dos Outros entraram na casa com Sayid refém e renderam Kate, obrigando que ela dissesse quem mais estava com eles. Ela chamava por Jack que apenas disse para que ela fizesse o que eles estavam pedindo. Mais tarde, ele foi levado até o local onde Kate estava sendo mantida. Numa conversa emocionada, ele explicou que tinha feito um trato com os Outros pra que eles o deixassem ir para casa e que assim teria mais chance de voltar para tentar resgatá-los. Pouco depois de Juliet interromper o momento dos dois, Jack deixou claro que não gostou de Kate ter voltado para buscá-lo, mas que ele voltaria por ela. Preocupado, ele foi até a casa de Ben para pedir que ele soltasse seus amigos, depois que ele partisse. O líder do Outros concordou cinicamente, pois já sabia o que ia acontecer. Ao chegar no local da partida, Jack ficou assustado ao ver Locke que logo lhe disse que sentia muito. Logo depois de Jack perguntar o porquê, o submarino explodiu, acabando com as únicas chances do médico deixar a Ilha. ("The Man from Tallahassee")
Promo-oneofus08.jpg

Jack voltando ao acampamento na praia.

Quando os Outros decidiram sair repentinamente de sua Vila graças à explosão causada por Locke, Jack e Sayid fora deixados para trás. Kate e Juliet foram deixadas no meio da floresta, mas voltaram para buscá-los. Kate encontrou Jack caído em sua casa, com toda a mobília jogada no chão, como se tivesse havido uma luta. Kate acordou Jack e os dois conversaram. Jack logo perguntou se Juliet também foi com eles e Kate diz que não. Kate pediu desculpas por tudo: por ter voltado quando ele havia dito que não era para voltar e por ter estragado a chance dele de sair da ilha. Jack resolveu que eles deveriam voltar ao acampamento e ficou feliz ao ver Juliet bem. Quando eles começaram o caminho de volta, Sayid disse que Juliet não iria com eles, mas Jack a defendeu, dizendo que ela iria sim, pois também havia sido deixada para trás. ("Left Behind")

Jack surpreendeu Sayid questionando Juliet sobre seu passado com os Outros e o repreendeu, dizendo que ela só falaria quando se sentisse preparada, pois estava sobre a proteção dele. Ao voltar para o acampamento, Jack foi recepcionado efusivamente pelos sobreviventes e até ganhou um abraço de Sawyer. Ele se reuniu com os sobreviventes para explicar-lhes a presença de Juliet e pediu que eles tivessem paciência. Logo, Claire começou a passar mal e ele foi acudi-la. Depois, ele foi abordado por Juliet que disse poder ajudar a mãe de Aaron, pois sabia qual era o problema.
Bscap0067.jpg

Jack jantando com Juliet no acampamento.

Quando a médica voltou, perguntou se ela tinha certeza do que estava fazendo, pois se errasse, não poderia mais defendê-la. Foi conversar com Juliet na praia para oferecer-lhe cobertores e dizer que Claire estava bem. Ele também disse que os sobreviventes tinham concordado em deixar que ela acampasse na praia. ("One of Us")

Jack estava em sua tenda quando Desmond se aproximou e pediu emprestado seu kit de primeiros socorros alegando que tinha torcido o tornozelo. Desconfiado, o médico entregou o kit, mas pediu que ele fosse logo devolvido. À noite, Jack vai até a cozinha improvisada dos sobreviventes e lá encontra Kate que puxa conversa, mais ele não lhe dá muita atenção. Pede uma colher, deseja boa noite e se afasta. Ao juntar a louça para lavar, a Sardenta vê o médico jantando animadamente com Juliet. No dia seguinte, a médica dos Outros ajudava Jack a construir alguma coisa. Ele perguntou onde ela tinha aprendido a manejar o martelo e ela respondeu que seu pai havia ensinado. Jack então disse que seu pai só tinha lhe ensinado a beber. Logo, Sawyer se aproximou e convidou o médico para uma partida de pingue-pongue. Os dois jogavam animadamente e Jack acabou dizendo que na noite anterior tinha jantado com Juliet e não com Kate. ("Catch-22")

Bscap0060.jpg

Jack e Sawyer jogando pingue-pongue.

Sun estava trabalhando em sua horta quando Jack se aproximou e começou a fazer perguntas sobre sua gravidez. Quis saber se ela estava tendo enjoos e sangramentos. Sun pareceu um tanto desconfiada e o médico explicou que, agora que já que estava de volta, só queria saber se ela estava bem e a coreana apenas agradeceu. ("D.O.C.")

Jack surpreendeu Charlie pegando suprimentos na cozinha improvisada dos sobreviventes e perguntou aonde ele, Desmond, Hurley e Jin tinham ido na noite anterior. Nervoso, o músico respondeu que eles tinham ido acampar e o médico disse que gostaria de ser chamado para a próxima “expedição”. ("The Brig")

Jack está dormindo na praia quando Juliet o acorda. Ela conta que desde que está no acampamento, Sayid e os outros não confiam nela e acreditam que ela está lá para machucá-los. Antes de Jack poder dizer que vai protegê-la, Juliet conta que ainda está trabalhando para Ben e que foi mandada para pegar as mulheres grávidas. Jack pergunta por que ela está contando isso e Juliet responde que viu o bebê de Sun na noite anterior e que está cansada de viver o sonho de Ben. (Operation: Sleeper)

Mais tarde, enquanto comia com Juliet, Kate se aproximou e pediu para falar com ele em particular, mas o médico disse que fosse o que fosse, deveria falar na frente da médica. Nervosa, Kate contou o que tinha descoberto sobre Naomi e disse que os outros não tinham contado a ele porque não lhe tinham mais confiança. Jack pareceu não dar importância e perguntou como a paraquedista podia se comunicar com o mundo exterior e saiu apressado. Juliet perguntou se eles “não deviam contar a Kate”, mas Jack disse que ainda não era a hora e se afastou. ("The Brig")

Bscap0075.jpg

Jack contando aos sobreviventes que já sabia do plano de Juliet.

Durante a noite, os sobreviventes estavam discutindo sobre a confiabilidade de Jack, depois de tomarem conhecimento sobre as revelações de Naomi. Sayid voltou a afirmar que ele não era confiável, já que tinha passado um tempo com os Outros e até tinha trago uma deles para junto do grupo. Sun interferiu, dizendo que Jack nunca faria nada par feri-los e que Juliet não era má pessoa. Ao ouvir isso, Sawyer tocou a gravação que a médica dos Outros havia feito contando a Ben sobre o bebê da coreana. Todos ficaram bastante assustados e nesse momento, Jack e Juliet apareceram. O médico perguntou como o golpista tinha conseguido o gravador e ouviu que não estava na posição de fazer perguntas. Juliet então pediu que Sawyer virasse a fita. Sawyer obedeceu meio a contragosto e ao apertar o play, todos puderam ouvir uma gravação onde Ben dizia que os Outros atacariam o acampamento em dois dias para sequestrarem Sun e quem mais estivesse grávida. Juliet explicou que havia contado ao médico o que a estavam obrigando fazer na noite em que fez o ultrassom na coreana. Sayid então perguntou por que ele não tinha contado o que sabia e Jack respondeu que não tinha dito nada porque não havia decidido ainda o que fazer. Ainda... ("The Man Behind the Curtain")

Bscap0053J.jpg

Sayid e Jack conversando que já está na hora de irem embora.

Jack liderava uma caminhada com alguns sobreviventes pela mata. Ele havia dito que tinha tido uma ideia para surpreender os Outros. Em certo ponto da floresta, o líder dos sobreviventes parou e disse que Juliet já havia lhe contado há algum tempo sobre os planos de Ben e que, desde então, ele pensava em uma maneira de se defenderem. Nesse momento, ele chamou Danielle e disse que ela estava ajudando em seu plano. Ele contou que Juliet marcaria as tendas, mas ao invés de grávidas, os Outros encontrariam dinamite. De volta ao acampamento, Jack ajudava Juliet e Rousseau na preparação de mais uma tenda explosiva e ao sair dela, foi abordado por Sayid que disse que eles precisavam tentar enviar um sinal de socorro através do Telefone via Satélite de Naomi, mas Juliet contou que Ben bloqueia qualquer tipo de sinal de transmissão através de uma escotilha submersa chamada Estação Espelho. Então, Sayid foi buscar um mapa e mostrou onde ficava a tal estação. Disse também que ele podia usar os cabos que saíam da praia para guiá-lo até a estação e desativá-la, mas Jack não concordou, nem com ele, nem com Charlie, que também se ofereceu para descer até lá; dizendo que era uma missão suicida e que eles tinham que se concentrar na chegada dos Outros.

Jackloveskate.jpg

"Porque eu te amo"

De repente, Hurley viu um barco se aproximando. Era Karl que vinha trazendo o recado de que os Outros estavam chegando naquela mesma noite. O garoto contou tudo o que sabia para os sobreviventes e para Jack, que decidiu que todos iriam para a Torre de Rádio com Rousseau, mas três pessoas ficariam para atirar nas tendas e acionar o dinamite e Charlie iria com Desmond até a Nova Escotilha. Mais tarde, quando dava orientações a Bernard, que seria o segundo atirador, Jack pediu que Sayid guiasse os sobreviventes até a Torre de Rádio, mas ele disse que quem faria isso seria o médico e pediu que começasse a agir como um verdadeiro líder. Na praia, todos se preparavam para deixar o acampamento, incluindo Jack, que quis saber se o terceiro atirador já havia sido encontrado. Ele cumprimentou Kate meio sem jeito e os dois disseram: “Lá vamos nós de novo!”. ("Greatest Hits")

Prestes a iniciar a caminhada até a Torre de Rádio, Jack foi até Sayid e perguntou se estava tudo certo. Ele respondeu que tinha feito o melhor que pôde e fez Jack prometer que não voltaria em hipótese alguma caso algo desse errado, pois ele estava disposto a fazer o que fosse necessário para garantir o resgate dos sobreviventes. O médico prometeu e iniciou a jornada. No início do caminho, Naomi o abordou e o ensinou a mexer no Telefone via Satélite, dizendo que seria necessário, caso acontecesse alguma coisa a ela. Naquela noite, todos ficaram bastante aflitos quando ouviram apenas duas das três explosões que estavam programadas para acontecer na praia. Rose e Sun insistiam em voltar, mas Jack garantiu que tudo estava bem e disse que precisavam continuar.
Jackstand.jpg

Jack levando o grupo, parado olhando para Ben e Alex.

No dia seguinte, Sawyer disse a ele que iria voltar a praia para ver o que tinha acontecido aos atiradores. Jack foi contra, mas o golpista disse que não estava pedindo permissão e desdenhou a ajuda de Kate, que ficou bastante irritada. Juliet então se ofereceu para ir, dizendo que sabia onde ficavam algumas armas. Ele pediu que ela não fizesse nenhuma besteira e ela acabou lhe roubando um beijo, para a surpresa do médico. Mais à frente, ele se aproximou de Kate e disse para ela não ficar chateada com Sawyer, pois ele só a estava tentando proteger. A sardenta perguntou por que ele o estava defendendo e o médico respondeu: "Porque eu te amo", deixando Kate bastante abismada.

O grupo então foi interceptado por Ben que estava acompanhado da filha Alex. Ele pediu para conversar com o médico por alguns minutos e ele acabou aceitando. Ben tentou convencer Jack a não usar o telefone para conseguir resgate dizendo que Naomi não era quem dizia ser e que as pessoas que estavam com ela matariam a todos sem distinção. Mas Jack não acreditou e Ben resolveu apelar, contatando Tom pelo rádio e mandando que ele matasse os atiradores caso o médico não lhe desse o telefone. Jack achou que Ben estava blefando e se negou a dar o telefone, fazendo com que o líder dos outros ordenasse as mortes. Ouviram-se três tiros pelo rádio. Transtornado, Jack pulou em cima de Ben e o surrou, depois o carregou até o local onde estavam os outros sobreviventes e mandou que o amarrassem. Ele continuou subindo a colina e nem viu o líder dos Outros revelar que Danielle era a verdadeira mãe de Alex. Kate estranhou as atitudes do médico e foi atrás dele para saber o que estava acontecendo. Ele então contou que praticamente tinha permitido que Ben ordenasse as mortes e a sardenta perguntou por que não matá-lo logo. Jack então respondeu que queria que o Líder dos Outros presenciasse o momento em que eles conseguissem resgate para se sentir bastante derrotado, e que depois teria prazer em matá-lo.

Jackrescue.jpg

Jack chamando o barco de Naomi.

De volta à caminhada, Jack ouviu alguém chamar pelo rádio que havia pego de Ben. Era Hurley, que falava como se conversasse com um dos Outros. Ao ouvir a voz do médico, o milionário contou que tinha voltado à praia para ajudar Sawyer e Juliet e que todos estavam bem, incluindo os atiradores. Isso tirou um peso enorme das costas do médico, além de dar alívio a todos os outros. Finalmente, eles chegaram até a Torre de Rádio. Jack entrou com Rousseau e Alex na sala de controle e viu a francesa desligar sua mensagem. Com o sinal livre e desbloqueado, Naomi decidiu sair da sala para encontrar um sinal e assim que conseguiu detectar um, foi atingida por uma facada nas costas dada por Locke. Armado, ele mandou que Jack se afastasse do Telefone enquanto Ben, que estava amarrado a uma árvore, incentivava John a atirar no médico, até ser calado por Rousseau. Mas Jack não obedeceu e pegou o telefone, dizendo que Locke já o tinha prendido naquela Ilha por tempo demais. John acabou desistindo e Jack conseguiu contato. Dizendo ser um dos sobreviventes do voo 815 da Oceanic ele pediu que sua localização fosse rastreada e que mandassem resgate. Ao ouvir a pessoa do outro lado dizer que já estava a caminho, Jack sentiu um grande alívio e emoção, pois havia conseguido cumprir sua promessa. ("Through the Looking Glass")

Dias 91-108 (4ª Temporada)

Jackhurley4x01.jpg

Jack falando com Hurley pelo walkietalkie.

Na torre de rádio, Jack e os demais sobreviventes se preparam para serem resgatados.

Jack e Kate falam sobre o iminente resgate. Jack promete que se ver Locke de novo, vai matá-lo. Nesse momento, eles recebem uma ligação do telefone via satélite. Minkowski os informa que o sinal está fraco e quer que eles o reajuste. Jack se oferece parar fazer isso, mas Minkowski pede para falar com Naomi. Sem querer revelar que Naomi está morta, Jack diz a Minkowski que ela foi procurar lenha. Ele diz a Minkowski que vai tentar achá-la, mas, quando Jack se vira, Jack percebe que Naomi sumiu. Rousseau encontra um rastro de sangue que ela, Jack e Ben, que está amarrado, se preparam para seguir. Ao mesmo tempo, Kate diz a Jack que achou outro rastro de sangue e acha que Naomi pode estar tentando enganá-los. Jack diz a Kate que Naomi está ferida e que ela não está pensando em criar rastros falsos. Kate aparentemente concorda, abraça Jack e, sem ele perceber, rouba dele o telefone via satélite.

Jack, Rousseau e Ben seguem a trilha falsa, e quando a trilha acaba, Jack percebe que o telefone sumiu: foi roubado por Kate, como é revelado por Ben. Jack então faz o caminho de volta com Ben e Rousseau. Logo depois, os três chegam à cabine do piloto, onde os outros sobreviventes estão, inclusive Locke. Jack, que já tinha dito anteriormente a Kate que se visse Locke novamente iria matá-lo, vai para cima de Locke e dá um soco nele. Locke cai no chão. Jack pega a arma dele e aponta para a cabeça de Locke. Locke diz "Você não vai atirar em mim", então Jack puxa o gatilho, porém, o revólver está sem bala. Jack, então, começa a bater em Locke e é retirado pelos sobreviventes.

Depois do pequeno discurso feito por Locke, no qual ele diz que as pessoas que quiserem viver devem ir com ele, Jack diz que Locke está louco e que apenas quem estivesse doido iria segui-lo. Jack diz que Locke sempre tentou impedir qualquer tentativa de resgate. Jack acha que ninguém vai seguir Locke. Jack fica sem palavras e não diz mais nada. Outras pessoas, como Claire, se juntam a Locke. Jack também permite que Ben vá com Locke. O grupo de Locke, então, sai.

Jack2.jpg

Jack olhando para o paraquedista. "Você é Jack?"

Momentos depois, Jack e Kate, olham para a parte da frente do avião, lembrando de Charlie e da caminhada que fizeram à cabine do piloto. Eles escutam um barulho, o qual Kate primeiramente pensa ser um trovão, mas fica tão claro quanto o som de um helicóptero. Eles se movem e vêem algo claro. Jack e Kate veem o helicóptero voando acima. Alguma coisa cai do helicóptero. Eles seguem e vem um paraquedista. O paraquedista tira o capacete e olhando para eles diz: "Você é Jack?" ("The Beginning of the End")

Jack e Kate se apresentam e descobrem que o nome do paraquedista é Daniel Faraday. Jack dá a Daniel o telefone por satélite para ele falar com Minkowski. Entretanto, Jack começa a suspeitar quando Minkowski se recusa a falar no viva-voz, e ainda mais quando vê uma arma nas costas de Dan. Apesar disso, Jack e Kate continuam a ajudar Daniel a achar seus colegas que também caíram na ilha. No caminho, eles encontram uma caixa de carregamentos com máscaras de gás e bolsas vermelhas que foi jogado do helicóptero para estabilizar o peso. Jack começa a perguntar sobre isso e sobre as armas e sobre o que, realmente, o grupo veio fazer. Daniel fica confuso e quando começa a explicar, o sinal de Miles aparece no radar.

Logo depois, o grupo encontra Miles. Ele parece estar morto e Jack chega perto para verificar. Quando o médico tira o capacete de Miles, esse se levanta com uma arma apontada para Jack. Kate tenta pegar a arma de Dan, mas Miles intervém e pergunta onde está Naomi, alegando que foi Kate quem a matou. Eles tentam explicar que foi Locke e que ele não está mais com eles, mas Miles insiste em ver o corpo.
Jackmilesphone.JPG

Jack dando o telefone a Miles.

Depois de ver o corpo e fazer um ritual espiritual, Miles acredita em Jack e Kate, mas continua mantendo eles reféns. Quando eles captam o sinal de Charlotte, Jack diz para eles abaixarem as armas, ou seus amigos irão atirar. Miles não acredita e então Sayid e Juliet saem da floresta atirando e Miles e Dan se rendem. O grupo corre atrás do sinal de Charlotte, mas descobrem Vincent com o transponder da ruiva amarrado em seu corpo e Jack percebe que Locke está com ela. Não muito depois, eles encontram o piloto do helicóptero, Frank Lapidus e o helicóptero ainda inteiro. Um sorriso escapa pelo rosto de Jack. Quando Frank descobre que Juliet é uma nativa, ela fala para Miles e ele e Jack se confrontam. Miles então, explica o verdadeiro motivo deles estarem na ilha: Benjamin Linus, e mostra uma foto do líder dos Outros. ("Confirmed Dead")

Sayid encontra a foto de Desmond e Penny no corpo de Naomi e a mostra para Jack. Jack pede a Juliet ir à praia e trazer Desmond. Ele, depois, pede para ir com Sayid para recuperar Charlotte, mas Sayid diz que ele não seria muito útil na negociação com Locke, considerando que Jack quase o matou no último encontro. Jack e Kate conversam, e Jack diz a Kate para que ela vá com Sayid encontrar Charlotte. Após a saída de Sayid, Miles e Kate, Jack observa Daniel fazer diversos experimentos. Quando Sayid e Charlotte voltam sem Kate, Jack está visivelmente aflito. ("The Economist")

Jacksit.jpg

Jack sentado olhando o experimento de Daniel.

Jack, Juliet, Daniel e Charlotte retornam à praia, onde Jack informa a todos onde Desmond e Sayid estão e onde Kate está. Sun pergunta a ele se Locke não poderia estar correto, mas Jack nega. Sun pergunta por que então Kate ficou com Locke. Jack, depois, fica um tempo tentando contatar o cargueiro com o telefone por satélite. Ele pede a Charlotte e ela disca para a linha de emergência, e quem atende é Regina que diz que Sayid e os outros três ainda não chegaram ao cargueiro. ("Eggtown")

Jack pergunta de novo o que aconteceu no helicóptero, e uma irritada Charlotte de novo diz que não sabe. Depois, Juliet observa que Charlotte não parece preocupada sobre isso, Daniel sugere que o tempo se mover diferente na ilha do que fora dela, confundindo Jack. Daniel confirma de novo a ele que tudo vai ficar bem se Frank permanecer na mesma marcação; senão podem ter "efeitos colaterais". Pouco tempo depois, Sayid finalmente liga para Jack do cargueiro, informando a ele do comportamento estranho de Desmond. Dan diz a Jack que algumas pessoas podem ficar "confusas" indo e vindo da ilha. Jack então permite a Dan falar com Desmond e dar instruções a ele. ("The Constant")

Mais tarde naquela noite, Jack descobre que Daniel e Charlotte desapareceram. Ele pergunta a Juliet, mas ela não viu. Jin revela que os viu entrar na floresta, mas que não disse nada desde que Jack disse que eles eram amigos. Jack então, organiza uma operação de busca. Ele, Juliet, Sun e Jin saem pela floresta em diferentes direções com tochas. Jack, possivelmente, escuta o chamado de Juliet e vai até ela, achando a loira com Harper. A terapeuta sugere que ele vá com Juliet atrás de Dan e Charlotte e desaparece pela floresta. Juliet implora por ajuda a Jack, mas não lhe dá nenhuma informação, além de dizer que Harper era sua terapeuta e que eles têm de ir à estação Tempestade. No dia seguinte, os dois perdem a trilha, mas encontram Kate desmaiada. A morena conta que encontrou os tripulantes do cargueiro e que Charlotte bateu nela.
JackkissJuliet.jpg

O beijo de Jack e Juliet.

Juliet diz que vai pegar água, mas foge, deixando os dois sozinhos. Jack e Kate vão até a Tempestade e no caminho os dois discutem sobre Kate ter ficado na vila. Eles chegam à estação no momento em que Juliet e Charlotte estão saindo e a ruiva alega que salvou a vida de todos, mas Kate fica suspeita e entra com ela para verificar. Juliet então conta a Jack que Ben mandou Harper dizer para ela matar Dan e Charlotte, ela acrescenta que uma guerra acontecerá e que Ben ganhará e quando isso acontecer Jack terá que estar longe dela. Jack pergunta por que e a loira revela que Ben acredita que ela seja dele e que sabe o que ela sente por Jack. Jack a beija romanticamente e diz: "Ele sabe onde me encontrar", e os dois se abraçam. ("The Other Woman")

Jack volta para a praia com Juliet, Kate, Daniel e Charlotte. No dia seguinte, ele está tomando café da manhã e conversando com Jin. O coreano pede os cereais e fala em inglês. Jack diz que o inglês de Jin está muito bem e pergunta se ele está aprendendo sozinho ou se Sun está ajudando. Jin diz que Sun e Sawyer ajudam, mas que Sun é melhor e Jack responde que acredita que sim. Quando Sun chega o médico pergunta se ela está bem. Sun responde que sim e diz que os enjoos matinais pararam. Jack avisa que se ela precisar de alguma coisa é só chamar e sai deixando os dois sozinhos. ("Ji Yeon")

Jackbad.jpg

Jack começa a se sentir mal.

Na barraca, Jack está procurando por algumas pílulas para uma dor de estômago. Kate entra e eles começam a conversar até que Bernard começa a gritar na praia. Jack e Kate correm até lá e encontram um corpo à beira-mar. Faraday diz a eles que aquele é o médico do cargueiro. Jack apressa Faraday no conserto do telefone.

Mais tarde, naquela noite, Faraday usa um código para se comunicar com o cargueiro e mente para Jack sobre o que foi dito. Bernard diz que ele está mentindo e que as pessoas no barco disseram que o médico está bem. Jack segura Faraday pelo colarinho e pergunta se eles planejam mesmo tirar os sobreviventes da Ilha, e Faraday responde que não. O estômago de Jack começa a doer novamente e ele sai sentindo dor. ("The Shape of Things to Come")

Quando estava conversando com Juliet, eles concluíram que Jack sofria de apendicite, e necessitava a remoção imediata da seu apêndice antes que isso rompesse, o matando. Como era duvidoso o conhecimento de Juliet em cirurgias, Jack mandou que o deixasse acordado durante o procedimento para observar e ajudar e que Kate seguraria um espelho para ele ficar olhando. De qualquer maneira, a dor parecia ser muito forte para ele, e Bernard o desmaiou com clorofórmio após Juliet pedir e mandar Kate para fora. A cirurgia foi bem.
Jackjuleskatehelicop.jpg

Jack, Juliet e Kate vendo o helicóptero.

Jack acordou em tempo para ouvir Juliet falando com Kate que ele realmente amava ela (Kate). Quando Kate saiu, Juliet afirmou a Jack que sabia que ele estava acordado. ("Something Nice Back Home")

Depois da cirurgia, ele não ouviu os conselhos de Juliet e saiu para comer. Juliet ficou nervosa, mas Jack a acalmou. Então, eles ouviram helicópteros chegando e foram à praia verificar. Quando o helicóptero passou, uma bolsa foi jogada com papeis e um telefone a satélite embrulhado em uma roupa. Então Jack disse o que ele pensava: Eles querem que o sigamos. ("Cabin Fever")

Kate e Jack, ambos armados, seguem o helicóptero através da selva, rastreando-o com o telefone por satélite. Após caminharem aparentemente pela noite toda, eles encontram Sawyer, Miles e Aaron retornando para a praia. Kate pega Aaron e retorna, juntamente com Miles, para a praia, enquanto Jack e Sawyer continuam em direção ao helicóptero. Chegando ao helicóptero, eles encontram Frank sozinho, algemado ao assento. Ele os informa sobre o destino de Keamy e seus homens e também sobre o perigo da Orquídea. Frank promete tirá-los da ilha com o helicóptero imediatamente, até que Sawyer percebe que Hurley está em perigo na Orquídea. O grupo se embrenha novamente na selva, à procura da Orquídea, para salvar a vida de Hurley. ("There's No Place Like Home: Parte 1")

Jack e Sawyer chegaram na Orquídea e encontraram Hurley e Locke. Na estufa da Orquídea, Locke disse para Jack não sair da ilha e que se saísse, para mentir sobre tudo que aconteceu. Jack partiu depois que Locke e Ben entraram no elevador da Orquídea. Ele voltou ao helicóptero com Sawyer e Hurley onde Kate, Sayid e Frank estavam esperando para partir. Eles decolaram e se dirigiram ao cargueiro. Ele dissse a Frank para não voltar para a ilha quando houve um vazamento de combustível. Quando o helicóptero pousou no cargueiro, Jack certificou-se de partir rapidamente e trouxe Kate novamente para o helicóptero quando ela começou a procurar Jin, que ainda estava no cargueiro. O helicóptero decolou com Sun, Aaron, Sayid e Desmond momentos antes de o cargueiro explodir. O helicóptero perdeu combustível rapidamente e caiu no mar após a ilha desaparecer. Jack socorreu Desmond quando eles alcançaram o bote salva-vidas. Quando eles foram encontrados pelo Searcher, Jack orienta os outros a mentirem sobre tudo que aconteceu desde que eles chegaram na ilha. ("There's No Place Like Home: Parte 2")


Fora da Ilha

2005-2007

Jackscrewing.jpg

Jack bebendo enquando assiste à perseguição.

Ao chegar ao Havaí, Jack é recebido por sua mãe. Jack participa de uma coletiva de imprensa na qual os Oceanic 6 mentem para o público sobre como eles sobreviveram à queda do avião. Ele relata a maior parte da história forjada para a imprensa. É ele que conta à imprensa a falsa história e diz que apenas Boone, Libby e Charlie sobreviveram à queda e morreram na Ilha.

Cerca de 6 meses após o resgate, Jack promove um funeral para seu pai. Depois do funeral, Carole Littleton se aproxima de Jack e lhe diz que sua filha, Claire, estava no avião de Jack e que ela era sua meia-irmã. ("There's No Place Like Home: Parte 1")

Jack assiste Hurley sendo perseguido pela polícia em seu Camaro. Ele reconhece o carro de Hurley enquanto toma uma bebida.

Mais tarde, Jack se encontra com Hurley no instituto mental. Depois de jogarem basquete, Jack menciona que deixará a barba crescer para esconder sua identidade. Hurley acusa Jack de estar checando se Hurley não contou a ninguém que é um dos 6 da Oceanic e insiste que eles deveriam voltar para a ilha. Jack então diz que eles nunca voltarão. ("The Beginning of the End")

4x04 Jack on the Stand.jpg

Jack testemunhando.

Algum tempo depois disso, Jack foi testemunha durante o julgamento de Kate, dizendo que eram somente oito pessoas que sobreviveram a queda e que duas pessoas dessas oito haviam morrido. Ele disse nunca ter conhecido o policial que acompanhava Kate, e negou que a amava.

Ele a encontrou depois do julgamento, e disse que ele mentiu e que realmente a ama. Ele não quer voltar para a casa dela e Kate conclui que é por causa da criança, Aaron. Jack pergunta se ela não quer tomar um café, mas ela recusa dizendo que só vai continuar a vê-lo se ele for receptivo a Aaron. ("Eggtown")

Entretanto, ele muda de ideia em algum ponto da trama, pois Jack e Kate são vistos morando juntos e felizes. Jack tomou como responsabilidade o papel paternal para Aaron, embora isso tenha causado insegurança a ele, forçando-o a pensar sobre o pai dele e como ele poderia superar as habilidades controversas de pai de Christian Shephard. De volta ao trabalho como um competente cirurgião, Jack mantém contato com Hurley. Jack é chamado para examinar Hurley, pois ele parou de tomar os medicamentos. Hurley, porém, tem uma mensagem para ele enviada por Charlie: "Você não deveria criá-lo". Eles concordam que a mensagem se refere a Aaron, apesar de Jack inicialmente rejeitar. Charlie não tem mais nada a dizer a ele, somente que: irá visitá-lo "em breve".

Jackpedekate.jpg

A aliança com a qual Jack pede Kate em casamento.

Jack pede Kate em casamento, e ela diz que sim. Mais tarde, Jack vê o pai dele pela segunda vez desde que deixou a Ilha, e dessa vez Christian fala com ele. Acordado por outro médico, Jack pede por uma receita de remédio para alívio do estresse. Jack vai para casa, encontra Kate falando ao telefone, e suspeita de quem seja. Quando ela diz um nome que ele não reconhece, ele fica mais desconfiado. Um pouco depois, Jack chega em casa mais cedo e encontra a babá ainda trabalhando, e Kate ainda não está em casa. Quando ela retorna, bem mais tarde, Jack está bêbado, e quer saber onde ela estava. Kate tenta insistir para que Jack confie nela, mas ele não concorda, e perde o controle quando o nome de Sawyer é mencionado. Gritando coisas cruéis sobre como foi ele quem a "salvou", Kate finalmente diz que ele precisa procurar ajuda, pois ela não quer vê-lo agindo dessa forma perto do "filho" dela. Jack grita que ela "não é nada dele", quando Aaron aparece na porta. Kate vai até Aaron e Jack é visto saindo dali. ("Something Nice Back Home")

Algum tempo depois desses eventos, Locke apareceu para Jack com o nome de Jeremy Bentham. Locke explicou a Jack que coisas horríveis aconteceram na ilha e que isso era culpa de Jack. Essa conversa aconteceu antes do acidente de carro de Locke. Locke diz que Christian Shephard foi quem disse para mover a ilha, o que causa fúria em Jack. Essa conversa causa grande impacto em Jack e o leva para uma depressão. Começa a beber e a se drogar com remédios e começa a viajar com o cartão dourado da Oceanic. Jack esperava que um dos aviões caísse, ou na ilha, ou matando-o. ("The Life and Death of Jeremy Bentham")

Em um futuro mais distante, voltando a Los Angeles em um voo da Oceanic e visivelmente bêbado, Jack leu uma Notícia de Jornal que parecia tê-lo abalado muito. Ele então ligou para alguém, cujo celular estava desligado. Transtornado, ele parou seu carro na beira de uma ponte, subiu na beirada, pediu perdão a alguém e já estava preparado para jogar-se , quando ouviu o cantar de pneus e o grito de pessoas. Um acidente tinha acabado de ocorrer naquele local. Jack desceu da beirada e correu para ajudar as vítimas.

FutureJack.jpg

Jack mergulhado na depressão.

Na emergência do hospital, Jack levava pontos na testa e era cumprimentado pela médica, que o chamou de herói. Ele aproveitou para perguntar como estava a mulher acidentada e a médica respondeu que estava estabilizada. Nesse momento, Sarah entrou na sala. Ela perguntou a Jack se ele estava bem e se tinha voltado a beber e respondeu que não estava bem, perguntando o que ela estava fazendo ali. Ela respondeu que ainda estava listada como seu contado de emergência e ainda negou uma carona ao médico, dizendo que não seria apropriado.

No dia seguinte, Jack estava no quarto da mulher acidentada e olhava seu prontuário, quando Dr. Hamill entrou. Ele se apresentou e Jack fez o mesmo, fazendo com que o agora médico chefe o chamasse de herói. Jack pediu autorização para realizar a cirurgia da mulher, mas Hammill negou, dizendo que Jack merecia um descanso e pediu para que devolvesse os prontuários. Decepcionado, ele entregou os papéis, mas pediu para ser informado de qualquer alteração.

Jacknafarmacia.jpg

Jack tenta conseguir mais antidepressivos.

Ainda tentando falar com alguém no telefone e abusando de antidepressivos, Jack foi até uma casa funerária. Na sala de velórios, havia um caixão, mas ninguém participava da cerimônia. Jack perguntou ao agente funerário se ele tinha perdido o funeral, mas o homem respondeu que não tinha havido nenhuma cerimônia, por falta de quem acompanhasse. Até aquele momento Jack tinha sido o único a comparecer. O agente funerário saiu da sala e deixou o médico a sós. Ele se aproximou do caixão e parecia visivelmente emocionado. Mas se retirou logo em seguida.

Para sustentar seu vício, Jack foi até uma farmácia tentar conseguir mais antidepressivos, mais falhou, pois estava usando uma receita de seu pai. Então, recorreu ao estoque de remédios do hospital, de onde roubou algumas pílulas. Ao sair da sala, foi abordado por Dr. Hamill que contou que a mulher acidentada havia dito que se distraiu com um homem em cima da beirada da ponte e acabou batendo em outro carro. O médico-chefe deduziu que esse homem era Jack, pelo fato de ele ter chegado tão rápido ao local do acidente. Transtornado Jack negou que tivesse problemas e mandou que o Dr. chamasse o seu pai para saber quem estava mais bêbado.

Em seu apartamento, muito bagunçado e com mapas, bebidas, pílulas e bússolas por todos os lados, Jack se afundava cada vez mais na solidão e na depressão. Finalmente ele conseguiu falar com quem tanto procurava pelo telefone, mas a pessoa não parecia querer o mesmo. Depois de muito insistir, Jack conseguiu marcar um encontro do lado de fora do aeroporto de Los Angeles.

Jackkateforward.jpg

Jack dizendo a Kate que eles precisam voltar à Ilha.

Logo depois de chegar ao local combinado, a pessoa por quem Jack esperava, estacionou seu carro logo atrás e saiu. Era Kate, que pelo visto, também havia conseguido sair da Ilha. Ela comentou sobre o salvamento que Jack fez e parecia não querer estar ali. Então, Jack mostrou a ela o recorte de jornal, mas Kate não se interessou nem um pouco. Nervoso, Jack contou que estava usando bastante o “golden pass” que havia ganhado da Oceanic para viajar ao outro lado do mundo todos os fins de semana. Ele contou que tinha esperança de que o avião caísse e que conseguisse voltar para a ilha. Mas Kate disse que ele precisava esquecer aquilo, e o médico disse que estava cansado de mentir. Kate resolveu ir embora, como medo de que “ele” se zangasse, mas foi segura por Jack que continuava insistindo. Mas a Sardenta conseguiu se livrar e entrou em seu carro, deixando Jack sozinho e gritando que eles precisam voltar para a Ilha. ("Through the Looking Glass").

Wehavetogoback?.jpg

Kate critica Jack pela razão de voltar.

Kate parou o carro, saiu e continuou a conversar com Jack. Ela o condenou por querer voltar à ilha e por lhe mostrar o obituário de Jeremy Bentham quando ele sequer podia estar lá por ela e Aaron. Jack tentou acalmá-la, mas ela se recusou a ouvir. Ela entrou novamente no carro e partiu, deixando Jack sozinho.

Mais tarde, visivelmente perturbado, Jack voltou à funerária. Jack viu que ela já estava fechada, com a porta da frente trancada, mas Jack a arrombou e entrou para ver o corpo de Bentham assim mesmo. Jack ficou chocado ao ver que não estava sozinho. Ben Linus também estava lá. Ben explicou a Jack que, se ele quisesse voltar para a Ilha, ele deveria convencer todos os outros a voltarem também, incluindo o homem no caixão: John Locke. ("There's No Place Like Home: Parte 2")

2007 (5ª Temporada)

Depois de Ben remover o caixão da casa funerária, Jack e Ben foram para um hotel onde Jack removeu sua barba e eles discutiram sobre seus planos de reunir o resto dos Oceanic Six. Ben perguntou a Jack se Locke havia lhe dito alguma coisa sobre o que aconteceu após a ilha se mover,
Jackinformaben.jpg

Jack liga para Ben, informando que tem Sayid.

e Jack lhe respondeu que não. Mais tarde, Jack e Ben assistem o noticiário informando que Hurley havia escapado do Instituto Mental e que havia assassinado uma vítima em um hotel. ("Because You Left")

Enquanto no quarto do hotel, Ben jogou as pílulas de Jack no vaso sanitário, dando descarga. Ben explicou que Jack precisava ir para casa e fazer uma mala com tudo que ele queria "nesta vida", porque ele nunca mais voltaria. Um pouco depois, Hurley contatou Jack e marcou um encontro com David Reyes, o pai de Hurley, que levou Sayid inconsciente a ele. Jack levou Sayid ao hospital para tratamento, e quando chegou, telefonou para Ben, informando-o que havia Sayid. Jack tratou Sayid e o acordou. ("The Lie")

Jack estava checando Sayid quando a chefe de serviços clínicos o chamou e o avisou que ele não deveria estar ali, visto que foi suspenso do hospital por abuso de substâncias químicas. O celular de Jack toca e é Hurley. Ele diz que está feliz e pergunta como Sayid está. Jack diz que o iraquiano está bem e Hurley pede para Jack avisar Sayid que ele seguiu o conselho de não confiar em Ben e desliga. Ben chega ao hospital e os dois voltam para o quarto de Sayid, que acabara de atirar dardos tranquilizantes em um enfermeiro que queria sedá-lo.
Littleprince25.jpg

Jack ao encontrar Carole.

Quando Sayid acha um endereço no bolso do enfermeiro, Jack vê e diz que é o endereço de Kate.

Jack liga para Kate e consegue com que ela diga onde está porque ele quer vê-la. Ben diz a Jack que, depois de ele pegar Kate, é para encontrá-lo na doca 23 da marinha. Quando o médico encontra Kate, ela conta que alguém está querendo tirar Aaron dela e sabe da mentira, e que um advogado quer amostras de sangue dela e de Aaron. Quando Dan Norton sai de carro, Kate diz para Jack entrar no carro ou ir embora, e o médico entra.

Jack e Kate seguem Norton até um motel e percebem que o encontro do advogado é com a mãe de Claire, Carole Littleton. Jack diz que irá persuadir Carole dizendo que mentiram para o bem de Aaron e vai até o quarto dela. Quando Jack diz que mentiram pelo bem de Aaron, Carole fica confusa e pergunta quem é Aaron. Jack percebe que ela não é a cliente de Norton e volta para o carro de Kate. Lá, ele explica que Carole está processando a Oceanic Airlines e que não sabe quem Aaron é. Eles vão ao encontro de Ben e Sayid na marinha, mas Kate não sabe. Kate se assusta ao ver Ben, mas Jack conta que Ben está ali para ajudá-los e o defende quando Kate diz que é Ben o cliente de Norton, o que Ben confessa sendo verdade e pede desculpas a Jack. ("The Little Prince")

Quando Sun, que estava olhando toda a cena, sai do carro e aponta uma arma para Ben, Jack tenta acalmar a coreana, dizendo que ela acha que isso ajudará, mas que não é verdade. Jack também se assusta quando Ben diz que Jin está vivo e que ele pode provar. Quando Sun ameaça mais a vida de Ben e o ex-líder dos Outros diz que eles podem voltar para a ilha, Kate fica indignada e acusa Jack de estar fingindo preocupação com Aaron esse tempo todo. Jack tenta se defender, dizendo que não era fingimento, mas Kate não aceita e o manda ficar quieto e vai embora com seu filho. Ben consegue fazer com que Sun aceite ir ao lugar onde ele pode provar e Jack vai junto. No caminho, o médico pede desculpas a coreana, por não ter abaixado o helicóptero para salvar Jin. Sun indaga se o motivo das desculpas é para ela não matar Ben e Jack diz que depois do que Ben fez com Kate, se Sun não matar, ele o mata. Quando chegam à igreja onde está Eloise Hawking, Ben mostra a aliança de Jin para Sun dizendo que foi Locke quem o deu. Jack fica frustrado e diz que Ben mentiu dizendo que Locke não foi atrás dele. Ben diz que é verdade, e que foi ele quem foi atrás de Locke e assim. Desmond chega e os quatro entram na igreja, onde Eloise diz que iria começar com apenas quatro deles. ("This Place is Death")

Jack316.jpg

Jack no voo 316.

Eloise apresenta ao grupo O Farol, a primeira estação DHARMA construída para encontrar A Ilha. Depois de explicar as propriedade da ilha e sua futura localização no tempo, ela informa a Jack que os Oceanic 6 devem pegar o voo 316 para Guam, que deve passar por uma janela e transportá-los para a Ilha. Ela conversa em particular com Jack e lhe entrega a carta de suicídio de Jeremy Bentham, dizendo a ele que precisa encontrar algo que pertencera a seu pai.

Enquanto estava num bar, Jack recebe uma ligação informando que seu avô tentou fugir da casa de repouso. Ele descobre que o seu avô recebeu objetos que pertenceram um dia a Christian Shephard, incluindo um par de sapatos. Jack pode levá-los. Mais tarde em sua casa, ele encontra Kate em sua cama, que concorda em ir com ele para a Ilha sob a condição de que ele não deve perguntar sobre Aaron, e eles se beijam.

Na manhã seguinte, Jack vai para o aeroporto onde encontra Kate. Ele encontra Sun, e ambos veem Sayid sendo escoltado por uma policial desconhecida. Mais tarde, ele encontra Hurley, que comprou a maior parte dos assentos para o voo 316 para proteger outras pessoas de caírem na ilha. Assim que o voo decolou, ele descobre que é Frank Lapidus quem está pilotando a aeronave. Frank percebe que todos os Oceanic 6 e Ben Linus estão abordo, dizendo a Jack que obviamente eles "não estão indo para Guam". Durante o voo, ele lê a carta de John Locke, então o voo passa por forte turbulência. O voo é preenchido por uma intensa luz branca. ("316")

De Volta à Ilha

1977 ou Dias 1-5 (5ª Temporada)

Jack acorda no meio da mata em 1977. Encontra-se com Hurley e Kate na cachoeira e não avista nenhum dos outros passageiros do voo 316. Jack, Hurley e Kate escutam uma música, vinda de uma kombi da DHARMA que se aproxima da cachoeira. A kombi para, e um homem trajando um uniforme DHARMA e segurando um rifle apontado a eles salta do carro. Jack fica sem ação ao ver que o homem armado é Jin. ("316")

JackDHARMA.jpg

Jack com a DHARMA.

Jin avisa Sawyer sobre o grupo e o agora chefe de segurança vai até o encontro deles. Em um vale, Jack, Kate e Hurley saem da kombi e olham, felizes e surpresos, para Sawyer também em um uniforme da DHARMA. ("LaFleur")

Jack cumprimenta Sawyer, parecendo feliz. Ele é o primeiro a perguntar por que eles estão com jaquetas da DHARMA, pensando de início que a DHARMA voltou para a Ilha, e se surpreende ao saber que eles estão em 1977. Quando Miles começa a chamar repetidas vezes por Jin no rádio, Jack conta que o avião deve ter caído, e todos os outros, incluindo Sayid e Sun estavam no voo. Jin vai para a Chama e Sawyer, volta para a Vila. Jack, quando Sawyer volta com roupas, coloca uma camiseta azul de James e vai para a Vila. Jack junto de Hurley e Kate foram obrigados a se disfarçar de novos recrutas na Iniciativa DHARMA, ele assumiu posto de "Trabalhador" (mais um outro nome para zelador). Sua ficha de identificação foi feita por Pierre Chang, depois que Amy não pode fazê-la, pois acabara de ter seu bebê, Ethan. Os novos recrutas tiram uma foto, e logo em seguida, Jack vê Sayid, preso chegando como um hostil.

A noite, Jack procura a casa de Sawyer, para saber como salvar Sayid. Quem atende a porta, é Juliet. Os dois têm "um momento", e Jack vai falar com Sawyer. Sawyer diz a Jack que as coisas mudaram, "jogando na cara" que quando ele era o líder, muitas pessoas morreram. E agora, ele, pensa antes de agir, ao contrário de Jack. Jack vai embora depois do "sermão". ("Namaste")

Juliet conversa com Sawyer, preocupada se tudo que eles fizeram nos últimos 3 anos acabou agora que eles voltaram. Enquanto isso, Jack e Kate vão para o refeitório. Sawyer diz que nada mudou, e eles são interrompidos por Horace.

Jack é visto depois, tomando café da manhã com Kate e Hurley. Hurley traz waffles para eles. Jack diz que Sawyer o mandou ficar na dele, na noite anterior, e Kate diz que vai conversar com Juliet para saber o que Sawyer fará com Sayid. Hurley duvida que ela dirá algo porque "eles estão juntos", deixando escapar que Saywer e Juliet agora são um casal. Jack confirma que já sabia disso. À noite, durante o incêndio, Jack ajuda o resto do grupo a apagar a casa em chamas. ("He's Our You")

Jacknotsaving.jpg

Jack perguntando a Miles se estão aprisionados.

Logo após o incêndio, junto de outros recrutas, Jack ouve o discurso de Horace. Horace diz que alguém libertou o prisioneiro, e Jack faz perguntas, então Horace diz que foi um deles quem libertou Sayid, já que nenhum hostil foi visto atravessando a cerca sônica.

Ao perceber que as coisas estão fora de controle, Sawyer manda Miles manter Jack, Kate e Hurley numa casa, sob a vigilância dele. Jack é o primeiro a pensar que Sawyer está os aprisionando. Kate diz que ele não está aprisionando, apenas fazendo seu trabalho. Durante esse "aprisionamento", Sawyer vem pedir ajuda a Jack para operar o jovem Ben, que levou um tiro de Sayid. Jack pensa por instantes, mas se recusa a ajudar de qualquer jeito, aceitando deixar Ben morrer. Jack está fazendo sanduíches, quando Kate vem e briga com Jack, perguntando por que ele não quer ajudar Ben. Jack "joga na cara" que daqui 27 anos Ben o prenderá em uma jaula e Jack o operará, por causa de Kate. Ele diz que já salvou Benjamin Linus uma vez, não precisa fazer isso de novo. Kate diz que é culpa deles Ben estar com uma bala no peito, mas Jack retruca, dizendo que já esteve na Ilha uma vez, e durante aquele tempo, ficou tentando consertar as coisas. E diz que a Ilha talvez quisesse consertar as coisas ela mesma e ele estivesse atrapalhando. Kate diz que não gosta do "novo Jack", e Jack diz que ela não gostava do "antigo".

Mais tarde, quando Jack está no banho, e Hurley e Miles conversando, Juliet invade a casa dele. Juliet diz a Jack, em particular, que ela precisou dele, para ajudar Ben, que ainda não é o "monstro" que se tornará no futuro. Jack diz que não vai ajudá-la, mas Juliet responde que não está pedindo a ajuda dele, que ele deixou claro que não se importava, e quem estava ajudando ela, eram Sawyer e Kate. Jack diz que voltou porque se importava, que voltou para salvá-los. Juliet diz que não precisavam ser salvos, eles ficaram bem por três anos, e diz que ele é um egoísta, que só voltou por ele mesmo. Quando ele diz que voltou porque precisava fazer algo, mas ele só não sabe o quê, ela diz que é melhor ele descobrir. ("Whatever Happened, Happened")

Jackkatehurleyreunioun.jpg

Jack, Kate e Hurley escutando Sawyer falar.

Jack cobre o turno de Roger, pensando que, já que seu filho foi sequestrado, ele não vai trabalhar. Jack está limpando uma sala de aula, quando Roger entra. Ele chega nervoso e bastante irritado, culpando Kate e achando que ela sequestrou Ben. Jack defende Kate dizendo que Roger está bêbado e Kate nunca faria nada para machucar o filho dele.

Jack, mais tarde no mesmo dia, vai à casa de Sawyer e Juliet para avisar que Roger estava desconfiando dela. ("Some Like it Hoth")

Cedo na manhã seguinte, Daniel Faraday aparece na casa de Jack e freneticamente o questiona como ele retornou à ilha. Jack conta-lhe sobre o avião e sobre a mãe de Daniel, Eloise Hawking, quem havia o persuadido a voltar. Quando perguntado se Eloise falou sobre destino, Jack responde que sim. Daniel conta que sua mãe estava errada, e que Jack não pertence àquele lugar. Subsequentemente, ele vai à casa de Sawyer e lhe informa do retorno de Daniel e sua partida para a Orquídea. Sawyer, então, mostra a Jack seu próprio problema – Phil, amarrado no armário por ter descoberto que Sawyer e Kate haviam pegado Ben e sumido com ele na floresta. Mais tarde, Jack, Kate, Sawyer, Juliet, Jin e Hurley se encontram na casa de Sawyer e Juliet para discutir suas opiniões. Sawyer sugere sair da Ilha pelo submarino ou seguir para a floresta e "começar do começo".

Jackworried.jpg

Jack perguntando se Kate vai com ele.

O grupo é interrompido quando Miles e Daniel chegam perguntando onde este último pode achar os Hostis para então achar sua mãe. Quando Sawyer se recusa a ajudar, Jack pede para Kate ajudá-lo levando Daniel ao acampamento dos Hostis. Sawyer argumenta que Jack está cometendo um erro e que ele, Jin, Hurley e Juliet iriam encontrá-los na praia quando seu plano falhasse.

Jack, Kate e Daniel vão à oficina para se armarem, mas são interrompidos por Radzinsky e dois outros funcionários da DHARMA. Quando Radzinsky vê as armas deles, ele acusa Daniel de mentir sobre as intenções do grupo e inicia-se um tiroteio. Jack lhes dá cobertura para que possam chegar ao jipe e atira num tambor de gasolina, causando uma enorme explosão, que os permite fugir. Quando chegam à cerca sônica, Jack cuida do pescoço ferido de Daniel enquanto Kate digita o código revelado por Juliet. Daniel lembra a Jack que 1977 era agora "o presente deles" e que eles fariam bem de lembrar que ainda estavam sob o risco de se ferirem ou morrerem, independentemente da presença deles no futuro. Quando Jack, Daniel e Kate param num riacho para descansar, Jack pede a Daniel para explicar suas intenções. Daniel revela seu conhecimento do enorme desastre causado pela liberação gigantesca de energia na Estação Cisne. Daniel, então, revela sua intenção de consertar as coisas detonando uma bomba de hidrogênio ("Jughead"), numa tentativa de impedir a catastrófica liberação de energia, consequentemente prevenindo os efeitos que levaram ao acidente do Oceanic 815. Jack, Daniel e Kate chegam sem serem percebidos ao acampamento dos Hostis, e Daniel decide entrar sozinho. Jack tenta detê-lo, mas Kate o deixa ir, enquanto ambos o observam entrar no acampamento. ("The Variable")

Jack e Kate começam a discutir o que fazer, e se Daniel é louco. Jack acha que ele sabe o que está fazendo. Jack diz que é o único jeito de colocar as coisas em seus devidos lugares. Jack então diz que acha que é por isso que eles voltaram em 1977, para mudar o que aconteceu. Jack e Kate ouvem o tiro que Daniel levou e Jack quer ir ajudar, mas Kate o impede, e dois homens vem na direção deles em cavalos. Um, com um rifle, bate e derruba Jack. O outro aponta seu rifle para o cirurgião e os leva para o acampamento.
JackIsDown.jpg

Jack é derrubado pelos Hostis.

O homem leva Kate e Jack, e Eloise, que atirou, matando Daniel, pergunta se os dois vieram com Dan. Jack confirma e ela manda levá-los à sua tenda. Erik deixa-os lá, e Kate pergunta o que significa "colocar as coisas em seus devidos lugares". Jack diz que se o voo 815 pousasse em Los Angeles, todos os que eles perderam desde que chegaram lá estarão vivos. Kate pergunta: "E nós? Seguiremos com nossas vidas por não termos nos conhecido?" Jack confirma, dizendo que evitariam todo o sofrimento, apesar de Kate achar que nem tudo foi sofrimento, mas Jack diz que foi o bastante. Eloise entra, com o Diário de Daniel, e pergunta para que o "amigo" deles usaria a bomba. Jack diz que ela não acreditaria. Eloise se agacha e diz que quando ela tinha 17 anos, ela levou um jovem homem até a Bomba de Hidrogênio. Ele a mandou enterrá-la e se ela o fizesse, as coisas sairiam esplendidamente bem. E ele sabia disso porque era do futuro. E desapareceu. Então ela diz que 10 minutos antes ela atirou e matou o mesmo homem, que dizia ser seu filho. Ela mostra o diário e a mensagem da abertura: "Daniel; Não importa o que ocorra, sempre se lembre que eu te amo; Mãe" e pergunta como aquilo pode ser a letra dela se ela não se lembra de ter escrito. Jack diz que é porque ela ainda não escreveu. Eloise jura acreditar nele. Jack conta que eles vieram do futuro e o que ela fez foi um acidente, mas ela pode desfazer. Eloise quer saber como e Jack diz que se eles fizeram o que está no diário, eles podem salvar Daniel. Se eles detonarem a bomba, Jack acredita que será possível impedir tudo que aconteceu no futuro. Eloise pergunta para Kate se Jack sabe o que está fazendo, mas Kate diz que ele acha que sabe. Eloise diz que a bomba foi colocada no subsolo há 20 anos, mas, desde então, um grupo criou uma Vila inteira em cima dela.
5x15-JackComesFromTheWater.jpg

Jack chega aos túneis.

Eloise acha que como os dois estão infiltrados, será fácil entrar, mas Jack diz que não será fácil. Fora da tenda, enquanto Eloise e o homem que trouxe Jack conversam (Jack percebe que ela está grávida), Jack é desamarrado por Richard. Jack pergunta quem é o homem com quem Eloise está conversando e Richard diz que é Charles Widmore, dizendo que a relação dos dois é complicada. Eloise chama Erik e Richard, e partem os cinco até a bomba: Eloise, Kate, Jack, Richard e Erik.

Os cinco chegam a um rio. Eloise diz que é melhor eles saberem nadar, e Kate sugere dar a volta no lago. Eloise diz que, para chegar à bomba, eles devem mergulhar e chegar aos Túneis. Kate diz que não quer fazer parte disso, e então ameaça deixar o grupo. Ela começa a sair, quando Erik diz que a matará se ela for embora, mas leva um tiro de Sayid, que vem dos arbustos, matando Erik. Jack conta a Sayid que planeja mudar o futuro, detonando a bomba de hidrogênio, e assim impedir o voo 815 de cair. Sayid diz que matou Ben criança e eles continuam lá. Kate diz que não matou, porque ela o salvou. Sayid quer saber o porquê e ela diz que não sabe desde quando matar crianças e explodir bombas de hidrogênio se tornou legal. Kate deixa o grupo e diz que vai voltar para a Vila. Sayid se junta para ajudá-los. Richard desce primeiro, seguido por Jack, Eloise e, por último, Sayid. Jack pergunta onde eles estão, e Richard chama o lugar de Os Túneis. Jack pergunta como eles tirarão a bomba, e Richard fala do tamanho e do peso da bomba, afirmando que não será pelo lago, será do mesmo jeito que a trouxeram. Eles andam por uma sala, onde acham algo coberto. Richard descobre o objeto, e é a bomba de hidrogênio, em uma espécie de base com rodas. Eloise pergunta o que eles farão em seguida. ("Follow the Leader")

5x16-5x17-81.jpg

Jack tenta convencer Roger a não atirar em Sayid. ("The Incident").

Depois de ler o Diário de Daniel, Sayid se dá conta de que eles podem extrair o núcleo termonuclear da bomba e levá-lo para o local de construção do Cisne com certa facilidade. Jack o ajuda a remover o núcleo e, depois, eles seguem Richard e Eloise para uma parede de concreto que Richard quebra, revelando o porão da casa de Horace Goodspeed. Depois que Sayid veste o uniforme da DHARMA de Horace, ele e Jack caminham através das barracas, onde Roger Linus reconhece Sayid como o homem que atirou no seu filho e atira em Sayid no abdome. Explode um tiroteio no qual Jack atira e presumidamente mata três membros da Iniciativa DHARMA antes que uma kombi com Hurley, Jin e Miles chegue e os salve, escapando com segurança. Jack instrui Hurley a dirigir até o Cisne enquanto, enlouquecidamente, tenta tratar os ferimentos de bala de Sayid. Enquanto o trata, Sayid informa a Jack que ele pode reprogramar a bomba para que ela exploda por impacto, após o que a kombi para de repente, revelando Kate, Sawyer e Juliet de pé na estrada na frente deles.

5x16-JackHoldsJughead.jpg

Jack segura o núcleo da bomba "Jughead". ("The Incident")

Sawyer pede um minuto do tempo de Jack e eles vão para um lugar distante do resto do grupo para conversar. Jack e Sawyer argumentam um com o outro, Jack tentando convencer Sawyer de que eles precisam detonar a bomba e Sawyer tentando convencer Jack de que não havia necessidade de mudar o passado, e de que o que está feito, está feito. Quando se torna claro que Jack não iria ceder ao seu ponto de vista, Sawyer o soca, e uma furiosa briga tem lugar, apenas finalizada por Juliet, que pede a Sawyer para parar depois que Jack está terrivelmente ferido. Jack anda uma distância curta para dar uma olhada no local de construção do Cisne, onde Kate vai ao seu encontro e ameniza seus ferimentos. Jack lhe pergunta por que ela concordou em voltar à Ilha e porque deixou Aaron para trás. Kate lhe revela que sua intenção era voltar à Ilha para reunir Aaron e sua mãe, e, quando Jack pergunta se ela poderia ajudá-lo no plano de detonar a bomba, ela concorda.

Depois de voltar para a kombi e receber o núcleo da bomba de Sayid, ele vai sozinho até o local de construção do Cisne, onde um grupo de membros da Segurança da DHARMA havia acabado de chegar. Ele é alvo de Phil, contudo, quando está quase sem saída, o resto do seu grupo chega na kombi e o ajuda a atacar o local. Jack presumidamente mata um dos seguranças, e ele e os outros, com sucesso, matam ou neutralizam todos os membros da DHARMA presentes. Depois de um olhar de aprovação de Kate, Jack joga a bomba dentro do buraco da perfuração. Inicialmente, nada acontece, mas, após um instante, um severo Incidente eletromagnético ocorre, e todos os objetos de metal na área começam a ser puxados para o buraco, incluindo uma caixa de ferramentas que bate na cabeça de Jack por trás, deixando-o inconsciente. Após um instante, Jack acorda para ver Kate tentando desesperadamente puxar Sawyer do buraco, no qual Juliet havia acabado de cair. Jack ajuda Sawyer a sair do buraco, e, momentos depois, a bomba é detonada por Juliet. ("The Incident")

2007 ou Dias 5-14 (6ª Temporada)

Katejamesjackandmilestriestosavejuliet.jpg

O grupo tenta salvar Juliet. ("LA X, Partes 1 & 2")

Junto com todos os sobreviventes, Miles e Juliet, Jack foi mandado de volta para 2007. Jack estava ao lado de Sawyer. Kate acordou Jack, que abriu os olhos perguntando onde eles estão. Kate responde que estão na escotilha e Jack parece surpreso por ela ter sido construída e seu plano ter falhado. Sawyer apareceu e deu um chute no rosto de Jack, que rola para dentro do buraco. Sawyer acusando Jack de ter matado Juliet.

Kate está tentando separar os dois, quando Jin chega pedindo para Jack voltar para ajudar Sayid, que está morrendo. Eles então ouvem a voz de Juliet no fundo de um poço, no centro do terreno e coberto por destroços e começam a tentar salvá-la. Porém, há uma viga pesada no caminho, que eles retiram com a ajuda da kombi e uma corrente. Sawyer então desce para salvar Juliet, sem antes avisar a Kate que, se Juliet morrer, ele vai matar o Jack. Enquanto isso, Jack foi até a Kombi, avaliar o estado de Sayid. Ele diz que não tem nada que possa fazer, mas Hurley interrompe dizendo que pode. Jack aceita, em vista que não tem outra esperança. Hurley diz que eles devem levar Sayid até O Templo, para curá-lo na Fonte.

Hurleysgroupdogenandtheankh.jpg

O Anhk, com os nomes dos sobreviventes, prova que eles foram mandados por Jacob. ("LA X, Partes 1 & 2")

Na manhã seguinte, Hurley, Jack, Jin, Kate e Sayid, vão até o templo, todos descem pelo buraco mostrado por Jin e começam a andar pelos túneis. Kate vai frente e começa a ouvir os sussurros e então é levada por pessoas estranhas que estão lá embaixo, Jack vai procurá-la, mas é capturado também, e essas pessoas também capturam Hurley, Jin e Sayid. Na verdade, essas pessoas são os Outros, o grupo remanescente do Templo. Jack é feito de refém, e é salva quando Hurley diz para os Outros que eles foram mandados por Jacob. Jack é obrigado a dizer seu nome e diz também o de Sayid, e assiste enquanto os Outros tentam curar Sayid, mergulhando-o numa fonte. Ele, junto de seus amigos, quando veem Sayid se debatendo na água, os manda tirarem de lá, e numa tentativa de obrigar Dogen a tirá-lo da Fonte, leva um golpe e cai no chão. Jack é obrigado a assistir Sayid morrer. Mais tarde, quando Sawyer e Miles são capturados, Kate limpa os ferimentos de James, e o ouve dizer que não mataria Jack. Jack ficou com os demais sobreviventes remanescentes no Templo quando os Outros os mantêm lá dentro para protegê-los do Inimigo de Jacob. Jack então, foi chamado por Lennon para uma conversa, mas disse que só conversaria se fosse ali. Enquanto discutiam, Jack viu, espantado, Sayid ressuscitar. ("LA X, Partes 1 & 2")

Imediatamente Lennon saiu da sala. Jack examinou Sayid, que fica confuso com o ocorrido. Sayid pergunta o que aconteceu. Jack responde que ele morreu. Jin e Jack, levam Sayid para o lado de fora do Templo. Quando Jack vê que o tiro que Sayid tomou está cicatrizado, Sayid agradece por Jack ter salvo sua vida. Dogen, logo chega, e antes que eles possam conversar, Sawyer atira para o alto e foge do Templo. Kate vai persegui-lo e Jack diz que até iria junto. "Mas o Sawyer te mataria", completa Kate e parte.

Jacksayidtempleoutside.jpg

Jack examina Sayid do lado de fora do Templo. ("What Kate Does")

Jack fica na sala da Fonte, enquanto Sayid é torturado por Dogen. Depois da tortura, Sayid é levado de volta para a sala da Fonte, e Jack pergunta o que aconteceu. Sayid conta que foi torturado, mas não lhe perguntaram nada. Nervoso, Jack vai até o escritório de Dogen e começa a discutir com ele. Dogen afirma que Sayid foi infectado e não o torturou: o diagnosticou; Jack, precisa dar uma pílula para Sayid, para que ele possa se curar. Jack pergunta o que tem na pílula, mas Dogen apenas diz que é um remédio e fala para Jack que é sua chance dese redimir por todas as pessoas que morreram ou se feriram ajudando-o. Jack pega a pílula e vai falar com Sayid. Jack conta que na verdade, não foi ele quem o salvou e mostra a pílula. Sayid pergunta o que é aquilo, e Jack lhe responde que segundo Os Outros, era um remédio. "E segundo você?", pergunta Sayid, que completa dizendo que não se importa com quem o salvou; se importa com quem ele confia, e confia em Jack, portanto, se Jack quiser que ele tome o remédio, ele tomará.

Pouco tempo depois, Jack voltou ao escritório de Dogen com o remédio. Dogen diz para Jack que aquele é o único jeito de salvar Sayid, e precisa que Jack confie nele. "Eu não confio nem em mim mesmo, como vou confiar em você?", responde Jack, e diz em seguida "Vamos ver onde a confiança nos leva", e engole o remédio. Imediatamente, Dogen começa a chutar e socar o estômago de Jack, forçando-o a cuspir a pílula. Relutante, Dogen revela a Jack que a pílula é um veneno.

Minutos mais tarde, Jack está com Dogen e Lennon no escritório, e Dogen lhe dá chá. Jack pergunta porque eles querem matar Sayid - novamente. Dogen, é obrigado a lhe dizer. Um mal, está tomando conta de Sayid, e quando esse mal chegar ao coração, Sayid nunca mais será a pessoa que foi antes. Jack pergunta como ele tem certeza disso, e Dogen responde que aquilo foi o que aconteceu com a irmã de Jack. ("What Kate Does")

6x04-Jacob's WallShepherd.jpg

"23 - SHEPHARD"

Em outro lugar na Ilha, O Inimigo levou Sawyer até a Gruta de Jacob, onde lhe mostrou uma parede cheia de sobrenomes, a maior parte deles, riscados. O Inimigo explicou para Sawyer que todas as pessoas correspondentes aos nomes ali, eram Os Candidatos. Todos tinham sido recrutados por Jacob em algum ponto de sua vida (mesmo sem saberem, apenas pelo fato de terem conhecido Jacob), para que um deles, assumisse seu posto, como protetor da Ilha, sendo que todos os nomes riscados, não eram mais candidatos. "Shephard", é o candidato número 23. E assim, todo candidato tem três opções: ficar na Ilha até seu nome ser riscado; assumir o posto ou sair da Ilha. ("The Substitute")

No templo, Jack ficou olhando para a água, até Dogen vir falar com ele. Jack e Dogen trocaram algumas palavras, em que Dogen admitiu que não deixaria Jack sair do Templo, e Jack disse que Kate, Jin e Sawyer provavelmente não voltariam para lá.

Jackatthecaves-again.jpg

Jack conta para Hurley sobre como encontrou as cavernas

Sayid e Jack conversaram sobre a contaminação que Sayid tinha contraído. Pouco tempo depois, Hurley veio falar com Jack. Hurley disse para Jack segui-lo para fugir do Templo, mas Jack não aceitou. Hurley então começou a conversar com Jack, e disse que Jacob tinha pedido que ele lhe dissesse que ele "tem o que é necessário". Jack associou essa frase a seu pai, Christian e rapidamente aceitou seguir Hurley, para falar com Jacob.

Na selva, Jack e Hurley logo encontraram Kate. Jack a convidou para ir com eles, mas Kate não aceitou, dizendo que também não voltaria para o Templo: ela ia procurar Claire. Continuando o caminho, Jack e Hurley conversaram sobre o relacionamento de Jack e Kate, onde Jack disse que seria um péssimo pai, e logo chegaram nas cavernas. Jack encontrou um inalador, que pertencia a Shannon, pelo qual, Jack e Sayid torturaram Sawyer. ("Confidence Man") Nas cavernas, Hurley teorizou que eles fossem os corpos encontrados lá, depois de viagens no tempo. Jack então lhe contou que tinha encontrado aquele lugar seguindo o espirito de seu pai, e não procurando água.

Na sequencia, Jack contou para Hurley que tinha voltado para A Ilha porque estava devastado, e pensou que aquele lugar fosse curá-lo, e então, eles chegaram no Farol, em que eles entraram após Jack derrubar a porta.

Lost.s06e05-lighthouse.jpg

Jack e Hurley no topo do Farol

No topo do Farol, Jack ajudou Hurley a posicionar os espelhos até 108º, porque Jacob tinha mandado Hurley fazer aquilo. Jack ficou observando enquanto Hurley girava a roda, até perceber que quando Hurley passou por 42º, ele viu o reflexo de uma igreja coreana. Observando a roda, Jack percebeu que haviam nomes ao lado de todos os graus: Os Candidatos. E seu nome, "Shephard", assim como na gruta de Jacob, estava ao lado do número 23. Jack, então, tomou o controle das correntes e as girou até 23. A imagem que apareceu nos espelhos foi a casa em que ele vivia quando era jovem. Raivoso, ao perceber que Jacob estava provavelmente vigiando todos eles, Jack pegou uma luneta e quebrou todos os espelhos. Jack deixou o Farol e ficou sentado perto dali, olhando o oceano. Na hora, Jacob apareceu para Hurley e lhe disse que ver o que estava nos espelhos, era a única forma de perceber o quão importante ele realmente é. ("Lighthouse")

6X07 RichardAndJack.jpg

Jack e Richard conversam enquanto a dinamite queima. ("Dr. Linus")

Na manhã seguinte, Jack chamou Hurley para que eles voltassem para O Templo. Hurley enrolou, mas Richard Alpert apareceu na selva, e disse aos dois que eles estavam indo na direção errada. Eventualmente, Hurley perguntou porque Richard não envelhecia, e Richard lhe responde que é por causa de Jacob. Jack questionou, perguntando o que ele sabia sobre Jacob. Richard respondeu que Jacob estava morto. Jack seguiu Richard, pensando que eles estavam indo até o Templo, porém, eles estavam indo até o Black Rock. Richard disse para Jack que ele e Hurley não deveriam seguir as ordens de Jacob, e também não deviam ir para o Templo, porque todos lá estavam mortos. Richard então, entrou na caravela, dizendo que ia se matar. Jack o seguiu, e Richard lhe contou que ele não conseguiria se matar, portando precisava que Jack acendesse uma dinamite para ele e depois saísse do navio. Richard ainda disse que dedicou muito mais tempo do que Jack podia imaginar ào plano de Jacob, e agora, o líder estava morto, portanto, não via sentido em sua vida. Jack concordou em acender a dinamite. Mas enquanto o pavio queimava, Jack explicou claramente para Richard, que nenhum dos dois ali, morreria. Ele tinha certeza que o plano de Jacob ainda não tinha acabado, e conta para Richard sobre o farol, e conclui que Jacob queria que Jack visse seu nome, o reflexo da casa no espelho e entendesse "algo". A dinamite então se apaga e Jack chama Richard para voltar com eles para "onde tudo começou". Mais tarde naquele dia, Hurley, Jack e Richard voltaram para o acampamento da praia, onde encontraram Miles,Sun, Ben, Ilana e Frank. ("Dr. Linus")

6X09 Group.jpg

O grupo reunido no acampamento. ("Ab Aeterno")

Jack, junto de Hurley, Sun, Frank, Miles, Ben e Ilana, estavam ao lado de uma fogueira, e Richard perto deles. Ilana e Sun explicaram que ele, Sun, e Hurley, são candidatos para substituir Jacob. Jack pede uma explicação e Richard diz que todos eles estão literalmente mortos e não estão numa Ilha: estão no inferno. Richard diz que ele vai começar a escutar outra pessoa e abandona o acampamento.

Jack interrompeu Ilana, que estava carregando seu rifle para buscar Richard, e diz que Richard estava louco e se ele se importasse com Jacob, ele não estaria falando sobre escutar outra pessoa. Ele pergunta sobre quem Richard se referiu, quando falou sobre "outra pessoa". Sun lhe responde Locke, mas Ben explica que não é "exatamente" Locke. Jack então, vai falar com Hurley, que está perto dali, falando em espanhol sozinho. Jack deduz que Hurley está falando com Jacob, e pergunta o que ele está dizendo. Mas Hurley lhe responde que não é Jacob, e Jack não tem nada a ver com aquilo. Hurley então entrou na selva. ("Ab Aeterno")

No dia seguinte, Jack seguiu Sun depois que ela foi até sua antiga horta, mas ela agiu com ignorância à suas tentativas de acalmá-la. Mais tarde, ela voltou ao acampamento machucada e Jack a examinou, concluindo que ela estava sofrendo de afasia. Hurley volta ao acampamento com Richard, que decide que eles vão usar dinamite do Black Rock para explodir o avião da Ajira e impedir que o Homem de Preto saia da Ilha, mas Sun não gosta da ideia. Jack se aproximou dela naquela noite com um bloco de notas para que ela pudesse se comunicar. Sun escreveu que ela confiava em Jack e ele lhe prometeu que encontrariam Jin, embarcariam no avião e sairiam da Ilha. No dia seguinte, Ilana explodiu, manuseando dinamite e Jack sugeriu que eles fizessem outra coisa ao invés de explodir o avião. Apesar disso, no caminho para buscar mais dinamite ele disse a Hurley que confiava nele e conversou com Ben sobre como a Ilha mata quando ela não precisa mais de alguém. Perto do Black Rock, o grupo percebeu que Hurley não estava com eles, quando ele vêm correndo, e gritando. Logo após, o Black Rock explode. Em seguida, o grupo se dividiu. Jack decidiu seguir com Hurley e eles foram "conversar" com O Homem de Preto.

612-40.jpg

Jack e o resto chegam ao acampamento do Inimigo. ("Everybody Loves Hugo")

Ao chegarem, "Ele" conversou com Jack em particular, revelando-lhe que tinha aparecido para Jack sob a forma de seu pai desde que ele chegou na Ilha. Depois, ele e Claire tiveram um momento juntos, o primeiro, desde que descobriram que eram irmãos. No acampamento do Homem de Preto, estavam Kate, Sawyer, Sayid e Claire. O Homem de Preto então, seguiu para a outra Ilha, pedindo que Sawyer o ajudasse, buscando seu barco. A sós com Sawyer, Jack concordou com seu plano de roubar o Elizabeth, mas quando ele e seu grupo entraram a bordo do barco, Jack percebeu que não era seu destino sair da Ilha. Sawyer obrigou Jack a descer do barco e quando ele chegou na praia, encontrou O Homem de Preto, que percebeu a fuga de Sawyer. Widmore começou a atacar a Ilha então, e um de seus mísseis quase atingiu Jack, mas O Homem de Preto o carregou para longe dali, dizendo que ele estava com "Ele" agora. ("The Package")  ("Everybody Loves Hugo")  ("The Last Recruit")

A noite, Jack acordou em uma canoa. Ele tinha sido levado por Sayid e pelo Homem de Preto enquanto estava inconsciente, até a Ilha da Hidra. O Homem de Preto, então, apareceu e pediu a Jack que ele o ajudasse a libertar Kate, Sawyer, Hurley, Sun, Jin, Frank e Claire, que tinham sido aprisionados por Widmore. Jack não confia nele, mas O Homem de Preto, como prova de confiança, diz para Jack, que ele poderia matar todos eles e eles não podiam evitar, mas ao invés disso, ele tinha salvo eles todas as vezes. Jack concorda em salvar seus amigos, mas diz que não sairá da Ilha. Sayid desativa o gerador e o Homem de Preto - como Monstro - mata os guardas de Widmore para Jack libertar o grupo, que foi preso novamente, nas jaulas. Jack leva-os até o avião da Ajira, mas O Homem de Preto encontra C-4 no voo e diz que eles devem pegar o submarino para deixar a Ilha, guardando os explosivos em sua mochila. Novamente, Sawyer diz a Jack que não podem deixar O Homem de Preto sair da Ilha, portanto, pede que Jack - que decide ficar - impeça ele de entrar no submarino.

Na doca, Jack e O Homem de Preto vão entrar no submarino por último, para dar cobertura para os outros. O Homem de Preto então, entrega sua mochila - com a C-4 - para Jack. Eles vão, e enquanto estão no caminho para o submarino, O Homem de Preto pede que Jack reconsidere sair da Ilha, dizendo que quem disse que ele precisava ficar, não sabia do que estava falando. Jack então para e lhe diz que "John Locke lhe disse que ele precisava ficar" e com seu rifle, empurra O Homem de Preto na água. Então, os homens de Widmore começam a atirar neles e atingem Kate. Jack leva Kate para o submarino enquanto Claire troca tiros com eles. O Homem de Preto então, sai da água e mata vários dos homens de Widmore, mas na hora que volta para entrar no submarino, Sawyer fecha a portinhola, antes que O Homem de Preto ou Claire, embarquem.

614-33.jpg

Jack pede para que Hurley leve Kate para fora do submarino. ("The Candidate")

Jack pede o kit de primeiros-socorros, mas Hurley não encontra. Jack procura algo em sua mochila para estancar o ferimento de Kate, mas encontra a C-4 com um relógio, em contagem regressiva em 3:54. Eles tentam emergia o submarino, mas não têm tempo suficiente, e ainda percebem que fizeram exatamente o que O Homem de Preto queria. Sayid não sabe se consegue ou não desativar a bomba, até que Jack percebe algo: O Homem de Preto não pode sair da Ilha, a não ser que todos os candidatos estejam mortos, mas como ele não pode matá-los, está tentando fazer com que eles matem uns aos outros. Com isso, ele diz que nada acontecerá quando o relógio chegar em 0. Sawyer não acredita em Jack e tenta desarmar a bomba, apenas para descobrir que acabou de ativá-la. Sayid conta rapidamente para Jack que Desmond está em um poço na Ilha principal, a uns 800km de onde eles tinham partido. Jack pergunta porque Sayid está lhe dizendo aquilo e Sayid diz a Jack que "Locke" quer Desmond morto, por isso eles precisarão dele e ainda completa que "será" Jack. Sayid pega a bomba e corre pelo submarino até o mais longe possível, salvando os demais da explosão. Com a explosão, o submarino começa a inundar, afundar; Frank Lapidus morre quando uma porta atinge sua cabeça e Sun fica presa embaixo de vários objetos. Jack fica tentando salvá-la e entrega para Hurley um tubo de oxigênio, pedindo que ele leve Kate - que está ferida - para a superfície. Tentando salvar Sun, Sawyer é atingido na cabeça por um cano e fica inconsciente. Jin manda Jack levar Sawyer para a superfície pois ele ficará tentando salvar Sun. Jack diz para Jin que deixará o último tubo de oxigênio para ele e Sun, dizendo que pode salvar Sawyer sem ele, mas Jin discorda, dizendo que Jack não pode. Jin fica com Sun no submarino que afunda, quando Jack consegue levar Sawyer de volta para a superfície, chegando em uma praia na Ilha principal onde encontram Hurley e Kate. Ele lhes conta que Jin e Sun morreram, e anda até a costa, onde chora pela perda dos amigos. ("The Candidate")

Na manhã seguinte, Jack costurou o ferimento de Kate para que ele não infeccionasse. Ela lhe contou sobre Ji Yeon e disse a Jack que eles precisavam matar O Homem de Preto. Jack concordou. O grupo então, seguiu o último conselho de Sayid, indo procurar Desmond no poço. Sawyer teve uma conversa a sós com Jack, em que percebe que foi ele o culpado pelas mortes de Sayid, Sun e Jin, mas Jack discorda, dizendo que o culpado era o Homem de Preto. Enquanto seguiam para o poço, o grupo foi interceptado por Jacob, que pegou suas cinzas com Hurley e pediu que ele chamasse Jack, Sawyer e Kate para que eles tivessem uma conversa. Quando os quatro estavam reunidos em volta da fogueira de Jacob, Hurley disse a Jack, Sawyer e Kate que Jacob estava ali, porém, daquela vez, todos puderam vê-lo.

616-17.jpg

Jacob passa sua função para Jack. ("What They Died For")

Jacob então explicou que os quatro eram candidatos para substitui-lo. Essa substituição, implica em proteger O Coração da Ilha do Homem de Preto, impedindo que ele apague a luz que se encontra lá. Ele lhes explica que tinha cometido um erro muito tempo atrás e tinha resultado no que eles conheciam como "O Monstro". Sawyer perguntou por que eles deviam pagar pelo que Jacob fez e completa que estavam todos bem antes de tudo aquilo. Mas Jacob discorda, dizendo que tinha escolhido eles porque eram todos iguais a ele: solitários e precisavam daquela Ilha tanto quanto ela precisava deles. E quando Kate pergunta porque o nome dela estava riscado, Jacob diz que é porque ela se tornou mãe, mas mesmo assim, se ela quiser a função é dela. Jacob lhes diz que eles devem fazer o que ele não foi capaz e Jack pergunta se é possível matar O Homem de Preto. Jacob não sabe, mas espera que seja, pois com certeza ele tentará matar eles. Jacob então, diz que dará a eles uma chance que nunca lhe foi dada: uma escolha. Sawyer, Hurley e Kate não se manifestam, mas Jack aceita o cargo, percebendo que aquele era seu destino, era o motivo pelo qual ele estava ali. Jacob pede que ele reafirme sua escolha e Jack concorda mais uma vez.

Jack e Jacob vão até um rio, onde Jacob pega um copo com Jack. Jacob então realiza um ritual, pegando água do rio; o mesmo ritual que a Mãe tinha realizado mais de dois mil anos antes, até completando com a mesma frase, dizendo que agora, eles eram iguais depois que Jack bebe a água. Jack pergunta por quanto tempo realizará essa função e Jacob lhe responde que ele realizará esse trabalho o tempo que ele puder. No fim, ele fiz a Jack onde encontrar A Fonte, o coração da Ilha e pede que ele impeça o Homem de Preto de destrui-la, custe o que custar. ("What They Died For")

Logo, Jack, Kate e Hurley partiram para A Fonte e Sawyer foi encontrar Desmond. No caminho até O Coração da Ilha, Jack e seu grupo reencontraram Sawyer que havia descoberto o plano final do Homem de Preto: eles tinham que encontrar Desmond logo, pois o Homem de Preto pretendia destruir a Ilha, usando o escocês. Jack discorda, já que todos estavam indo para o coração da Ilha, não ia importar quem o encontrasse antes. Sawyer perguntou a Jack o que ia acontecer depois e o novo guardião lhe respondeu que então, terminaria.

O Homem de Preto e Ben, já com Desmond encontraram o grupo de Jack e Kate começou a atirar no Homem de Preto, apesar de nenhum tiro lhe penetrar. Jack e O Homem de Preto têm uma conversa. O Homem de Preto afirma que vai destruir a Ilha, mas Jack não aceita isso, dizendo que ao invés disso, ele vai conseguir matar o falso Locke. No caminho para a Fonte, Jack conta para Sawyer que acredita que Desmond é uma arma, e não uma isca.

Jack e O Homem de Preto, ao chegarem no Coração, desceram Desmond, orientando-o para ir até a parte onde a luz é mais forte. O Homem de Preto, enquanto isso, comentou com Jack sobre como aquilo parecia familiar (‘’”Desmond...descendo em um buraco no chão. Se houvesse um botão lá embaixo, podíamos discutir se íamos apertá-lo ou não. Seria como nos velhos tempos.’’”). Mas Jack discorda, dizendo que ele não é John Locke e apenas mancha sua imagem usando seu rosto.

Logo, Desmond desconecta a fonte e a Ilha entra em colapso, como o Homem de Preto previra. Jack ataca o Homem de Preto, que pela primeira vez, sangra, mostrando que Jack também estava certo. O Homem de Preto foge. Jack o segue até as falésias, onde começa a chover e os dois lutam. O Homem de Preto consegue esfaquear Jack onde ficava sua cicatriz de sua apendicite e quase o mata, até que Kate se aproxima e atira novamente no HdP. Jack o chuta, derrubando-o de um penhasco e matando-o. Jack e Kate se beijando e despedem-se já que Jack vai voltar para reconectar a Fonte e salvar a Ilha, enquanto Kate vai usar o avião da Ajira para sair da Ilha antes que ela afunde. Ambos revelam seu amor um pelo outro e Jack deseja boa-sorte a ela e Sawyer. Jack, Hurley e Ben voltam para o Coração da Ilha. Lá, Jack percebe que seu destino era apenas matar o Homem de Preto e nomeia Hurley como seu sucessor em proteger a Ilha.

Jack desceu até o centro da Fonte, onde ele retirou Desmond de lá, recolocou a pedra da Fonte e salvou a Ilha da própria destruição. Quando a Fonte voltou a funcionar, Jack foi jogado para fora de lá e acordou de volta na selva. Ele andou pela mata, até encontrar o lugar onde havia acordado pela primeira vez na Ilha: o bambuzal. Lá, Jack caiu no chão e Vincent foi até ele. O avião da Ajira sobrevoou Jack, finalmente fora da Ilha. Jack Shephard havia feito o que ele veio fazer nesse lugar. Havia encontrado seu propósito. Havia encontrado o amor e fora amado. Os bambus balançaram sob o céu azul e os olhos de Jack Shephard se fecharam uma última vez. ("The End")

Depois da Morte

Depois da morte de Jack, seu espírito passou para outro plano espiritual. Nesse plano espiritual, as memórias de Jack estão acessíveis em seu subconsciente, apesar de não lembrar de nada que havia acontecido. O espírito de Jack, depois de perceber que estava morto, conseguiu seguir em frente.

Voo 815 (09/2004)

6x01 JackStaresHimself.jpg

Jack se observa no espelho do lavatório do avião. ("LA X, Partes 1 & 2")

Jack acordou em seguida no voo 815, de volta para Los Angeles. Jack é tranquilizado por Rose Nadler, por causa de seu nervosismo em relação a uma turbulência. Quando o marido dela, Bernard, volta do banheiro, Jack resolve ir até um. No banheiro, Jack vê o pequeno corte em seu pescoço, feito pelo Homem de Preto, sangrando, Jack o limpa e volta para seu assento, conhecendo Desmond. Jack pensa que o conhece de algum lugar. Desmond brinca com isso, e diz que não reconhece Jack.

Depois, Jack vai novamente até um banheiro, onde ele encontra Edward Mars esperando sua "amiga" sair do banheiro. Na hora, a porta se abre e a "amiga" esbarra em Jack. Eles sorriem um para o outro, e Jack a observa enquanto se distanciam.

Logo Jack volta para seu assento novamente, e pergunta para Rose sobre Desmond, que não estava mais lá. Uma aeromoça pergunta pelo intercom se há algum médico a bordo, e Jack se voluntaria para acompanhá-la. Juntos, eles vão até um banheiro, onde um homem está trancado há meia hora. Quando a porta não abre, um estranho arromba-a. Jack e o estranho, Sayid Jarrah, tentam ressuscitar Charlie Pace, mas seus esforços são inúteis, até que Jack percebe que algo está bloqueando a entrada de ar em seus pulmões. Jack consegue retirar um saco plástico com heroína que estava bloqueando a traqueia de Charlie, assim, salvando sua vida. Charlie logo em seguida é preso, e não fica nada agradecido pela ajuda de Jack, dizendo que ele "devia morrer". Durante o salvamento, Jack percebe que perdeu sua caneta.

Jack não desembarca do avião imediatamente, depois de receber um olhar mal-agradecido de Charlie, quem é escoltado do avião por policiais. Faltando apenas ele e mais um passageiro deixar o avião, Jack vê John Locke sendo transferido para uma cadeira de rodas do aeroporto. ("LA X, Partes 1 & 2")

Los Angeles (2004)

JackLAXdoor.jpg

Jack é visto por Kate ("What Kate Does")

Enquanto espera pelos processos pós-voo rotineiros, Jack escuta seu nome no intercom do aeroporto. Ele anda até o balcão de atendimento mais perto, e descobre que o caixão de seu pai não estava no avião, e a Oceanic Airlines não tem certeza sobre sua localização. Jack fala no telefone com sua mãe, dizendo que o funeral que ele marcou para duas horas depois da aterrissagem voo 815 terá que ser atrasado.

No escritório para encontrar seu caixão perdido, Jack conhece John Locke, quem perdeu sua bagagem cheia de facas. Locke se sente livre para oferecer conforto a Jack, dizendo que a Oceanic não perdeu o pai de Jack, e sim apenas seu corpo. De alguma forma acalmado por isso, Jack pergunta sobre a situação paraplégica de Locke. Quando Locke lhe diz que sua condição é irreversível, Jack garante que "nada é irreversível". Antes de se separarem, Jack dá a Locke seu cartão, dizendo que se ele precisar algum dia de tratamento médico, ficaria "na conta da casa". ("LA X, Partes 1 & 2")

Sem o caixão de seu pai, Jack ficou na porta do aeroporto de Los Angeles por algum tempo. Logo, Kate Austen, que tinha roubado sua caneta, o olha pela janela de um táxi e o reconhece. ("What Kate Does")

Naquela tarde, Jack foi para o hospital São Sebastião, onde trabalha. Ao passar pela recepção, um homem vem falar com ele. É Desmond, o homem que tinha sentado ao lado de Jack a bordo do voo 815. Desmond pede que Jack o ajude a encontrar o homem com quem ele tinha chegado no hospital, e ainda completa que esse homem também estava no voo deles. Então, Charlie vem correndo e jogando macas, fugindo de Desmond, que sem pensar duas vezes, persegue-o. ("Happily Ever After")

Dois dias depois, Jack ainda não consegui encontrar o caixão. Jack foi visto caminhando no corredor do Hospital São Sebastião analisando uma ficha, quando Sayid e Nadia passam por ele. ("Sundown")

Ele volta para casa, se troca, liga para sua mãe para perguntar sobre sua remoção de apêndice, e se atrasa para buscar David na escola. A mãe de Jack, Margo Shephard, lhe liga pouco depois, pedindo que Jack fosse ajudá-la a achar o testamento do pai de Jack. Ao levar David para casa, Jack tentou conversar com ele, mas David o esnobou. Jack perguntou se David queria ir com ele, mas ele preferiu ficar. Quando acharam o testamento de Christian, Claire Littleton estava listada entre os herdeiros.

6x05 NoMoreMistakes.jpg

Jack consegue se conciliar com David.

Ao voltar para casa, David não estava lá. Jack foi até a casa da mãe de David, mas ele também não estava lá. Ao ouvir uma mensagem na caixa de mensagens de voz de David, Jack descobriu que seu filho tinha um teste para um conservatório as 19h. Rapidamente, Jack chegou no conservatório Williams, onde ouviu por pouco tempo, David tocando piano. Alegre, um garoto disse para Jack que David era muito bom pianista. O pai do garoto, disse para Jack a mesma coisa.

Do lado de fora, Jack encontrou David, totalmente hostil. Jack lhe disse que ele tinha ido muito bem, e que não se importava se David errasse, porque ele apenas queria ser parte da vida de David. Jack percebe que David tinha o mesmo complexo que ele quando era jovem. Jack e David enfim conseguem se comunicar e voltam para a casa de Jack. ("Lighthouse")

Na outra semana, Jack foi junto de David ver a leitura do testamento de seu pai. Ele falou com a mãe de David no telefone e pediu pra ela buscar ele um pouco mais tarde. Ao subir para encontrar sua advogada, Ilana Verdansky, ela os encontrou na entrada do escritório e lhe disse que tinha uma surpresa. A surpresa, era que a garota mencionada no testamento de seu pai - Claire - estava lá, e tinha encontrado Ilana por acidente. Claire então lhe conta que também é filha de Christian. Mas Jack recebe uma ligação do hospital, dizendo que eles têm uma emergência.

Jack e David vão imediatamente para o hospital. David fica surpreso por Christian nunca ter mencionado para Jack sobre Claire. David deseja boa sorte e Jack entra na sala pra realizar a cirurgia de emergência. Assim que entra na sala de cirurgia, Jack descobre que seu paciente é John Locke. ("The Last Recruit")

Após a cirurgia, Jack acorda Locke. Jack lhe diz que vai ficar bem e oferece a John uma nova técnica de cirurgia, dizendo que ele é um candidato a esse procedimento, que talvez o faça voltar a andar, mas John recusa. Logo, Helen Norwood entra no quarto, agradecendo Jack por ter salvo seu noivo.

Interessado em como Locke tinha ficado paralítico, Jack procurou o Dr. Nadler, um dentista que tinha realizado uma cirurgia bucal em John Locke em 2001. Bernard não pode contar a Jack sobre o acidente de Locke, por causa da confidência médico-paciente. Porém, o Dr. Nadler disse que podia dizer para Jack o nome do homem que sofreu o mesmo acidente que Locke e escreveu seu nome para Jack em um papel: "Anthony Cooper". Jack procurou por esse homem e conseguiu encontrá-lo num asilo, porém Cooper não podia mais falar nem se mover, em decorrência do acidente. Lá, Jack encontrou Helen.

De volta no hospital, Jack encontrou sua irmã, Claire. Ela lhe mostrou uma caixa de música, que Christian tinha deixado como herança para ela, mas Jack disse que não sabia o que era. Claire pergunta para Jack como o pai deles morreu e ele lhe conta que ele morreu bebendo num beco de Sidney. Claire e Jack percebem que estavam no mesmo voo de Sidney e então Jack oferece para Claire ficar com ele em seu apartamento, lembrando que eles são família e Claire aceita. Jack passou por Jin no corredor e encontrou Locke no corredor, lhe contando que foi procurar seu Anthony Cooper. John fica frustrado e então conta para Jack que Cooper é seu pai, e tinha acabado de tirar seu brevê quando ofereceu a seu pai, para ser seu primeiro passageiro, porém ele derrubou o avião acidentalmente. Jack lhe oferece a nova cirurgia mais uma vez, pedindo para Locke esquecer o que aconteceu e seguir em frente, além de pedir que Locke acredite nele, mas John sai do hospital sem aceitar. ("The Candidate")

Jack- died for.jpg

Jack fica feliz em saber que Locke quer ser curado. ("What They Died For")

Poucos dias depois, Jack acordou e David perguntou se ele ia em seu concerto naquela noite. Jack confirma e David ainda pede para Jack não ficar estranho com a presença da mãe de David. Claire logo chega e eles servem café da manhã para ela. Alguém liga para Jack, lhe dizendo que o caixão de seu pai foi encontrado e chegará em Los Angeles no fim daquela tarde.

Naquela tarde, John Locke foi até o escritório de Jack naquela tarde, e lhe contou que o mesmo o homem que o atropelou - levando Locke a fazer a cirurgia com Jack - tinha voltado naquela tarde, para dizer a ele que ele devia "esquecer" e seguir em frente. Então Locke completa que acha que está destinado a fazer aquela cirurgia com Jack. Jack pensa que Locke está confundindo destino e coincidência, mas Locke discorda, dizendo que não importa como se chama aquilo, pois ele está pronto para sair daquela cadeira de rodas. ("What They Died For")

Jack está preparando Locke para a cirurgia. John pergunta se isto funcionará, e Jack responde, rindo, que há uma chance de matá-lo, mas que espera que funcione. Locke responde com uma risada. Locke diz que quando conheceu Jack no Aeroporto, Jack havia dito que a companhia aéra do Voo 815, Oceanic, havia perdido o corpo de seu pai, e pergunta se o corpo já tinha sido achado. Jack respondeu que sim, e que o corpo já teria chegado em Los Angeles. Locke deseja que o fato de terem achado o corpo de Christian traga mais paz para Jack, e ele responde que a possível cura de Locke o daria paz suficiente. Mais tarde, seu filho David chega com as entradas para o concerto. É revelado que Juliet é a ex-esposa de Jack. Ele diz que não poderá ir com David, e que chegaria mais tarde, devido à cirurgia de Locke. Jack sugere que David dê a entrada dele para Claire, e Juliet concorda, afirmando que gostaria de conhecer sua irmã desconhecida. Jack diz que Juliet gostará de Claire, porque ela está extremamente grávida, ironizando o fato de Juliet ter especialidade com grávidas.

Após a saída de Locke da cirurgia, Jack se surpreende com o fato de John ter acordado tão rapidamente, mesmo com a dosagem máxima. Ele conversa com Locke, que diz que está sentindo suas pernas. Ele diz que é improvável que os efeitos sejam tão rápidos, porém, se depara com Locke mexendo seus dedos. Locke tem visões de sua vida na Ilha. Jack tem flashes, mas fica assustado. John diz que ele se lembrava, mas Jack não sabia do que ele estava falando. Jack completa dizendo que ele está atrasado, e que deve buscar seu filho em um concerto. Locke diz que Jack nunca teve um filho. Jack sai confuso da sala.

Ao chegar no concerto, Jack vê que praticamente todos foram embora. Kate se aproxima e pergunta se Jack está procurando alguém, e Jack responde que está procurando o filho dele, e pergunta se eles já se conheciam antes. Kate responde que ela roubou a caneta de Jack quando saiu do banheiro do avião do Voo 815. Jack responde se eles realmente se conheceram desta forma, e Kate responde que não, e questiona se Jack realmente não se lembra. Ele diz que não. Kate se aproxima e diz que sentiu muita falta de Jack. Kate diz que ela precisa levar Jack a um local. Ao chegarem no tal local, Kate pergunta se Jack sabe que lugar era aquele, e Jack responde que o velório de seu pai seria ali, e Jack pergunta porque Kate o levou para este lugar. Ela responde que o levou para este lugar porque ali seria o velório de seu pai. Ela diz que há pessoas esperando por ele dentro da Igreja, e que ele deve entrar pelas portas do fundo e se juntar às outras pessoas quando ele estiver preparado. Jack, confuso, pergunta o que essas pessoas irão fazer, e Kate diz que eles irão "partir".

Jack entra pela porta dos fundos e sobe vários lances de escadas, deparando-se com uma sala com vários símbolos religiosos de várias crenças, e no centro da sala, um caixão. Ele toca no caixão, e tem visões de sua vida na Ilha, o que deixa Jack assustado. Ele abre o caixão, esperando que o corpo de seu pai estivesse ali, mas ele se depara com um caixão vazio. De repente, uma voz diz "Olá, garoto.". Jack olha para trás e percebe que é seu pai. Jack pergunta como ele está ali, se ele está morto. Christian responde que realmente está morto, mas pergunta como Jack está ali. Jack reflete por alguns segundos e chega à conclusão que ele também está morto. Jack começa a chorar, e Christian o acalma com um abraço. Christian disse que todas as visões foram reais, e que tudo aquilo era real, inclusive as pessoas que estão na Igreja. Jack pergunta se elas estão mortas, e Christian responde que todos morrem um dia. Alguns ali morreram antes de Jack, e outras, muito depois. Jack pergunta onde todos estão, e Christian diz que estão em um lugar onde as pessoas se encontram, para se lembrarem e esquecerem, e que essas pessoas na Igreja são as pessoas mais importantes da vida de Jack. Jack diz que Kate disse que eles estão partindo, e pergunta o motivo. Christian diz que eles não estão partindo, e sim, seguindo adiante.

Christian e Jack caminham até a Igreja, onde Hurley, Locke, Bernard, Charlie, Desmond, Jin, Kate, Penny, Sun, Rose, Claire, Libby e outras pessoas estão. Todos se cumprimentam e se abraçam, já conscientes que estão mortos e que se conheceram na Ilha. Christian abre uma porta da Igreja, e uma intensa luz invade o salão enquanto Jack e todos os outros mostram-se felizes e ansiosos. ("The End")

Curiosidades

Gerais

  • Ele está na maioria dos episódios e é o personagem com maior número de episódios centrais.
  • Conheceu ou ao menos viu todos os personagens principais.
  • Como o líder de fato, Jack toma medidas extremas para proteger os sobreviventes. Isso inclui torturar Sawyer, (que ele acreditava ter pego os medicamentos de asma de Shannon), armado a armadilha para Ethan Rom, mantido Ben como refém para trocar por Walt, fazendo uma missão de risco para resgatar Walt, mantido Ben em suas mãos durante a cirurgia, se negando a entregar o walkie para Ben, resultando na "morte" de Jin, Sayid e Bernard.
  • O personagem de Jack como o verdadeiro líder dos sobreviventes era para ser morto no episódio "Pilot, Parte 1" pelo monstro, com Kate sendo a líder. Entretanto, os executivos da ABC convenceram os escritores a deixá-lo vivo. A razão da morte era para gerar raiva e sentimento de traição nos telespectadores. Ao invés de Jack, o piloto do avião foi morto. A interpretação de Matthew Fox em Jack como um personagem simpático e nobre que a audiência pode ver como ajuda manteve sua importância e sobrevivência na série.
    • Michael Keaton iria interpretar Jack no começo, mas deixou a produção depois que foi decidido que Jack não iria morrer em "".
  • Em Lost: Via Domus, seu nome completo é dito como Jackson Shepherd. Entretanto, apenas as locações da ilha no jogo são consideradas canônicas, mas a história e os personagens não.
  • Jack, Locke e Michael se tornaram suícidas em algum ponto depois de saírem da ilha.
  • Jack tem tipo sanguíneo O, e é um doador universal.
  • Como visto em "Something Nice Back Home", Jack tem duas cicatrizes: uma de sua apendicectomia e uma da costura de Kate em "Pilot, Part 1"
  • Jack é um fã de beisebol, e parece ter afinidade com os Boston Red Sox e rivalidade com os New York Yankees.
  • Jack pode ser indiretamente responsável pelas atitudes de Shannon. Se ele tivesse salvado Adam Rutherford ao invés de Sarah em "Man of Science, Man of Faith", Shannon talvez tivesse uma transição mais fácil entre a adolescência e a juventude sem a influência de sua madrasta.
  • Quase toda vez que Jack é visto com uma arma, é uma pistola Colt .45.
  • Jack é o único personagem a estar com todas as facções na série: os sobreviventes, a Iniciativa DHARMA, os Oceanic Six e, apesar de não "oficialmente", ele foi mostrado sendo amigo e ter gastado uma grande porção de tempo com os Outros.

Estatísticas de episódios

  • Até o episódio "" o número de episódios de Jack é 107.
  • Jack é um dos seis personagens que tiveram seu primeiro flashback no primeiro episódio em que eles apareceram. Os outros cinco são Juliet, Charlotte, Lapidus, Miles e Jacob.
    • Entretanto, ele foi apenas o terceiro personagem de ter um episódio com flashes tradicionais, só depois de Kate e Locke.
  • Jack foi o primeiro personagem a ter um flashback, um flashforward e um flash-sideway.
  • O primeiro episódio das temporadas 1, 2 e 3 mostraram flashbacks de Jack.
  • Ele também foi o primeiro personagem a ter um flashforward centrado nele, em "Through the Looking Glass", e mais tarde teve vários outros na quarta temporada. Mais tarde, ele teve mais dois episódios na quinta temporada, lhe dando um total de 16 episódios centrais.
    • Nikki e Paulo, mesmo se juntos, apareceram em menos episódios do que Jack teve de episódios centrais.
  • Com o mobisódio "", o número de mobisódios de Jack é 5, o que faz dele um dos dois que mais apareceram em mobisódios, junto com Michael.
  • Geralmente, Jack tem o maior número de aparições em todas as temporadas. A única exceção foi na terceira temporada, onde esteve depois da Kate.
  • Jack e Kate são os únicos personagens a aparecer em todo primeiro episódio de todas as temporadas até agora.

Tattoo

3x09-jack-tattoo.jpg

Tatuagem de Jack (3x09)

Artigo Principal: Tatuagem de Jack
  • Ele tem uma tatuagem em seu ombro esquerdo que se traduz por: "Águia no grande céu" ou "Águias rachando o céu". De acordo com Isabel em "", a tatuagem literalmente significa: "Ele anda entre nós, mas não é um de nós."
  • Ele tem outra tatuagem em seu antebraço esquerdo que é um grande número 5 com um disco ao redor. O 5 pode representar o medo na emergência quando ele contou até 5. (1x01)
  • Ele tem outra tatuagem em seu cotovelo esquerdo

Habilidades

  • Ele já teve algumas aulas de voo.
  • Jack aprendeu a jogar pôquer em Phuket, na Tailândia, foi assim que ganhou comida de outros sobreviventes.
  • Ele usa uma caneta para completar suas palavras cruzadas – uma prática rara mesmo entre praticantes, o que mostra seu intelecto.
  • Ele tem uma memória extraordinária. Ele lembrou-se dos números depois de tê-los escutado apenas uma vez de Desmond, e lembrou bem o bastante para corrigir Locke. Ele também lembrou-se de Desmond do estádio antes de Desmond lembrar-se dele e também da combinação do cofre de armas depois de escutar apenas uma vez.
  • É desconhecido como Jack consegue usar uma arma, mas ele demonstra que sabe mexer em armas em vários episódios.

Referências ao nome

  • O nome Jack Shephard pode ser uma reflexão de sua posição em meio aos sobreviventes. Um pastor, (shepherd em inglês), é alguém que guia suas ovelhas, do mesmo jeito que Jack se tornou o líder.
  • "Jack Shepard" é o nome do serial killer do filme Frequency, que tem Elizabeth Mitchell e Shawn Doyle no elenco.
  • " Jack Sheppard" é o nome de um famoso criminoso inglês (1702-24) que é famoso por ter escapado da prisão.
  • "Jack" é o nome de um dos personagens principais do livro Lord of the Flies.


Elenco adicional

  • John O'Hara interpretou Jack quando criança no episódio "".
  • Steven Jay Blum deu voz a Jack no jogo Via Domus.

Veja também


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória