FANDOM



A Guarda Republicana foi a mais importante força militar no Iraque. Sayid foi um membro da Guarda Republicana como Oficial Militar de Comunicações.

Sayid e Tariq

Durante a Guerra do Golfo, Sayid foi mantido num quartel general de inteligência quando este foi tomado pelos soldados do Exército dos EUA. Depois disso, o Sgt. Buccelli disse que abriria fogo sobre um soldado iraquiano que já tinha triturado muitos documentos importantes. Sayid gritou para que ele parasse. Buccelli interrogou Sayid e descobriu que ele falava inglês. Também perguntou onde estava o oficial que comandava a operação de destruição dos documentos, e Sayid mentiu dizendo que o comandante tinha fugido para Hillah a duas horas atrás quando o bombardeio começou. Buccelli estava ciente que ele estava mentindo, e Sayid foi colocado numa cela até ser levado ao [[|Sam Austen|Sgt. Sam Austen]] que tentaria usar o inglês de Sayid para traduzir o que comandante Tariq diria. Porém, sua tentativa falhou quando Tariq se recusou a cooperar e questiou a lealdade de Sayid ao exército iraquiano. Sayid foi levado até Inman membro da CIA que o coagiu a torturar Tariq para revelar a informação. Ele fez isso contando a Sayid que Tariq foi o responsável pelo teste com o gás Sarin numa vila em que Sayid tinha relações antigamente. Sayid perguntou ao Sgt. Austen enquanto ele dirigia para fora da cidade, se tinha esposa e filhos. O sargento respondeu mostrando a foto de sua filha. Sayid foi jogado para fora do caminhão e ganhou $1000 de Inman, que disse que ele poderia até ficar no emprego de Saddam, mas voltaria com uma nova habilidade.

Sayid, Omar e Nadia

Anos depois, Sayid estava trabalhando como interrogador para a Guarda Republicana, tentando obter informações sobre um homem chamado Falah que tinha colocado um dispositivo explosivo numa festa no quartel general do Partido Baath matando dois soldados. Quando Sayid terminou o interrogatório, foi informado por seu oficial superior Omar que Falah não sabia de nada. Sayid então foi ordenado a interrogar Noor Abed Jazeem, mais conhecida como "Nadia", que também era sua amiga de infância. Nádia estava em uma cela solitária, enquanto Sayid tentava obter a informação. Foi quando ele sentiu que estava se apaixonando por ela de novo. Depois disso, Omar ordenou a Sayid que executasse Nádia dizendo que ela estava escondendo a informação e que sua morte serviria de exemplo para todos aqueles que não cooperassem. Sayid andou com Nadia por um corredor e criou um plano para que ela escapasse. Enquanto faziam isso, foram surpreendidos por Omar. Sayid disparou sua arma contra ele, matando-o. Atirou também contra sua própria perna fazendo parecer que Nadia havia roubado sua arma, atirado nele e em Omar. Nadia pegou uma foto dela que estava com Sayid e escreveu no verso: "Você vai me encontrar em uma Próxima Vida, se não me achar nessa".


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória