FANDOM


1ª Temporada 2ª Temporada 3ª Temporada
4ª Temporada 5ª Temporada 6ª Temporada


"Eggtown" é o quarto episódio da 4ª Temporada e o 76º episódio de Lost; foi ao ar no dia 21 de Fevereiro de 2008.

A situação de Kate com Locke e Sawyer pode ser colocada em risco quando sua necessidade de pegar informações do refém se torna sua maior prioridade.

Sinopse

Tempo Real

4x04 Ben's breakfast

Locke traz o café da manhã de Ben.

Locke acorda, prepara uns ovos e corta uma fruta. Ele leva o lanche para o Ben, que está preso no porão. Locke comenta que aqueles são os últimos dois ovos na Vila. Ben menospreza Locke por estar se perguntando tão desesperadamente o que ele deveria fazer que ele está vindo pedir ajuda para Ben, o que, nas palavras de Ben, faz o Locke ficar "mais perdido do que ele sempre esteve". Locke diz para Ben que ele sabe o que Ben está tentando fazer e deixa o lugar com a bandeja do lanche. Uma vez do lado de fora, ele joga a comida contra a parede, aparentemente chateado.

4x04 KCA porch

Aaron, Claire e Kate na varanda.

Enquanto isso, Kate está sentada na varanda tomando café com Claire, quando Sawyer aparece. Claire vai preparar um café para Sawyer, e Sawyer oferece um quarta para Kate na casa dele. Quando ele menciona a possível gravidez de Kate, ela o manda ir embora.

Enquanto isso na praia, Jin e Sun estão tentando decidir onde irão morar. Jim menciona Albuquerque (que ele está vendo no mapa) ou Nova York. Sun diz que ele quer "criar o filho dela em casa," em Seoul. Jin lembra Sun que o filho "é deles". Antes de Sun responder, Jack, Daniel, Charlotte e Juliet retornam, e conta para eles que Said e Desmond já haviam saído da ilha com o helicóptero, e que Kate ficou com o Locke.

Kate vai até a casa de Locke, e pede para conversar com Miles. Locke diz que não, e que ele não está liderando uma democracia. Kate trapaceia Hurley para que ele conte onde que Miles está preso, e ele pede para que ela não conte. Ela promete que não vai contar, e vai encontrar com Miles na casa do barco. Ela pergunta para Miles se ele sabe quem ela é e o que ela já fez, ele diz que só vai responder se ela o deixar conversar com Ben.

Na praia, Juliet pergunta para Jack se ele não deveria tentar outro número no telefone. Sun então pergunta para Jack sobre Sayid, e se ele já conseguiu chegar até o cargueiro. Jack não sabe, mas diz que Locke está errado. Sun então pergunta por que Kate ficou com Locke se ele está errado.

4x04 Kate baby

"Você é tão boa com ele."

No quintal das Barracas, Kate e Claire dependuram roupas no varal. Kate pergunta a Claire se ela tem certeza de que Ben está preso no porão. Claire confirma. Aaron começa a chorar e Claire pede a Kate que o pegue um pouco, mas Kate se recusa, dizendo que não é muito boa com bebês. Ela elogia Claire pelo seu jeito com Aaron, e Claire lhe diz que ela deveria tentar um qualquer dia.

Na casa de Sawyer e Hurley, Kate aparece, e eles conversam na cozinha enquanto bebem vinho. Sawyer lembra que Kate tem passado muito tempo com Claire e com Aaron. Kate, então, pergunta para Sawyer se ele vai ajudá-la a libertar Ben.

Sawyer, então, vai para a casa de Locke, primeiramente pedindo pra jogão Gamão, e então contando para ele que Kate quer libertar Ben para que consiga uma conversa com Miles. Eles vão até a casa do barco, mas a encontra vazia. Miles e Kate estão no momento entrando no porão, e Miles vai conversar com Ben. Ele avisa que pode contar ao pessoal do cargueiro que ele está morto, e que pode cuidar de Charlotte, a única que sabe que ele está vivo, se Ben der para ele 3.2 milhões. Miles dá para Ben uma semana. Kate então empurra Miles contra a parede e pergunta o que ele sabe sobre a vida dela. Ele admite que sabe tudo sobre ela. Eles tentam sair, mas Locke e Sawyer aparecem no final da escada. Locke pede Miles, e manda Kate voltar para casa.

Kate volta para casa, e conversa com Claire. Locke aparece, querendo conversar com Kate a sós. Depois de descobrir dela o que Ben e Miles disseram um para o outro, Kate é banida por Locke e ainda diz para ela que ela deveria deixar o lugar ao amanhecer. Kate então vai até Sawyer, que diz que se ela quiser ficar, ele a protegerá de Locke. Eles começam a namorar.

4x04 cards

As três cartas da DHARMA.

De volta à praia, Daniel e Charlotte estão realizando um experimento de memória com o baralho da Dharma. Daniel só consegue lembrar duas das três cartas, e ele sente que não está progredindo. Jack aparece, questionando por que a linha não está funcionando. Charlotte, então, liga para uma linha de emergência, e pergunta à Regina onde Sayid, Desmond e Frank estão. Regina diz que eles não chegaram ainda, e que ela estava achando que eles ainda estivessem na ilha.

4x04 Bite down

"Morda."

Miles ainda está na casa do barco, amarrado. Locke adentra a casa, e ao invés de trazê-lo o café da manhã, coloca uma granada na boca de Miles e puxa o pino, para que a boca de Miles esteja segurando o mecanismo de acionamento da granada. Locke diz então que, se ele não falar nada, ou levantar seus dentes, ele estará bem. Locke, então, o deixa sozinho.

4x04 Kate+Sawyer

Kate na cama com Sawyer.

Kate acorda na cama de Sawyer, e o acorda com um beijo. Ele diz que entende que "ela não quis ir tão longe ontem à noite" por que "ela estava triste," mas ela o interrompe e ele pensa alto se foi por causa da gravidez. Kate diz que ela tem certeza que não está grávida. Sawyer enfatiza que uma gravidez seria "a pior coisa de todas". Kate então sai do recinto, dando um tapa na cara de Sawyer quando ele diz que ela estará de volta para ele em uma semana, quando tiver brigado com Jack mais uma vez.

Flash Forward (Meio de 2006)

4x04 Kate enters

Kate entrando no tribunal.

Kate e seu advogado chegam a um tribunal. Kate está hesitante sobre entrar e pergunta se existe uma entrada pelos fundos. Seu advogado diz que ela vai entrar pela porta da frente com a cabeça erguida. Então, Kate coloca um par de óculos escuros, os dois saem do carro e passam por uma multidão de repórteres e protestantes, enquanto o advogado de Kate se recusa a fazer comentários.

4x04 Kates lawyer

o advogado de Kate, Duncan Forrester.

Dentro do tribunal, a sessão começa e o meirinho lê uma lista das acusações de Kate, que incluem fraude, incêndio culposo, assalto e assassinato. Ela se declara inocente, fato que parece surpreender a audiência da corte. O juiz pede para ouvir os argumentos da acusação e a promotora pede para que Kate seja mantida sob custódia até o fim do julgamento. O advogado de Kate diz que não há perigo de ela fugir, por ser uma das pessoas mais famosas da América, mas o juiz concorda com a acusação. Mais tarde, Kate e seu advogado se encontram em uma sala de visitas na cadeia. O advogado quer fazer com que o caso seja sobre quem ela é e não sobre o que ela fez. Ele pede para que tragam seu filho ao tribunal para conquistar a simpatia do júri, mas Kate se recusa a envolvê-lo no julgamento.

4x04 Jack on the Stand

Jack testemunhando.

Depois de admitir terem sido prejudicados na abertura do julgamento, o advogado de Kate chama um Dr. Jack Shephard sem nenhum vestígio de barba para depor (depois veremos que o julgamento acontece antes dos flashforwards apresentados anteriormente). Kate fica visivelmente chocada. Depois de fazer o juramento, Jack diz que conhece Kate porque ele também estava no voo 815 da Oceanic que caiu em uma ilha no Pacífico Sul. O advogado de Kate pergunta se Jack sabia que ela era uma fugitiva e, se sabia, como soube. Jack responde que não foi o agente federal quem lhe contou, pois ele havia morrido no acidente. Tinha sido Kate quem, com o passar do tempo, tinha lhe contado sua situação. Jack depois acrescenta que, pelo caráter dela, acreditava que sua situação era um engano. Ele também diz que houve apenas 8 sobreviventes do acidente, os quais Kate ajudou a chegar à praia, a ficar em segurança e ofereceu os primeiros socorros. De acordo com Jack, Kate foi quem ajudou os sobreviventes. Antes de ele poder continuar seu testemunho, Kate o interrompe protestando que aquele é seu julgamento, e que aquelas afirmações não têm nada a ver com nada. A promotora o interroga com somente uma pergunta: "Você ama a acusada?" Jack responde: "Não, não amo mais."

4x04 Kate mom

"Eu quero ver meu neto."

Depois, a mãe de Kate se aproxima dela. Ela pergunta por que Kate não foi vê-la. Kate diz que, da última vez que tentou fazer contato com ela, sua mãe gritou e chamou os policiais. A mãe diz que os médicos tem dito que ela tinha "6 meses de vida pelos últimos 4 anos."Ela está perdendo a vontade de testemunhar contra Kate. Kate a estimula a não testemunhar, mas sua mãe insinua que[ não testemunharia] se pudesse ver seu neto. Kate se recusa, dizendo que não quer que sua mãe fique perto de sua criança.

De volta à corte, a advogada da acusação discute com seus companheiros advogados e depois vai ver o juiz para dizer a ele que a mãe de Kate não podia testemunhar por causa de um problema de saúde. O juiz declara um recesso. Durante o recesso, a advogada da acusação oferece a Kate a sentença de 4 anos na prisão. O advogado de Kate recusa, dizendo que o júri nunca sentenciaria tempo de cadeia para ela, levando em conta a história heróica e o fato de que ela matou seu pai para salvar sua mãe de um abuso. A acusação oferece, então,um trato de tempo servido mais dez anos de condicional e sem poder sair do estado. Kate aceita antes que seu advogado recuse, dizendo para dar a ela algo para assinar porque ela só quer que tudo aquilo acabe. Ela ainda fala que não vai a lugar algum, pois tem um filho.

4x04 Kates house

Kate chegando em sua casa.

Quando está saindo do tribunal pela porta dos fundos, Kate se dirige a um táxi. Jack, depois de rapidamente sair de sua caminhonete, chama ela. Quando Kate pergunta como ele sabia que ela estaria lá, Jack diz que o advogado dela tinha lhe contado. Ele diz que não achava que era verdade o que tinha dito na corte. Ela sorri e o convida para ir a sua casa para visitar ela e seu filho. Ele recusa o convite, dizendo que tem de voltar ao hospital, mas a convida para tomar um café. Kate diz que entende porque ele não quer vê-lo, mas até que Jack veja seu filho, não haverá" você e eu tomando café." Ela diz para ele ligar para ela se ele alguma hora mudar de ideia. Kate chega em sua grande casa e é bem recebida por uma babá. A babá diz que o bebê de Kate sentiu muito sua falta, mas que agora ele estava dormindo no andar de cima. Kate entra no quarto dele e o garoto de cabelos loiros bem claros é mostrado. O menino acorda, abraça Kate e a chama de "mamãe"; ela o chama de Aaron.

Curiosidades

Gerais

  • Shawn Doyle anteriormente trabalhou com Elizabeth Mitchell no filme "Alta Frequência". O filme envolveu viagem no tempo quando o personagem de Doyle, um serial killer chamado Jack Shepard, é impedido de matar a personagem de Mitchell.
  • O dia 95 é o dia do Natal, 2004 e o dia 96 é dia 26 de dezembro, 2004 - Também o dia do tsunami do Oceano Índico que matou mais de 225,000 pessoas em 11 países próximos.

Notas de Produção

  • Desmond, Michael, e Sayid não apareceram neste episódio.
  • Este é o nono episódio centrado em Kate.

Erros de Gravação

  • Sawyer arruma o jogo de gamão com Locke incorretamente. A coluna com as três peças deveria ficar duas colunas longe da mediana, não 3.
  • Locke joga o prato de comida na parede de concreto da base após deixar Ben. A parede se mexe quando o prato a acerta.
  • Quando Sawyer está conversando com Kate na cama após sua noite juntos, seu cabelo muda de caído em sua face a jogado para trás entre closes contínuos.
  • Kate é presa por um agente federal, recebe uma acusação federal (atacar um agente federal), e é mantida em custódia federal; entretanto, considerando-se o carimbo da corte e o uniforme dos oficiais, ela está sendo julgada em uma corte da Califórnia.

Temas Recorrentes


Temas Recorrentes em Lost
Preto e BrancoAcidentes de CarroConexões entre PersonagensDestino contra o Livre ArbítrioGolpesOlhosCriançasAmputaçõesAprisionamentosIsolamentoApelidosChuvasSonhosVida e MorteReligiões e IdeologiasOs NúmerosSegredosTempoGravidezQuestões Familiares
  • O episódio começa com um close nos olhos de Locke enquanto ele descansa em sua cama. (Olhos)
  • Sawyer acha que Kate está grávida, mas ela revela o contrário. (Gravidez)
  • A mãe de Kate deseja fazer as pazes, mas Kate pede que ela se afaste. (Questões Familiares)
  • A mãe de Kate quer ver seu "neto" mas Kate se recusa. (Crianças)
  • Sawyer se refere a Hurley como "Montezuma.". (Apelidos)
  • Sawyer se refere a Miles como "Bruce Lee do avião de carga." (Apelidos)
  • Jack mente na corte sobre o número de sobreviventes do avião e sobre os eventos seguidos à queda. (Golpes e Decepções) (Segredos)
  • Kate engana Hurley para descobrir o paradeiro de Miles. (Golpes e Decepções)
  • Kate recruta Sawyer para distrair Locke enquanto ela organiza um encontro entre Miles e Ben. (Golpes e Decepções)
  • Sawyer diz a Kate que ela irá retornar quando se enfurecer com Jack dentro de uma semana. (Questões de Relacionamento)
  • Locke aprisiona Miles dentro do barco. (Aprisionamentos)
  • Locke aprisiona Ben em sua base. (Aprisionamentos)
  • Kate desiste do direito de deixar a Califórnia para ficar fora da prisão. (Sacrifícios)
  • O helicóptero com Sayid e Desmond não encontra o navio de carga já passado o tempo de um dia. (Tempo)
  • Durante a conversa entre Ben e Miles, este último faz um movimento labial sem emitir voz, passando uma mensagem oculta para o líder dos Outros. (Segredos)


Referências Culturais

Referências
(somente referências diretas)
ArtesLivrosAutomóveisJogosFilmes e TVMúsicas TocadasReligião e Ideologias
  • Scooby Doo: Hurley diz: "Você me fez de scooby-doo completamente". Scooby-Doo foi uma duradoura série animada americana sobre um cachorro facilmente enganado. (Filmes e TV)
  • Xanadu: Hurley está assistindo este filme enquanto Kate aparece para falar com Sawyer. É uma clara referência a esse filme cult de 1980, no qual a personagem principal cruza até outra dimensão para encontrar sua musa; isso também se refere a um famoso poema de Samuel Taylor Coleridge, sobre uma conhecida cidade construída por Kublai Khan, o líder dos Mongols. Xanadu é também o nome da mansão de Charles Foster Kane em "Cidadão Kane". (Filmes e TV)(Livros)
  • Satan's Doom: Hurley está ouvindo uma música de uma banda de heavy metal brasileira. Seu único cd, Infernal Choice Redemption, foi lançado em 2004. (Músicas)
  • The Easter Egg Escapade: este livro infantil, escrito por John Michael Williams, foi publicado em 1991. Ele conta a história de Eggtown, uma tranquila vila onde coelhos e galinhas conspiram para roubar todos os easter eggs de Eggtown. Em busca de recuperar os ovos, um incomum grupo de heróis se voluntaria a ir na perigosa jornada. O final apresenta a rendição do Terrible Timothy Take-It, o líder dos galos ladrões.(Livros)
  • Through the Looking Glass, And What Alice Found There: Uma das cartas do jogo de Daniel era uma Rainha Vermelha. (Livros)
  • VALIS: o livro que Locke dá a Ben é um romance de Philip K. Dick. VALIS são as iniciais de Vast Active Living Intelligence System (Vasto Sistema de Inteligência Viva), que é a visão do além do autor de um aspecto de Deus. Os romances de Dick constantemente apresentam protagonistas imersos numa realidade dissolvente ou flutuante. (Livros)
    • Dick notavelmente afirmava por toda sua vida ter visto os fantasmas de suas duas irmãs gêmeas mortas cinco semanas após nascerem, i.e., "The Bad Twin"
    • A edição de VALIS mostra no episódio foi publicada pela Vintage em 1991.
  • The Invention of Morel por Adolfo Bioy Casares é o livro que Sawyer está lendo. A história é sobre um fugitivo que se esconde em alguma ilha deserta no Pacífico Sul. (Livros)
  • Gamão: Sawyer e Locke jogam gamão nas Barracas. (Jogos)
  • Montezuma: Sawyer se refere a Hurley como "Montezuma". Montezuma (oficialmente conhecido como Motecuzoma) foi o chefe do império asteca no começo da conquista espanhola do México (1502-1520). Muitas fontes o descrevem como inseguro e covarde. Além disso, as diarreias dos que viajam ao México são comumente conhecidas como "A vingaça de Montezuma." Sawyer usa este apelido quando vê Hurley disparar a descarga.
  • Bruce Lee: Sawyer se refere a Miles como "Bruce Lee do cargueiro." Bruce Lee (1940-1973) foi um artista marcial nascido americano.


Nome do Episódio

Egg-town é um termo pejorativo que se refere aos dias de escambo (troca), durante a Grande Depressão. Um caixeiro viajante teria que trocar os doces ou tabaco ou cadarços por produtos diferentes. Uma troca fraca seria por ovos, um item comum e que estraga facilmente. Ninguém queria trocar nada por ovos com o caixeiro viajante, pois eles já tinham. Então, o caixeiro viajante que aceitasse um ovo em troca de algo estaria sendo forçado a um mau negócio. O caixeiro usaria um termo como "Se eu fosse você ficaria longe de Bogart. É uma egg-town (cidade de ovos)". Obviamente, a falta de confiança entre os caixeiros viajantes era alta, e era fácil um mentir para o outro sobre a qualidade dos compradores da cidade para manter a cidade apenas para ele. Invariavelmente, o segundo caixeiro viajante tentaria Bogart, apenas para ver se realmente é uma egg-town. Ou ele é persuadido a não visitar uma cidade com bons clientes, ou enganado para visitar uma cidade que apenas lhe oferecerá ovos. Egg-town representaria um acordo que não trará boas trocas de qualquer maneira.

Referências nesse episódio incluem:

  • A incapacidade de Locke de fazer algum progresso a partir do interrogatório de Ben ou Miles.
  • O acordo que Kate fez. Agora ela está proibida de deixar o estado da Califórnia, e assim não pode, legalmente, voltar para a Ilha por pelo menos 10 anos.
  • A prisão vira um Egg-town para Miles; Ele tenta extorquir 3,2 milhões de dólares de Ben e acaba com uma granada na boca.
  • O episódio começa literalmente com ovos: Locke prepara uma omelete para o café da manhã de Ben. Ele diz a Ben que esses são os últimos dois ovos.
  • Kate está preocupada com a hipótese de estar grávida, e as contínuas referências a seu filho no flashforward do episódio.
  • A falta de capacidade de Locke em estabelecer comunicação com Jacob.
  • Locke mata uma galinha (sem mais ovos).
  • Kate tem que se decidir entre deixar a Ilha e ir para a cadeia ou ficar e morrer (por causa da questão da gravidez na ilha).

Técnicas Literárias

  • É revelado que Kate está a criar Aaron e chamando-o de filho, apesar do fato de Claire ser sua mãe.
  • Kate menciona que faria um péssimo trabalho ao criar uma criança como Aaron, mas no futuro ela termina cuidando da mesma criança que tinha rejeitado. (Ironia)
  • Kate engana Locke procurando descobrir se é mais seguro deixar a ilha ou ficar, mas então quando ela percebe que será perigoso para ela ir embora (porque todos sabem que ela é procurada), Locke não a deixa ficar por causa de sua decepção. (Ironia)
  • Ben encontra-se preso contra a sua vontade no seu próprio território. (Ironia).
  • Jin diz a Sun que está aprendendo inglês por ela. Sun aprendeu inglês, tempos atrás, para que pudesse abandonar Jin. (Ironia)


Análise da História

Referências a Episódios

  • Ben diz que a sua situação atual é semelhante aos "velhos tempos", como referência ao tempo em que esteve capturado no Cisne. ("One of Them").
  • Ben frustra Locke de tal modo que o faz atirar os pratos contra a parede enraivecido. ("Maternity Leave")
  • Locke, uma vez mais, joga "gamão". Desta vez, contra Sawyer. ("Pilot, Parte 2")
  • Claire ouviu do vidente que era crucial que ela criasse o próprio filho, e foi Kate que acabou ficando com a criança. ("Raised by Another")


Perguntas não respondidas

  • Por que Miles acredita que Ben pode pagar os US$3,2 milhões?

Links Externos


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória