FANDOM


A Economia é o "estudo da distribuição de recursos escassos que tenham aplicações alternativas" (Lionel Robbins). Tal como em qualquer sociedade, os sobreviventes do Vôo 815 da Oceanic precisam de distribuir os seus recursos para que se possam sentir tão bem quanto possível. Na maior parte das vezes, "sentir-se bem" significa sobreviver mais um dia, o que requer um planeamento cuidadoso, tanto por parte da comunidade como por parte do indivíduo.

TheHuntingParty.jpg

Jack, Sawyer e Locke simbolizam os três modelos primários da Economia representados na Ilha: respectivamente o Socialismo, o Capitalismo e o Tribalismo

Modelos de Distribuição de Recursos na Ilha

Como em todas as economias os personagens de "Lost" precisam de decidir, enquanto comunidade, o que querem produzir, quem irá produzir e quanto será produzido. Existem várias soluções para este problema:

  • A abordagem socialista baseia-se na iniciativa de um indivíduo, de um grupo de indivíduos ou de uma instituição para distribiur recursos entre os membros de uma comunidade.
  • A abordagem capitalista baseia a distribuição de recursos em de agentes com um interesse próprio, que interagem através de trocas.
  • A abordagem tribal sugere que as comunidades pequenas não possuem infraestruturas para gerir sistemas de trocas e de aplicação da lei e por isso baseia-se em trocas em pequena escala e em recursos comunitários (tal como demonstrado por Ana Lucia com os sobreviventes da cauda).

Citações

Stash.jpg

Sawyer está sempre à procura de despojos, para acumular o equivalente à riqueza e ao poder na Ilha. Tudo o que encontra ele esconde debaixo da tenda

FoodStorage.jpg

Hurley fica esmagado com a quantidade de comida e mantimentos que subitamente se encontra encarregue de gerir. Ironicamente está a recuperar de uma desordem alimentar e a comida é uma permanente tentação

"Tabula Rasa"

Sawyer: Você ainda não percebeu , Doc. Você ainda está na civilização.
Jack: É? E onde você está?
Sawyer: Eu? Estou na selva.

"White Rabbit"

Sawyer: Eu troquei com Sr. Miyagi meu resto de água pelo peixe que ele pegou. Nós lidamos com isso como os homens antigos.
Kate: Você deu para ele suas duas últimas garrafas?
Sawyer: Água não tem valor, Sardenta. Vai chover mais cedo ou mais tarde. E, céus, eu sou otimista.

"Confidence Man"

Jack: [Tentando recuperar os inaladores de Shannon] Você atacou um cara que estava tentando ajudar sua irmã doente.
Sawyer: Não, eu dei uma lição em um ladrão que tentava afanar minhas coisas.
Jack: Suas? Agora são seus pertences?
Sawyer: —Eu gostaria de me mudar, visto que todos querem se ajudar.
Jack: Você tira algo de uma mala, e isso o faz seu?
Sawyer: Olhe, eu não sei qual tipo de divisão você está desenvolvendo nas cavernas, mas por aqui os objetos tem valor e um homem tem o direito de proteger o que é de seu poder.
Jack: Levante-se!
Sawyer: Por quê, você quer ver quem é maior?

"Everybody Hates Hugo"

Jack: É só uma questão de tempo até que todos saibam o que nós achamos aqui. [Para Hurley] Então, alguma idéia do que deveríamos fazer?
Hurley: Um inventório de tudo, e descobrir como faremos isso durar.
Jack: Enquanto isso, ninguém consome nada -- sem exceções. Essa é sua responsabilidade, Hurley, ok?
[Depois, a Rose]
Hurley: Deixe-me falar uma coisa, Rose. Estávamos bem antes de encontrar [ele pega o salgadinho do estoque] batatas fritas. Mas agora temos esses salgadinhos e todos vão querer comê-los. Então Steve come, e Charlie fica bravo -- mas não fica bravo com Steve, e sim comigo... E eu ficarei no meio de tudo. E então acontece que: bem, e sobre nós -- por que não podemos comer nenhuma batata? Vamos lá, nos ajude, Hurley. Por que você deu o shampoo para a Kate? E por que eu não comi a geléia de amendoim? Então, eles vão ficar nervosos de verdade e se perguntar: por que Hugo tem tudo -- por que ele deveria tomar as decisões? Todos irão me odiar. Eu não sei o que fazer.

Socialismo (Jack)

1x05HurleyCharlieJack.jpg

Jack toma conhecimento da escassez de água

Live together, die alone.


Jack representa a abordagem socialista à distribuição de recursos. Preocupado com o egoísmo entre os sobreviventes, Jack é principalmente uma boa pessoa que tenta resolver os problemas da Ilha, impostos pela escassez, chegando mesmo a um ponto de exaustão. O apelido de Jack, "Shephard" (Pastor), reforça esta interpretação - ele existe para tomar conta, liderar e gerir as vidas dos sobreviventes, provavelmente porque, se fossem deixados a si próprios, os sobreviventes destruir-se-iam e aos que os rodeiam.

Prós

No dia do acidente, Jack foi basicamente eleito como líder não oficial por causa do seu raciocínio rápido e capacidades médicas.

  • A abordagem de Jack à gestão da sobrevivência é próxima do socialismo[[1]], porque acredita que apenas ele tem a capacidade de distribuir da melhor forma os recursos limitados da Ilha (comida, água, armas, medicamentos). O seu objectivo é melhorar o bem estar da comunidade, mais do que o seu, tal como acontece quando promove a mudança do acampamento da praia para as cavernas no final do episódio "White Rabbit", mas, ao decidir de forma centralizada que recursos devem ser usados e por quem, Jack está a propor uma solução socialista para os problemas económicos na Ilha.
  • Quando alguém se queixa das escolhas que Jack faz, a sua justificação habitual é que as pessoas não têm o direito de se queixar acerca da sua liderança porque é exactamente isso que esperam dele.

Contras

Embora os seus motivos pareçam benevolentes, a abordagem colectiva de Jack à sobrevivência tem consequências chocantes na Ilha.

  • Os críticos referem que o socialismo muitas vezes não consegue resolver de forma adequada os problemas colocados pela distribuição de recursos nas comunidades. Em algumas situações tende a contar com a coersão física, o encarceramento, a tortura e mesmo campanhas alargadas de assassinatos para alcançar os seus fins (por exemplo, muitos dos recursos utilizados pela União Soviética[2], tais como o Gulag[3], embora este se encontre no extremo comunista [4] do espectro).
  • Por exemplo, quando Shannon tem um ataque de asma, e Jack acredita (erradamente) que Sawyer tem o inalador de asma dela, ele e Sayid confrontam Sawyer, batem-lhe, amarram-no a uma árvore e torturam-no. (Vale a pena aqui referir que Jack passou mais tempo a ver e a participar na tortura de Sawyer do que a tratar Shannon -- algo que Sun conseguiu fazer sozinha antes de Jack regressar. E também que ele nunca pediu desculpa a Sawyer.)
  • A abordagem socialista exige que Jack viole o arbítrio e responsabilidade individuais dos sobreviventes "para o bem da comunidade" quando ele decide que é necessário. Um exemplo disto é quando ele engana Kate, trocando o dinamite da sua mochila para a dele em "Exodus."

A Escassez de Água

Os recursos que têm consumos rivais mais que estão acessíveis a todos, são vulneráveis ao sobre-consumo de exploração. A isto chama-se a tragédia dos comuns[5]. Este problema é o resultado directo de direitos de propriedade mal definidos e é uma praga nas sociedades comunais que regeitam o conceito de propriedade privada.

  • Dado que não pode ser vedado a ninguém o acesso a esses recursos, ninguém toma qualquer iniciativa para conservar o recurso. Para bens como a água ou a comida, isto significa que cada pessoa tem um incentivo para consumir mais hoje e deixar menos para amanhã. Se não o fizerem, há boas possibilidades de que outros o façam em vez deles - o castigo para a conservação.
  • Um exemplo clássico deste problema é a quasi-extinção do bisonte norte-americano, que foi exageradamente caçado. O pássaro dodó[6]também terá sido vítima da tragédia dos comuns.

Ninguém é dono das garrafas de água que os sobreviventes usam para armazenar a água, por isso algumas das pessoas bebem demasiada água. Este é um exemplo da economia da Ilha que distribui demasiada água para o consumo no momento e água a menos para o consumo futuro.

A solução proposta por Jack tem sido usada por governos desde o início dos tempos - impedir o acesso e racionar o recurso. Sem racionamento, o comportamento egoísta levaria certamente a um sobre-consumo de água e, provavelmente, à morte dos sobreviventes mais fracos.

Capitalismo (Sawyer)

Poker.jpg

Sawyer tem o maior armazenamento de despojos no campo

Every man for himself.


Sawyer representa a forma dominante de organização económica nas sociedades industrializadas - o capitalismo. Contrariamente ao socialismo, o capitalismo resolve problemas económicos com base nos interesses próprios dos indivíduos e numa troca, normalmente equilibrada, de bens e serviços baseada na oferta e na procura. É hoje em dia bem aceite, que os mercados são capazes de conseguir resultados sociais benéficos através de forças invisíveis dos próprios mercados, a "Hipótese da Mão Invisível". Tal como acontece no caso de Jack Shephard, esta interpretação é reforçada pelo apelido de Saywer, "Ford"; Henry Fordfoi um construtor de automóveis e homem de negócios de sucesso e um ícon do capitalismo americano.

Propriedade

Os direitos de propriedade desempenham um papel importante tanto nas economias de mercado como em LOST. Alguns filósofos, tais como John Locke, defenderam que a posse acontece quando "se mistura trabalho com capital" [7].

  • Sawyer parece ser a única pessoa que se preocupa constantemente com as questões da propriedade. Ele revista os destroços e pilha tudo o que imagina que possa ter o mais pequeno valor marginal, naquele momento ou no futuro; é por isso que Sawyer acaba por ter muitos bens passíveis de troca no final da 1ª Temporada.
  • A sua insubordinação no episódio "The Long Con", que leva a que tenha o controlo das armas durante grande parte da 2ª Temporada é uma extensão da sua filosofia durante a primeira Temporada.
  • Apesar de alguns dos bens pertencerem a sobreviventes na Ilha, a apropriação é tacitamente aceite pelos sobreviventes (pelo menos pela maioria deles). Sem esta aceitação, Sawyer não teria conseguido acumular bens. Apesar do seu monopólio dos despojos encontrados ser injusto, há um consenso de que pertencem a Sawyer por ele os ter recuperado dos destroços.

Poder de Negociação

Há novos desenvolvimentos na compreensão da forma como os desequilíbrios de poder poder afectar as trocas. Os modelos da Teoria dos Jogos, tal como o Modelo de Negociação de Nash, revelam a importância das ameaças na distribuição de recursos. Quanto menos opções uma pessoa tem fora da relação de trabalho, menor o retorno que receberá para manter o equilíbrio. Sawyer tem maior poder de negociação devido à sua significativa riqueza em despojos. Como tal, os sobreviventes parecem precisar mais dele do que ele deles, o que lhe dá a oportunidade de extorquir favores e serviços repetidamente. O mesmo acontece no mundo real, em que grandes companhias usam o seu poder e riqueza para manupular os menos afortunados.

Um tema recorrente na narrativa é a forma como Jack e os outros sobreviventes conseguem fazer com que Sawyer ceda bens para beneficiar a comunidade, muitas vezes usando truques ou a força. Por exemplo, no episódio "Confidence Man", Shannon tem uma crise de asma e precisa de um medicamento esteróide (certamente Salbutamol) que Jack, entre outros, acredita estar na posse de Sawyer. Na opinião de Jack, Sawyer possui esse bem, mas não tem utilidade para ele. Ele deveria cedê-lo sem discutir, para bem do grupo. Sawyer, que representa o capitalismo puro, coloca um obstáculo. Ele cederá o inalador a Shannon mas apenas através do sistema de preço e trocas. Ou seja, ele entregará o inalador se receber um beijo íntimo de Kate. Esta troca não termina bem para Sawyer (ver a abordagem de Jack).

Também há cenas semelhantes na 2ª Temporada:

  • Sun pede um teste de gravidez.
  • Hurley pede um medicamento anti-psicótico (vale a pena referir que o pede já "depois" de Jack ter conseguido recuperar os medicamentos de Sawyer -- num jogo de poker que Hurley testemunhou).
  • E claro que Jack quer (e consegue) todos os medicamentos que estavam a bordo do Vôo 815.

É importante referir que o capitalismo de Sawyer é muito ocasionalmente mitigado por sinais de compaixão:

  • Ele cede as bebidas que tem quando Boone está ferido sem discutir ou negociar.
  • Quando Kate lhe diz que Aaron está doente, ele imediatamente oferece os medicamentos que tem e oferece-se implicitamente para acompanhar Kate e Claire na sua missão. ("Maternity Leave")
  • Quando Libby está a morrer ele leva Kate ao seu esconderijo mesmo sabendo que está a revelar o local onde as armas estão escondidas.

Trocas na Ilha

Também relacionada com o poder de negociação de Sawyer está o problema das trocas. Para que os mercados funcionem de forma eficiente, os custos de transacção deverão ser baixos ou inexistentes. Na Ilha, não é este o caso, o que cria inúmeros problemas quando duas ou mais pessoas tentam trocar qualquer coisa. De acordo com o teorema de Coase, os interessados podem conseguir uma distribuição óptima através da negociação privada independentemente da forma como os direitos de propriedade se encontravam originalmente distribuídos 'se os custos de transacção forem nulos.' As trocas deverão ocorrer, mesmo que a propriedade esteja nas mãos de uma pessoa, tal como acontece na Ilha. O facto de isto acontecer tão raramente na Ilha sugere que os custos de transacção sejam demasiado elevados para os sobreviventes. E porque será que isso acontece?

Uma das fontes do problema poderá ser a ausência de dinheiro na Ilha. O dinheiro tem a vantagem de armazenar e medir o valor dos bens, bem como da sua utilidade como forma de troca. Sem dinheiro, a troca directaé o único mecanismo através do qual as transacções podem ocorrer, mas a maioria dos indivíduos na Ilha tem pouco com que negociar; e é sabido que a troca directa é um sistema pouco eficiente comparado com as trocas feitas com dinheiro. Por isso, para conseguir algo de Sawyer, os indivíduos precisam de fazer trocas com outros sobreviventes até que consigam finalmente adquirir um bem ou serviço que seja adequado às trocas com Sawyer. Para que isso aconteça, as seguintes condições terão de existir:

  • Sawyer possui algo a que outra pessoa dá valor
  • Essa outra pessoa possui algo a que Sawyer dá valor
  • Ambos dão mais valor ao outro bem do que àquele que actualmente possuem.

Se estas condições existirem, as trocas directas poderão e deverão ocorrer e ocorrerão, mas vale a pena referir que é necessário que a coincidência exista. Por exemplo, é por coincidência que Michael valoriza mais o equipamento de Sawyer do que o espaço livre na sua jangada e vice-versa. Dado que a coincidência de interesses são, por definição, raras, muitas das trocas benéficas para ambas as partes não podem ocorrer numa economia de trocas directas.

A filosofia de Jack vs. a filosofia de Sawyer

LOST conseguiu revelar importantes pontos fortes e fraquezas das duas formas de organização.

  • Jack mostoru que socialismo pode se transformar em brutalidade; mesmo com a melhor das intenções. (Exemplos: sua própria contradição ao retornar a estação o Cisne no episódio "Man of Science, Man of Faith", ou sua aprovação na tortura de Sawyer nas mãos de Sayid no episódio "Confidence Man").
  • Capitalismo cria problemas se as mudanças não podem serem feitas por causa do auto custo e/ou monopólio de poder.
    • Como discutido, o câmbio monetário é considerado um obstáculo nos negócios, o que mantém várias armadilhas na pobreza.
    • A posição de monopólio de Sawyer significa que o comércio é impróprio para colocar valores em seus usos, assim, não trazendo qualquer benefício para o capitalismo.

Crítica da Dictomia Socialismo-Capitalismo

Algums argumentaram que nem Jack e nem Sawyer representam respectivamente o socialismo e o capitalismo e que a economia da Ilha não pode ser classificada por nenhum dos dois.

Sawyer e o Capitalismo

Na Ilha, Sawyer de forma selvagem protege seu direito de possuir todos os pertences adquiridos na fuselagem. Apesar de Sawyer defender sua crença com teorias captalistas, ele adquiriu suas propriedades através de meios que seriam classificados como criminosos em uma sociedade captalista. Sawyer não apenas pegou propriedades de pessoas que já morreram mas tambem de outros sobreviventes . Sua visão a respeito da posse de bens poderia então ser simplesmente comparada com a visão monarquíca, onde os pertences de um indíviduo são considerados mais importantes do que de outros.

Jack e o Socialismo

Na Ilha, Jack defende uma maior igualdade na distribuição dos recursos, um argumento que parece de modo superficial sustentar a teoria do socialismo. Olhando para o cerne da questão, entretanto, há diferenças entre os dois pontos de vista. A teoria do socialismo diz que o estado deve ser o agente de redistribuição coletiva. Na Ilha, não existe sistema de estado. O socialismo diz que todos os recursos são de propriedade do estado, e novamente, na Ilha não há estado. O ponto de vista de Jack -- particularmente o expressado no discurso do episódio "Live Together, Die Alone" -- pode, deste modo, estar mais próximo a uma economia tribal, coletiva ou de sobrevivência do que a teoria do socialismo.

Economia Tribal (Locke)

Se você quer se juntar a nós, é um ilha livre... Eu não sou Jack. Quanto mais, melhor.

Lost moments locke.JPG

Locke representa a terceira e a mais predominante forma de economia da Ilha; Economia Tribal

A tese central dessa apreciação é que a população da Ilha é muito pequena para a formação de leis ou um estado, ambos são necessários ao capitalismo e ao socialismo. Sem leis e um estado para fazê-las dar certo, os direitos de propriedade são insignificantes. Socialismo requer um estado para agir como agente de destribuição dos recursos.

O único sistema disponível aos sobreviventes do Vôo 815 Oceanic é, desta maneira, retornar ao meio tribal, sistema de subsistência na caça/plantio, que foi dominante na história econômica da humanidade por longos anos da história. Sob esse sistema, os recursos são compartilhados coletivamente e não são propriedade nem individual, nem coletiva, mas presentes ganhados pela generosidade da natureza. Esse sistema contêm muitos elementos que são conhecidos na Economia por Economia do Presente.

A recusa de Sawyer em participar na economia do presente pode ter mais a ver com a inabilidade psicológica dele em confiar (e sendo recíproco) mais na fé robusta de um sistema capitalista.

Pela economia da Ilha se mostrar mais eficiente sob essas circustâncias, a aceitação de Jack pela economia do presente pode resultar em pragmatismo antes que na confiança de um ideal igualitário e/ou no socialismo.

Riqueza Herdada

Na segunda temporada, a maior parte da prosperidade dos sobreviventes não criada sob o socialismo, capitalismo ou meios tribais, mas sim por herdarem a estação o Cisne. A vantagens econômicas de energia elétrica, água corrente, iluminação noturna e várias arma não foram criadas pelos sobreviventes, mas herdadas por aqueles que vieram antes deles.

Outras Referências

  • Uma das Referências Literárias é Watership Down, um livro que tem na dinâmica do personagem e da história um reflexo em Lost. Os protagonistas coelhos sequencialmente experimentam a vida nas sociedades Socialistas e Facistas antes de se ajustarem ao ideal Democrático/Capitalista.


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória