FANDOM


Para outros resultados de Daniel, vá à página Daniel (desambiguamento);


Daniel Faraday era um físico e professor que caiu de paraquedas na Ilha de um helicóptero enviado pelo cargueiro Kahana. Ele se diferenciou pela sabedoria científica e conhecimento sobre as propriedades misteriosas da Ilha. Daniel passou toda sua vida adulta estudando tempo e espaço. Ele é filho de Eloise Hawking e Charles Widmore, que formou um romance com Charlotte antes de sua morte. Quando começou a Transição do Tempo na Ilha, Daniel assumiu um papel de liderança no grupo de Sawyer, devido a suas experiências de vida, com física relativa e quântica e para proteger Charlotte. Junto do grupo, ele se inflitrou com os sobreviventes dos clarões à Iniciativa DHARMA, se tornando um cientista, trabalhando em Ann Arbor, mas volta a Ilha em 1977, onde, durante uma tentativa de mostrar que é possível mudar o passado e que o bordão "o que aconteceu, aconteceu" está errado, ele foi baleado a morte por sua própria mãe.

Antes da Ilha

Infância

5x14 Piano

Daniel conversa com sua mãe.

Daniel era filho de Eloise Hawking e Charles Widmore, apesar de ele não saber quem era seu pai. Ele era uma pessoa com dom para ciência, mas gostava mais de música. Um dia, quando Daniel estava tocando piano, sua mãe, Eloise, lhe disse que ele não deveria perder tempo com coisas como música, e sim se focar em ciência. Para provar isso, ela lhe perguntou quantas batidas do metrônomo Daniel contou desde que começou a tocar. Daniel lhe disse que contou 864 batidas. Eloise disse para Daniel que ele tinha um destino único e deveria desenvolver suas habilidades. Daniel tentou convencer sua mãe a lhe deixar continuar tocando música alegando que ele poderia "produzir tempo", mas Eloise não concordou. ("The Variable")

Educação

5x14 Journal

Daniel recebe o diário da mãe.

Vários anos depois, Daniel se formou em doutourado na Universidade de Oxford. Ele era o doutor mais novo que já havia se formado em Oxford. Quando Daniel e sua namorada, Theresa Spencer, sairam do campus eles se depararam com Eloise, que pediu para jantar sozinha com Daniel, sem Theresa. Theresa concordou apesar das reclamações de Daniel, deixando Daniel e Eloise para ir ao restaurante No restaurante indiano Daniel se expressou descontente com o comportamento de Eloise com Theresa, já que ela era sua namorada. Eloise lhe disse que ele não tinha tempo para mulheres e que ele deveria se focar totalmente no seu trabalho. Daniel mencionou que ele havia recebido uma doação de Charles Widmore. Depois de ouvir isto Eloise cedeu, desculpando-se e dizendo a ele que ela não estava lá para discutir com ele. Antes de ela sair ela deu a Daniel um presente embrulhado. Ele abriu, revelando um diário. ("The Variable")


Como professor em Oxford

4x05 Dan and Des

Daniel é ajudado por Desmond.

Em 1996, Daniel Faraday tornou-se professor na Universidade de Oxford. Ele esteve conduzindo experimentos não-autorizados envolvendo viagem no tempo, e criou uma máquina que permitiu que a consciência de uma criatura viva viajasse através do tempo. O benfeitor que fundou essa pesquisa foi Charles Widmore. ("Jughead")

Quando visitado por Desmond Hume, que insistiu que conhecia sobre a máquina, Daniel inicialmente acreditou que um colega estava "pregando uma peça" nele, mas quando Desmond mencionou Eloise, o rato de laboratório de Daniel, ele acreditou em Desmond. No seu laboratório, Daniel testou os números que Desmond forneceu a ele. Ele usou a máquina em Eloise, habilitando-a para completar, sem errar, o labirinto que anteriormente ela não saberia concluir. O quadro negro de Daniel revelou o seu interesse na Métrica de Kerr como parte da sua teoria de transporte temporal de consciência.

A consequência sofrida no transporte temporal de consciência, de acordo com a explicação de Daniel para Desmond, é que esta necessita a identificação de uma constante, algo existente em ambos períodos da viagem no tempo que possa servir como âncora para estabilizá-la;
4x02 Poor Dany

Daniel chora por razões que ele não sabe dizer. ("Confirmed Dead")

falhar em achar uma constante resulta em instabilidade de consciência, levando à um estresse que conduz para uma aneurisma cerebral, e eventualmente à morte. Em algum ponto, Daniel identifica Desmond como sua constante, anotando em seu diário. ("The Constant")

Um dia, após testar suas teorias nele mesmo, Daniel praticou suas experiências em sua namorada e assistente laboratorial, Theresa Spencer. O experimento aparentemente resultou em Theresa ter sua mente 'desalinhada' no tempo, com suas condições se deteriorando a ponto dela ficar permanentemente de cama. Logo depois deste acidente, Daniel saiu de Oxford para os Estados Unidos, e todos os registros de sua estadia em Oxfort foram deletadas. Charles Widmore aceitou pagar pelos cuidados de Theresa, mas Daniel nunca mais a viu de novo. ("Jughead") Os experimentos de Daniel nele mesmo parecem também ter causado problemas a sua memória. ("Some Like it Hoth")

Na América 

Oito anos depois, Daniel vivia em Essex, Massachusetts sob os cuidados de Caroline, sua governanta. Quando ele vê uma reportagem sobre a descoberta dos Destroços do Voo 815, ele se torna visivelmente triste, mas não sabe exatamente o motivo. ("Confirmed Dead")  ("The Variable")

Logo após ele ver a matéria, Charles Widmore chega para visitá-lo. Charles o conta que o avião que Daniel viu na TV não é o verdadeiro, mas um avião falso, que ele mesmo o pôs lá. Charles diz que o avião, real, caiu em uma Ilha, que poderia curar os problemas de memória de Daniel. Charles Widmore, oferece a Daniel que ele vá até lá, prometendo sua cura.

Poucos dias depois, Daniel tocava piano na sua casa, quando a mãe dele o visita. Ela o convence a aceitar a oferta de Charles, assegurando que ela ficaria orgulhosa de Dan. Daniel, concorda em aceitar. ("The Variable")

Pouco depois, ele entrou no time de Naomi, organizado por Matthew Abaddon, que foi mandado a Ilha a bordo do Kahana. RESPOSTA:

Na Ilha

4ª Temporada

4x01 DanielFaraday

Daniel chegando na ilha.

No helicóptero há um caos devido a uma tempestade e Miles empurra Daniel primeiro. Quando aterrissa, Daniel escuta pessoas correndo em sua direção e esconde sua arma na parte de trás de sua calça. Ele, então, encontra Jack e Kate na floresta. Ele sabia o nome de Jack pela conversa que o médico tivera com seu amigo Minkowski. Quando começam a andar, Daniel explica que quando a tempestade iniciou e o helicóptero estava em pane, ele perdeu seu telefone. Kate então, lhe diz que eles tem um e lhe empresta. Daniel liga pra Minkowski e diz que as comunicações foram cortadas quando o helicóptero entrou em pane. Minkowski pergunta se Dan está no viva-voz (nesse momento, o aparelho está em viva-voz). Então o físico se desculpa a Jack e Kate e pede licença para falar com Minkowski sozinho. Quando ele se vira, Jack e Kate veem a arma. Dan explica que cada um de seu time tem um transponder que podem ser rastreados pelos telefones. ("The Beginning of the End") ("Confirmed Dead")

Daniellookingchar

Daniel procurando Charlotte com os outros.

Enquanto andam pela floresta, encontram uma caixa de metal. Jack a abre e encontra máscaras de gás e outros equipamentos de quarentena. Dan diz que não era ele quem cuidava dos carregamentos. Jack, incisivo, pergunta por que Daniel trouxera uma arma junto e o físico fica nervoso, mas responde que resgatar os sobreviventes não é o objetivo principal deles. Quando Daniel começa explicar o que eles vieram fazer, o sinal de Miles aparece no telefone. Eles chegam até as falésias, onde encontram Miles, aparentemente desfalecido. Quando Jack tira seu capacete, Miles surpreende-o, apontando uma arma para o médico. Dan diz para ele parar, que eles são boas pessoas. Miles diz que Naomi usou o código para "eles estão com uma arma apontada pra mim". Kate tenta pegar a arma de Dan, mas Miles a para. Logo depois, eles acabam indo até o corpo de Naomi, onde Miles descobre que foi realmente Locke quem a matou.

O sinal de Charlotte então aparece no telefone e Jack diz para eles abaixarem suas armas porque seus amigos estão na floresta com armas apontadas para eles. Eles não acreditam, então Juliet e Sayid atiram para avisar que estão lá realmente. Dan e Miles entregam suas armas e o grupo vai procurar por Charlotte. Enquanto andavam pela floresta, Sayid pergunta quem são eles. Dan lhe diz seu nome e diz que é um físico de Oxford. Miles pede para não revelar seu sobrenome. Sayid pega o telefone de Miles e vê que o sinal de Charlotte está se movendo rapidamente na direção deles. Quando chegam perto, descobrem que alguém amarrou o transponder de Charlotte em Vincent e que Locke está com ela.

S4x03 DanTripod

Dan fazendo suas experiências.

Logo depois, eles captam o sinal de Frank. Quando o encontram, Frank está inconsciente. Ele acorda e diz que conseguiu aterrisar o helicóptero logo mais abaixo. Daniel e Kate pegam o corpo de Naomi e levam para perto do helicóptero. Dan quer levá-la com eles, mas Frank diz que fará isso na segunda viagem. Quando Frank descobre que Juliet não estava no avião, Miles e Jack se confrontam e Miles revela que a missão deles é encontrar Ben. ("Confirmed Dead")

Daniel, cansado de ficar sentado perto do helicóptero, começa a descarregar pedaços de um equipamento. Ele arma um tripé com um aparato de direção no topo, e liga para o cargueiro pedindo para que lhe enviassem uma carga (payload). Ele fica desapontado quando a carga não chega no momento em que é esperada, e quando ela chega posteriormente, Daniel não parece surpreso em ver que as horas estão diferentes, sugerindo que ele tinha ideia do estranho tempo na Ilha. Lapidus comenta que metade das coisas que Daniel faz estão além de suas ideias, e a outra metade está "muito mais além". Ele depois diz a Lapidus que, em seu caminho para fora da Ilha através do helicóptero, ele deveria "manter o mesmo caminho pelo qual viemos" ou senão alguma coisa aconteceria . ("The Economist")

Após retornar para a praia com Jack, Juliet e Charlotte, Daniel investiga a despensa da Ilha, olhando para os diversos alimentos. Ele e Charlotte, então, vão jogar um jogo da memória que envolve cartas.

Dantempest

Daniel na Tempestade.

Após conseguir somente duas cartas das três que acertou corretamente, ele sente que não está fazendo progressos. Ele e Charlotte são, então, questionados por Jack e Juliet sobre o telefone por satélite e descobrem que Frank, Sayid, e Desmond ainda não dirigiram-se para o cargueiro. ("Eggtown")

Jack pergunta a Daniel sobre o helicóptero, e Daniel afrima que poderá haver "efeitos colaterais," se Desmond tiver sido exposto a uma radiação eletromagnética. Pediu para falar com Desmond, pediu pra ele se situar no tempo, onde perguntou a Desmond para se encontrar entre os lapsos temporais. Mais tarde Daniel se vê na praia, pesquisando em seu diário. Quando lê o que ele mesmo escreveu em 1996: "Se alguma coisa der errado, Desmond Hume será minha constante." ("The Constant")

Daniel então, vai com Charlotte até a estação Tempestade, para desabilitarem o gás letal que pode ser solto pela estação. No caminho, os dois descansam e Daniel pergunta a ruiva o que aconteceria se ele não conseguisse fazer "aquilo". Charlotte diz que ele conseguirá. Kate, que estava voltando à praia, encontra os dois e acredita que eles estão mentindo. Quando encontra as máscaras de gás, Charlotte bate na morena e a faz desmaiar. Daniel e Charlotte, mais tarde, chegam até a estação e entram nela soltando os cabos de segurança. Enquanto está digitando desesperadamente no computador, Dan é confrontado por Juliet que começa uma luta com Charlotte. Dan continua a digitar freneticamente para desabilitar o gás. Juliet acredita nos dois e deixa Daniel terminar. O físico consegue desabilitar segundos antes do gás se espalhar. Dan fica para trás para fechar a estação enquanto Juliet e Charlotte saem. ("The Other Woman")

4x10-promo13

Daniel conversando com Charlotte.

Quando Dan dava uma olha em sua mochila, Sun aproxima-se dele. Ela diz que está grávida e ele a parabeniza. Ela então pergunta se eles estão lá para resgatar os sobreviventes e ele gagueja uma resposta. Quando ela mostra-se preocupada, ele diz que "Não é a minha função". Ela vai embora, convencida que eles não estão lá para salvá-los. ("Ji Yeon")

Daniel estava entre o pessoal da praia que correu para beira-mar em resposta aos gritos de socorro de Bernard e aos latidos de Vincent. Após o corpo ser colocado na areia, Daniel revelou a identidade de Ray como o médico do cargueiro.

Logo depois, Kate pergunta para Daniel se o telefone por satélite está funcionando, e ele disse que o conserto do telefone até aquele momento só seria suficiente para se comunicarem em código Morse. Então, Dniel transmite "o que aconteceu com o médico?" e o cargueiro responde, ele diz a Jack que a resposta é "amigos estão bem. Helicópteros vindo pela manhã". Bernard, porém, conhecia o código Morse e disse que Daniel mentiu, pois a resposta verdadeira é "do que você está falando? médico está bem". Sob a pressão de um furioso Jack, Daniel revela que o cargueiro nunca planejou resgatar os sobreviventes, isso deixa Jack atordoado, triste e com uma dor aparente. ("The Shape of Things to Come")

Diante da desconfiança dos sobreviventes sobre eles, Daniel e Charlotte se voluntariam a ir até a estação O Cajado junto com Jin e Sun para pegar suprimentos para a cirurgia de Jack. Ao chegar na estação, ele se oferece a entrar primeiro e ver se não era perigoso. Jin percebe que Daniel tem uma queda por Charlotte. Daniel, então, pega os suprimentos e os leva de volta ao acampamento para a cirurgia de Jack. ("Something Nice Back Home")

Jack pediu a Daniel que fizesse uma chamada para o telefone por satélite de Frank, pelo qual eles ouviram Keamy ordenando a Frank que pousasse o helicóptero. Daniel, ouvindo a menção à Orquídea percebe que eles precisam sair da ilha porque Keamy está usando o protocolo secundário. Após Jack e Kate partirem para seguir o sinal, Daniel testemunha Sayid retornando à praia no bote do cargueiro. Enquanto Sayid tenta seguir Jack e Sawyer, Daniel se dispõe a transportar os sobreviventes para o cargueiro. Sayid relutantemente concorda. Após Kate retornar e entregar Aaron para Sun, Daniel parte no bote com Jin, Sun, e três outros redshirts. Eles chegam ao cargueiro e assim que todos embarcam em segurança no Kahana, Daniel vira o bote e retorna à praia para pegar mais pessoas. ("There's No Place Like Home: Parte 1")

Thelie10

Daniel chegando ao acampamento.

Após retornar à Ilha para buscar mais pessoas, Daniel diz a Miles e Charlotte que eles precisam estar no bote com o próximo grupo se eles querem deixar a ilha. Miles diz que ele quer ficar, Charlotte, por outro lado, não está certa. Quando Daniel volta, Charlotte lhe diz que ela ficará por enquanto. Daniel diz que pode não haver uma próxima vez e ela pode nunca sair da ilha. Charlotte dá um beijo de despedida em Daniel (na bochecha) e ele pega o bote e transporta mais pessoas para o Kahana. Quando o Kahana explode e o segundo evento do céu roxo acontece. Daniel e as pessoas no bote são vistas no oceano pouco antes da ilha se mover. ("There's No Place Like Home: Parte 2")

5ª Temporada

Thelie23

Dan preocupado com as viagens da ilha.

Daniel e os sobreviventes do bote ficaram surpresos com a luz roxa do movimento da Ilha. E quando ele observa que a Ilha ainda era visível, disse que eles deviam estar no "raio". Dan diz que é o único que sabe o que realmente está acontecendo, então explica para os sobreviventes e tripulantes, e até brigou com Sawyer por isso. Durante um pulo no tempo, Dan contata Desmond no Cisne e manda-o procurar sua mãe em Oxford, mas antes de dizer o nome dela, a Ilha se move no tempo. ("Because You Left")

Duas horas depois, Daniel chega na praia. Sawyer pergunta a razão da demora, mas Daniel foge do assunto. À noite, Daniel está lendo seu diário, quando Charlotte chega e lhe entrega uma manga que ela achou. Ele agradece, mas se preocupa por causa da doença dela, que por algum motivo a fez esquecer do nome do meio de sua mãe. Dan culpa o estresse. Mesmo assim, Charlotte o vê preocupado, e pergunta se ele sabe que está acontecendo com ela. Mas antes dele responder, Miles vem da floresta com um javali, interrompendo o assunto. Após isso, pessoas desconhecidas vêm atacando flechas inflamadas. Dan e Charlotte sobreviveram, e seguiram para o riacho. ("The Lie")

Charlotte se sente enjoada e com visão dupla. Daniel sabe oque está acontecendo com ela, mas não deixará que aconteça. No rio, dois sobreviventes ativam bombas e morrem, enquanto Daniel, Charlotte e Miles são capturados pelos Outros da época. Aparentemente a líder dos que os capturaram, Ellie, pergunta quem é o líder dos 3. Miles aponta Daniel. Ellie lhe diz: "Você não conseguia só ficar longe daqui, não é?". O grupo os leva até o acampamento dos Hostis, e são confundidos como Militares Norte-Americanos. Eles fingem que são, mas deixam claro que são só cientistas.
Jughead25

Daniel tentando desativar a bomba.

Dan percebe que há uma bomba por causa das queimaduras de radiação na mão de um Outro. Então ele diz que eles vieram por causa da bomba, para desativá-la. Daniel ganha a confiança de Richard Alpert, dizendo que não vai explodir a Ilha, só vai desativar a bomba, porque se ele explodisse a bomba, a mulher que ele ama, Charlotte, morreria. Ellie leva Dan até a "Jughead". Daniel percebe que Ellie parece alguém que ele conhecia. Dan nota uma rachadura na bomba, e manda que Ellie cubra-a com concreto ou chumbo, e depois enterre a bomba, e nada acontecerá. Ela diz que não acredita nele, e pergunta como ele sabe que nada explodirá. "Porque daqui a 50 anos a Ilha ainda está aqui", ele responde. Ele revela que veio de futuro, e que não houve nenhuma explosão nuclear na Ilha. Sawyer e Juliet vêm armados mandando Ellie libertar Dan da mira de sua arma. Após alguns minutos, ocorre outro Movimento da Ilha no Tempo, e Daniel, Sawyer, Juliet, Locke, Charlotte e Miles aparecem próximos uns dos outros, mas os Outros não estão lá. Dan abraça Charlotte e ela começa a sofrer de um ataque epilético, com o nariz sangrando, e Dan tenta ajudá-la. ("Jughead")

Daniel tentou reviver Charlotte, e Locke sugeriu que eles fossem até a Orquídea para tentar parar com as viagens no tempo. Daniel foi com o grupo até o acampamento na praia para usarem o bote Zodiac para chegarem na Orquídea mais rápido. Depois, de noite, enquanto andavam para a praia, o grupo vê uma luz alta de algum lugar adiante. Reconhecendo essa luz como da escotilha na noite que Boone morreu, Locke os leva depressa para a praia para evitar a luz. Um pouco depois, eles ouvem os gritos de uma mulher chorando. Daniel fica com o pessoal enquanto Sawyer vai investigar. O grupo viaja mais uma vez no tempo e chegam na praia. O nariz de Miles sangra e pergunta a Daniel sobre isso. O físico responde que os sangramentos são relacionados a quanto tempo você passou na ilha. Miles então diz que os sobreviventes do voo estão ali a meses antes do cargueiro chegar. Dan pergunta se Miles tem certeza de que nunca esteve na ilha antes. Chegando na praia, eles descobrem que o acampamento existe, mas foi saqueado.

Death-promo22

Daniel chora pela morte de Charlotte.

Sem o bote estar ali, o grupo quer saber por que tudo se foi. Eles encontram duas canoas de madeira e acham que os outros sobreviventes podem ter fugido desses atacantes. O grupo pega uma das caonas e começa a viagem até a Orquídea. Depois de um tempo, eles percebem que um grupo de pessoas está seguindo eles na outra canoa. Quando a outra canoa se aproxima mais, eles começam a atirar enquanto Juliet também revida. Outro flash de tempo acontece e está chovendo muito forte, mas o grupo consegue chegar na praia. Daniel escuta quando Charlotte avisa o grupo sobre pertences de um navio que deve ter naufragado recentemente. ("The Little Prince")

Daniel viajou com o grupo na selva e experimentaram um outro movimento logo antes de se encontrar com Jin. Depois de todos cumprimentarem Jin, eles continuaram a viagem para a estação Orquídea. Então, após algum tempo novos flashes e movimentos acontecem rapidamente, e no quarto Charlotte caiu ao chão e começou a dizer coisas sem sentido, parte em coreano. Daniel correu para tentar socorrê-la. Um outro flash acontece e Daniel pede para que tentem levar Charlotte para a Orquídea, mas Locke diz que ela só irá atrasar as coisas. Daniel decidiu ficar com Charlotte enquanto o resto do grupo seguia para a estação. Quando sozinha com Daniel, Charlotte confidenciou que ela havia crescido na ilha mas saiu quando pequena com sua mãe. Sua mãe tentou convencê-la de que ela havia imaginado a ilha, mas Charlotte não acreditava e assim começou a procurar pela ilha. Charlotte diz para Dan que ela lembrava de um homem louco que, quando ela era pequena, havia lhe contado que se ela deveria sair da ilha, e se ela voltasse ela iria morrer. E Charlotte acreditava que aquele homem era Daniel. Depois de citar que não poderia comer chocolate antes do jantar, Charlotte morreu. Daniel não pôde fazer nada além de assistir lacrimejando. ("This Place is Death")

Com a DHARMA nos anos 70

Dancomesisland

Daniel volta à ilha depois de um tempo desconhecido.

Logo após mais um flash, Daniel conta para Juliet, Miles, Jin e Sawyer, que o corpo de Charlotte simplesmente sumiu depois da ruiva morrer. O físico explica que eles estão fixos no tempo e que Locke os salvou. Daniel, ainda abalado pela morte de Charlotte, segue com o grupo até a praia, mas para no meio do caminho quando eles encontram Amy sendo atacada. Daniel também desmaia após passar pela cerca sônica e é mantido com o grupo na vila até Sawyer ser interrogado. Na vila, Daniel vê uma garotinha ruiva que acena para ele, e acredita que essa garotinha seja Charlotte. ("LaFleur")

Algum tempo depois, Daniel sai da Ilha sob circunstâncias desconhecidas. ("Some Like it Hoth")  ("The Variable")

Em 1977, quando Kate, Jack e Hurley chegam na Ilha, Hurley comenta a Purgação e pergunta se Sawyer não vai fazer nada a respeito. Sawyer diz que Dan tem teorias bem interessantes do que ocorrerá se ele fizer isso. Jack pergunta se Dan também está lá. Sawyer diz que "não está mais". ("Namaste")

Dois dias depois, Daniel, retorna à ilha em um submarino com outros cientistas de Ann Arbor. Quando Miles o vê surpreso, Daniel diz: "Há quanto tempo". ("Some Like it Hoth")

Daniel, rapidamente chama Miles e o mostra uma foto de Jack, Kate e Hurley em um jornal, entre outros recrutas da DHARMA. Daniel diz que voltou por causa deles. O físico pede a Miles que o leve até a casa de Jack. Lá, ele pergunta ao novo faxineiro como ele voltou, Jack responde que estava num avião. Dan pergunta quem o colocou em um avião. Jack, responde que foi a mãe dele, dizendo que era o destino dele voltar. Daniel então diz que ela estava errada.

5x01 Construction Faraday

Dan tentando avisar Chang.

Ele então apressadamente vai para A Orquídea com Miles para encontrar Pierre Chang. Ele segue Pierre descendo pela Orquídea, e observa de longe. ("The Variable")

Daniel se disfarça como construtor, e ouve-o conversar com Tony sobre a descoberta da Roda Congelada e o ataque que um trabalhador sofreu. Enquanto Pierre sai da Estação, Daniel vê o estado do homem que segundo Tony "deu uma de louco", e esbarra com o Dr. Chang no corredor. ("Because You Left")  ("The Variable")

Antes de o cientista deixar a estação, Daniel pede a ele que evacue toda a Ilha, porque em 6 horas, haverá um incidente eletromagnético no local da construção do Cisne, 30 000 vezes pior do o que aconteceu ali na Orquídea. Pierre pensa que é uma piada e ignora. Daniel revela que Miles é seu filho, mas Miles mente, dizendo que Dan está mentindo, então Pierre não acredita em Faraday e sai.

Daniel, volta a Vila, indo à casa de Sawyer, onde ele fala com os que estão lá: Sawyer, Kate, Juliet, Jack, Hurley, Jin e Miles. Ele pergunta se eles sabem onde os Hostis estão. Sawyer discute um pouco, mas Kate revela que sabe. Daniel diz que precisa falar com sua mãe, que eles conheceram em 1954, como Ellie. Hurley pergunta se eles já estiveram em 54. Juliet conta o código da Cerca Sônica. Daniel, Kate e Jack partem em direção aos Hostis. ("The Variable")

Danexplaning

Daniel explicando a situação.

Antes de acompanhar o grupo, Daniel vai até o playground da Vila. Ele vê uma jovem Charlotte nos balanços comendo chocolates. Ela diz a ele que não pode comer chocolates antes do jantar, e ele diz que não contará aos pais dela. Ela se apresenta a ele, e ele faz o mesmo. Daniel, então, diz a Charlotte que em breve Pierre Chang perguntará quem quer ir no submarino, e se alguém tem que embarcar, é ela e sua mãe. Ele diz que caso o que ele faça não dê certo, ela deve estar fora da Ilha. Ele diz que evitou dizer aquilo para ela, porque achava que não podia mudar as coisas, mas agora acha que pode. Ele então diz a ela para nunca mais voltar para a Ilha, ou ela morrerá. ("The Variable")  ("This Place is Death")

Os três param na oficina para pegar armamentos. Kate entrega uma arma a Dan, mas ele pede algo mais fácil de usar. Ela então entrega uma pistola. Enquanto estão lá, Stuart Radzinsky e outros dois membros da DHARMA chegam armados, e, pergunta o que ele está fazendo lá. Durante um verdadeiro interrogatório, Stuart percebe que Daniel está armado, e o manda se entregar. Daniel se recusa a fazer isso, e em meio a ferramentas, galões de gasolina, kombis e jipes, Daniel, Kate e Jack começam um tiroteio contra Radzinsky e dois desconhecidos.
Dangun

Daniel procurando por sua mãe.

Um dos tiros acertam o pescoço de Daniel, de raspão, mas ele ainda consegue se mover. Daniel também acerta Stuart. Kate manda os dois irem até o Jipe da DHARMA, e Jack, para ganhar tempo, atira em um barril de gasoline, causando uma explosão. Os três pegam um jipe, e rapidamente, vão para a Cerca. Jack, já na cerca, enquanto Kate a desativa, o médico cuida do ferimento de Dan, falando que já que "O que Aconteceu, Aconteceu", Daniel ficaria bem. Dan, porém, diz que aquele é o presente dele, e tudo pode acontecer com ele, inclusive morrer, já que, (usando como exemplo), quando ele conheceu Jack, não tinha cicatrizes no pescoço, porque ainda não tinha levado o tiro. O grupo atravessa a cerca e vai até A Linha. Jack questiona a arma, já que Daniel só quer falar com a própria mãe. Daniel diz que Jack não conhecesse sua Mãe. Jack quer saber por que Eloise estava errada. Daniel então começa sua explicação. Ele diz que em 4 horas, o grupo de pessoas na Estação O Cisne, irá perfurar um local e acidentalmente irá liberar um enorme acúmulo de energia. Os resultados, serão catastróficos. Para conter essa energia, o local deverá ser colocado sob muito concreto, assim como em Chernobyl. O local que eles construírão em volta desse lugar, será o que eles vão achar e chamar de A Escotilha. Ele diz que por causa desse pequeno, porém catastrófico acidente, a DHARMA, passará os próximos 27 anos apertando um botão, e um dia o amigo deles, Desmond, não apertará esse botão, fazendo o Voo 815 cair na Ilha, e porque o avião caiu na Ilha, um cargueiro será mandado] para a Ilha.
Dandies

Dan morre ao lado de Richard.

Tudo isso, começará nessa tarde. Mas Dan acha que pode mudar tudo. Ele diz que estudou tuda a vida dele, física relativa. Ele sempre seguiu a regra de que não podia mudar o passado, afinal segundo ele "o que aconteceu, aconteceu". Mas durante esse tempo em Ann Arbor, Daniel entendeu que ele passou tanto tempo, focado em constantes, que esqueceu das variáveis. E assim como os acontecimentos são as Constantes, as pessoas são as Variáveis. Ele diz que pessoas fazem escolhas, procuram razões, têm livre-arbítrio. Ele acha que pode mudar o destino. Dan então revela que acha que pode conter e destruir a energia sob O Cisne, sendo assim, a DHARMA nunca terá que construir a Escotilha e o avião pousará em Los Angeles, anulando tudo que já aconteceu. Ele planeja fazer isso, detonando uma Bomba de Hidrogênio. Daniel então, sem Jack nem Kate, invade o acampamento Hostil, atirando perto de Erik como aviso, e pede para falar com Eloise. Richard Alpert parece, no lugar dela, dizendo que Ellie não está. Daniel, mirando em Richard conta até 3, e Richard diz que Eloise não está lá. Daniel quer saber onde está a Jughead, e enquanto segura a arma, é atingido, no peito, por uma jovem Eloise. Richard briga, dizendo que Daniel não atiraria. Daniel, percebe que Eloise atirou nele, e diz a ela que ela sabia de tudo aquilo, ela sempre soube que atiraria nele, até quando ela o mandou ir para a Ilha. Eloise pergunta quem Daniel é, e ele responde que é o seu filho. ("The Variable")

Depois da Morte

Em 1977

Eloise, a mãe de Daniel, começa a ler o diário do filho após morte a dele. Durante a leitura, ela notou um trecho escrito em sua própria caligrafia, oque a fez perguntar aos que acompanhavam seu filho, Jack e Kate, sobre o homem que ela acabou de balear. Eles contam sobre o plano de Daniel sobre a bomba, e Eloise concorda em levá-los até ela para fazer o que Daniel iria fazer. Antes de partir, ela, em reverência, fecha os olhos de seu filho. ("Follow the Leader")

Depois da morte de Daniel, os sobreviventes realizaram seu plano de criar um "Reset". Usando a Jughead, Juliet detonou a massa de energia localizada abaixo do Cisne, porém os efeitos foram diferentes: eles não conseguiram mudar o passado; apenas criaram uma realidade paralela. ("The Incident")  ("LA X, Partes 1 & 2")

Em 2007

O nome de Daniel estava na lista de possíveis candidatos a substituir Jacob. Como consequência, Daniel não podia ser morto pelo Monstro. Porém, seu nome (ao lado do número #101) estava riscado. ("The Substitute")

Depois da Vida

Daniel Widmore é filho de Eloise e Charles Widmore. Daniel é um músico, mas o lado científico tem se tornado forte em sua mente. Ele teoriza que realizou um tipo de "reset" e está vivendo em uma realidade paralela.

Los Angeles (2004)

Happily279

Daniel tem uma conversa com Desmond sobre uma possível "outra vida" que eles tiveram

Desmond tem uma conversa com a mãe de Daniel, Eloise. Ela insiste para que ele pare de procurar Penny e acrescenta que isso é uma violação. Após isso, quando Desmond entra em sua limousine, alguém bate em sua porta. Este alguém se apresenta como Daniel Widmore (agora músico), dizendo que eles precisavam conversar. Daniel pergunta se Desmond acredita em amor a primeira vista e conta que quando conheceu uma ruiva em um bar, sentiu como se já a amasse antes, e que neste mesmo dia, fez várias anotações em seu diário sobre física quântica, da qual não entendia nada. E quando perguntou a um amigo físico, ele disse que seria como se alguma coisa catastrófica estivesse prestes a acontecer e que só uma grande quantidade de energia, como uma bomba nuclear, poderia evitar isto. Ele reflete sobre a existência desta vida e sobre terem uma "outra vida" e que por alguma razão, "mudaram as coisas". E ele complementa que não precisariam explodir uma bomba, pois acha que já o fez. Desmond não entende o que aquilo tem haver com ele, e Daniel pergunta por que ele estava procurando por Penny, e supõe que é amor. Desmond diz não saber se ao menos ela existe, mas Daniel explica que ela é sua meia-irmã e diz onde encontra-la. ("Happily Ever After")

Curiosidades

  • As referências a Slaughterhouse-Five através da experiência de Desmond em "The Constant". O choro inexplicável de Daniel enquanto via o noticiário lembra o protagonista do livro, Billy (que é especificamente definido como "solto no tempo") chorando ao ouvir o quarteto da barbearia. A razão de Billy é revelada: o quarteto o lembrava os guardas que avisaram os prisioneiros de guerra sobre o bombardeio no passado. Então Daniel poderia estar chorando por ter conhecido os sobreviventes no futuro. Isso e a página do diário dele em que escreveu "Desmond" sugerem que ele pode estar sobre os mesmos efeitos.
  • Na Bíblia, Daniel é conhecido como um interpretador de sonhos, disponível a achar a verdade e o significado atrás da visão crítica.
  • Daniel foi o vigésimo quinto personagem a ter um flashback.
  • Daniel nunca conheceu Ana Lucia, Ben, Boone, Charlie, Claire, Eko, Libby, Nikki, Paulo, Shannon ou Walt.
  • A contagem de episódios de Daniel é 22 (até "Happily Ever After").
  • Daniel parece sofrer perda de memória:
  • Ele demorou um longo tempo antes de lembrar seu nome momentos depois de chegar na Ilha.
  • Ele não conseguia lembrar o nome do que queria procurar (sua bolsa).
  • Miles brigou com ele por não lembrar o código de Naomi ("diga à minha irmã que eu a amo").
  • Ele estava incerto da razão pela qual chorava quando viu que o Voo 815 foi achado. ("Confirmed Dead")
  • Ele estava jogando o que parecia ser um jogo de memória com Charlotte, no qual ele teria que lembrar três cartas. Ele só conseguiu acertar duas delas, o que Charlotte se referiu como "progresso". ("Eggtown")
  • Ele não se lembra de seu encontro em 1996 com Desmond e parece surpreso lendo seu próprio diário qual dizia que ele planeja usar Desmond como sua constante se alguma coisa acontecesse errado.
  • O fato dele manter um diário talvez seja por causa de seus problemas de memória.
  • Ele nunca foi visto sem gravata na Ilha, exceto quando vestido em um macacão DHARMA. ("Because You Left")
  • Um erro proposital durante a seleção de elenco o descreveu como "Russel, próximo à casa dos 40 anos, um matemático brilhante e profundo pensador que é capaz de fazer reflexões profundas e tem bastante conhecimento em vários campos científicos. Às vezes ele luta contra a sociedade por ser direto demais e desconectado de suas relações pessoais. Sendo um empirista, ele é humilhado e fascinado pela mágica e mistério de tudo nesse mundo que não pode ser explicado pelo ciência."

Nome

  • David Arthur Faraday foi a primeira vítima do Assassino do Zodíaco nos anos 1960. A balsa Zodiac na qual Daniel Faraday viaja na série é possivelmente uma referência a isso. [2]
  • Daniel Faraday era um viajante do tempo no episódio "Final Appeal" da série The Outer Limits. [3]
  • Seu nome apareceu pela primeira vez na quarta temporada como uma pista para capítulo 2 do jogo de realidade alternativa Find 815 .
  • Michael Faraday (22 de setembro, 1791 – 25 de agosto, 1867) foi um físico inglês que pesquisou o eletromagnetismo.
    • Faraday inventou a Gaiola de Faraday, uma gaiola que impede que a radiação eletro-magnética toque no que estiver dentro dela.
    • A Constante de Faraday, uma constante na eletroquímica, recebeu esse nome por causa de Faraday. O episódio "The Constant" é uma referência óbvia a isso e contém várias outras referências nele.
    • A constante de Faraday é 23kcal/mol.
    • O Voo 815 caiu quando seria seu 213º aniversário.
  • O Instituto Faraday é um instituto de investigação em São Edmund's College, Cambridge. O instituto estuda a correlação entre ciência e religião. A crença no valor da ciência e (lógico) versus religião (fé) é um tema frequentemente explorado em Lost, especialmente nos argumentos entre Jack (que geralmente apoia lógica e desvaloriza fé) e Locke (que geralmente apoia fé e ciência despreza). ("Orientation")
  • Durante o vazamento de informações deste personagem foi revelado o nome Russell. "Russell Faraday" é o nome dado ao vilão no final de "A Dança da Morte", de Stephen King.
  • No romance "House of Leaves" de Mark Z. Danielewski, na página 90 há discussão de como a casa, uma anomalia do espaço-tempo, desafia o uso de uma bússola muito parecido com a ilha. A nota 101 fictícia desta página em relação a este fenômeno estados "Devon Lettau escreveu um divertido se, em última análise, inútil ensaio sobre a bússola 'comportamento. Afirmou que o minuto flutuações da agulha provado que a casa era nada mais nada menos que um vestíbulo de energia pura que se aproveitadas corretamente poderia abastecer o mundo com poderes ilimitados. Consulte 'O Faraday Conclusão "(Boston: Maxwell Press 1996)."

Equações e Anotações

4x05e-faraday

("The Constant-Aprimorado")

Enrico-fermi

O erro na equação (com alfa, h-barra e e) no quadro-negro de Faraday é uma referência a este erro visível em uma conhecida foto de Enrico Fermi [1]

  • Equações: Várias equações físicas são visíveis como ligações com Faraday.
    • Segundo as legendas dos episódios aprimorados para "The Constant-Aprimorado", "Uma das equações no quadro-negro é a métrica de Kerr na qual alguns cientistas acreditam implica na existência da viagem no tempo. No quadro-negro de Faraday está incluído o erro do físico Enrico Fermi na constante da estrutura fina como foi retratado em uma famosa fotografia [4]." Especificamente, a carga elementar, e, e a constante de Planck reduzida, \hbar, são transpostas na expressão para a constante de estrutura fina, \alpha. A equação deve ser lida: \alpha = \frac{e^2}{\hbar c}, em vez de \alpha = \frac{\hbar^2}{e c}.
    • Algumas equações parecem ter relação com a teoria do buraco negro incluindo energia gravitacional potencial(M^2 / R), a distância na qual a luz pode permanecer numa órbita circular ao redor de um buraco negro, e o horizonte eventual. Outras equações são ilustrações da relatividade geral (apontar fonte de luz em um quadro, sendo observado em um quadro em movimento), e um diagrama de Minkowski .[5]
    • Diagramas de um potencial de "chapéu mexicano" também aparecem no quadro negro de Faraday. Aquelas curvas com forma de "W" são frequentemente utilizadas para representar ruptura espontânea de simetria, tal qual ocorre quando é usado o mecanismo de Higgs para gerar massas de partículas em um modelo padrão de partículas físicas.

Elenco adicional


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.