Fandom

LOSTpédia

Companhia de Doces Apollo

3 425 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar
Estas informações foram reveladas pelo jogo de realidade alternativa.
The LOST Experience
Hansolg verde.JPG
Ver · Editar
Resumo · Personagens · Vídeos · Revelações
Personagens:   Rachel Blake · Alvar Hanso · Thomas Mittelwerk · DJ Dan · E. Valenzetti · Outros...
Temas: Fundação Hanso · DHARMA · Equação de Valenzetti · Vídeo S.L · Chocolate Apollo

Essa página tem informações sobre a companhia que produz o Chocolate Apollo e sobre o website. Para aparições do chocolate em Lost, e a importância dele para o desenvolvimento de Lost Experience, veja Chocolate Apollo.
ApolloCandyLogo.jpg

Uma barra de Chocolate Apollo

ApolloCandy.com foi anunciando em 8 de agosto de 2006. O site está hospedado no mesmo servidor de todos os outros jogos. O site promove uma barra de chocolate chamada Apollo. Também há seções descrevendo a Companhia de Doces Apollo, o fundador M. David Benson e outros tópicos relacionados.

Perceba que a licença do website do jogo já expirou e o domínio Apollocandy.com não é mais propriedade da ABC ou de The Lost Experience. Agora é um site em branco.


Informações do Site

Página Principal

ApolloCandyWebsite.jpg

Imagem do apollocandy.com

O logotipo da Apollo aparece centralizado com um fundo, do que parece ser, estrelas. Quando se clica no logo, a barra de chocolate aparece no centro cercada de estrelas que podem ser clicáveis. Elas são: O Começo, o Homem, o Anúncio, a Companhia, o Jeep e a Barra Apollo. Há também uma imagem de um garoto loiro segurando a barra de chocolates na parte superior esquerda e uma boca de mulher que está próxima de pegar um pedaço do chocolate.

Clicando na barra de chocolate no centro, abrirá a embalagem e mostrará o chocolate. Escrito na barra está o endereço do site whereisalvar.com, criado por Rachel Blake, onde você pode mandar uma foto sua junto com a barra de chocolate Apollo. A mensagem na barra foi decifrada por Tycoonalex, um dos jogadores de the Lost Experience.

Parece que o modelo do website é mudado de tempos em tempos.

O Começo

Atrás do invólucro do chocolate aparece um bolo de aniversário com uma vela e o texto:

Nunca em seus sonhos mais solitários poderia o M. David Benson ter 
imaginada como esse momento mudaria tudo. Era 1964.
Ele acabara de chegar, e na parte detrás da fera de 1959, o Jeep FC-150, 
a primeira carga das barras de Chocolate Apollo para a legendária
J.Pickersweet´s Five and Dime em São Francisco.

Benson sabia que esse era o momento da verdade. Se Pickersweet gostasse 
do que você venderia, o lucro e a prosperidade certamente iriam 
te seguir. Mas, se ele tivesse problemas com seu produto...

Benson prendeu a respiração quando Pickersweet mordeu dentro da impossivelmente rica, 
inimaginável cremosa barra de Chocolate Apollo. Um completo, animador dez 
segundos passaram.

E então, o milagre aconteceu.

O bigode de Pickersweet curvou-se sob um sorriso que ia de
orelha a orelha. A Barra de Chocolate Apollo chegou na cidade de Golden Gate.

Há também, um código de barras com os números 185192.

O Homem

De novo, atrás da embalagem aparece uma imagem da sombra se uma pessoa e o texto:

Nascido em 1938, M. David Benson é filho de Nils Christer Benson, filho
de Oskar Benson, fundador da respeitada Chocolateria Benson, na Escandinávia.

Alguns poderiam dizer que Benson era uma criança de brigas. O avô dele, Oskar
Benson era um homem de tradição. Quando soube que o filho noivara com uma
mulher bem abaixo do seu padrão, Oskar virou as costas para Nils, cortando-o
da herança da família. Ao deixar a Noruega, com a mulher grávida,
Elli, Nils fixou uma nova vida nos EUA, juntando-se a Marinha Americana
em Dezembro de 1941. Infelizmente, porém, Nils Benson perdeu a vida na
Praia Omaha a poucos anos atrás.

Como vários imigrantes, a viúva Elli Benson, sentiu um forte sentimento de
patriotismo pelo país que ela adotou. O marido dela morreu defendendo
a América, e o filho M. David Benson cresceu para apreciar a terra natal.

M. David Benson serviu a América na Guerra da Córeia e conta o momento
quando ele, também, descobriu que o chocolate corria por suas veias:

"Seis de nós foram feridos - ignorância assustadora. Eu sabia que estaria perdido
se nós não nós uníssemos. Então, eu coloquei o rifle na minha mochila e encontrei
-- a Barra de Chocolate Benson que minha mãe enviou. Eles eram caros. Ela era
pobre. Mas, uma vez por mês, havia aquele cuidadoso pacote. Seis
partes, eu dividi o chocolate, e mesmo com a morte olhando nos nossos olhos,
nenhum de nós pôde negar um sorriso no rosto. Era tarde da noite,
mas durante aquele doce momento, quando comíamos a barra Benson, o sol
iluminou a todos nós"

Foi naquela trincheira que M. David Benson primeiro previu a Barra de Chocolate
Apollo. Menos de dois anos depois, aquela visão tornou-se realidade. E,
o resto, como dizem, é história.

Há também a data de validade: (23/10/06. 23 e 10+06 = 16.)

Consuma até:
OUT 23-06

O Anúncio

Quando se clica em "The Ad", um anúncio em vídeo transmitido na TV pode ser visto. O estranho vídeo pode ser visto aqui. Há uma legenda dizendo "Não disponível nas lojas", mas o narrador diz para visitar o site e ganhar uma barra grátis. Mais tarde, uma nova seção foi adicionada: "Distribuição EUA".

A Companhia

Quando se clica em "The Company", a parte de trás da embalagem aparece novamente. Há também um balão azul da Apollo, voando pelo céu e o texto:

Começando somente com a receita de chocolate ao leite dada a ele pelo
avô, Oskar Benson, M. David Benson começou a Companhia de Doces Apollo 
em 1962, em uma fábrica de um cômodo no legendário distrito de Cow Hollow 
em São Franscico. Em 1964, Benson aperfeiçou a receita para sua, 
disponível, e já excepcionalmente deliciosa, Barras Apollo, e começou
a distribuí-las pelas redondezas. Em 1968, a inexperiente companhia assegurou
a distribuição nacional.

Infelizmente, no começo dos anos de 1970, a Companhia de Doces Apollo Sadly, passou
por uma terrível dificuldade. Porém, devido a considerável intervenção financeira de
Alvar Hanso, fundador da organização filantrópica mundial, a
Fundação Hanso, a companhia foi salva da falência... e introduzida a
uma nova vida. Hoje, a Companhia de Doces Apollo está viva e bem, assim como
o abastecimento privado de chocolates para Alvar Hanso e as outras companhias dele.

A mesma data de validade e código de barras estão presentes.

O Jeep

Mantendo a inclinação para propaganda da Jeep, ao clicar no link "The Jeep", a parte de trás da embalagem está com uma imagem de um caminhão com rodas animadas e o texto:

Uma vez aperfeiçoada a receita das Barras Apollo,  M. David Benson 
encontrou-se em apuros: ele gastaria até o último centavo no começo
da companhia--o que o deixaria sem nada para viajar e apresentar
o novos sensacionais chocolates.

Resumindo? Ele precisava de um caminhão e rápido.

Mas, como? E qual caminhão? Essa não era uma decisão fácil. Escolher um
veículo para distribuição é mais do que somente leva uma caixa de Barras Apollo
daqui até lá. Seja lá o que Benson escolhesse para dirigir, ele sabia que
estaria sempre associada a Companhia de Doces Apollo. Iria
representá-lo, a família dele e a imagem da companhia que ele estava tentando
erguer da terra -- por bem ou pela dor.

Felizmente, a fortuna sorriu para Benson novamente. Um amigo próximo acabara
se mudar da Big Apple e não precisava mais do seu Jeep FC-150
de 1959. O veículo estava amassado, sujo, parecia nunca ter andado pelas
ruas da cidade, mas Benson deu uma olha no jeep e sabia que aquele era
o caminhão perfeito -- não só porque ele poderia pagar, era um veículo
austero e durável como o Espírito Americano.

600,000 milhas e 44 anos depois. Benson ainda prefere o Jeep FC-150 
a outros veículos na sua frota. Como ele é conhecido pela gabar-se, " A própria
Apollo ficaria feliz de desistir do cavalo e da charrete por uma chance
de andar o meu Jeep FC-150!"

O Chocolate Apollo

Atrás da embalagem aparece uma imagem no canto superior esquerdo de uma Barra Apollo caindo dentro do chocolate e o texto:

Após o final dessa caminhada, Benson sabia o que deveria fazer. Ele traria a
Barra Benson para a América, mas com uma mudança. Queria fazê-la com preço em conta,
mas sem comprometer a qualidade, para que todo americano, independente
de classe, credo ou situação possa se juntar ao simples
prazeres do mundo dos ricos, do mais cremoso, chocolate ao leite.

Trazendo essa proposta ao avô, um homem que ele conhecia pouco, Benson
ficou arrasado ao saber que a Chocolates Benson não existia mais, a marca
foi vendida para um indústria de doces Inglesa. Porém, Oskar Benson tinha uma
surpresa para seu neto. Tendo deixado para trás na sua infância, esperando
somente a reconciliação após tantos anos de mágoas, Oskar Benson ofereceu ao seu
neto o mais valioso segredo da família: a original,
receita secreta dos Chocolates ao Leite Benson.

Trabalhando a partir dessa receita, foi só uma questão de tempo antes que
Benson preparasse a receita da "Barra de Chocolate Apollo", um confeito perfeito até
mesmo para iluminar os próprios Deuses Gregos.

Boletim de Imprensa

A EW.com divulgou a seguinte nota à impressa da Apollo:

21 de agosto de 2006

VENHAM PARA UMA GALÁXIA PERTO DE VOCÊS: “BARRAS APOLLO,” A BARRA DE CHOCOLATE QUE É DE OUTRO MUNDO

Distribução Gratuita de Barras Apollo por Tempo Limitado Em Lugares Selecionados nos EUA, Reino Unido, Austrália e Ásia

O que já estava perdido, agora foi encontrado... Barra Apollo, a deliciosa barra de chocolate desenvolvida nos anos 1960 por M. David Benson, foi experimentada por gerações de consumidores. Para aqueles que ainda não provaram a barra de chocolate do Sr. Benson, sua oportunidade para "descobrir o que tem dentro" está a sua espera. Começando na quarta-feira, 23 de agosto, as Barras de Chocolate Apollo serão distribuídas enquanto durar os estoques em determinadas localidades nos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e Ásia. As Barras Apollo são feitas e distribuídas pela Companhia de Doces Apollo, uma subsidiária do Grupo Hanso.

“Chocolate tem sido a paixão da minha vida e eu estou emocionado por compartilhar minha paixão com todas as pessoas pelo mundo”, disse o Sr. Benson. “Uma vez que as pessoas provarem as minhas barras de chocolate, eu acho que elas ficarão viciadas. Eu gostaria de agradecer Alvar Hanso e o bom pessoal da Fundação Hanso por fazer isso possível”.

O Sr. Benson, fundador da "Companhia de Doces Apollo", distribuiu a primeira barra Apollo em São Franscisco, Califórnia, em 1964. As barras ganharam popularidade e estavam circulando pelos Estados Unidos em 1968, antes da companhia passa por situações difíceis nos anos setenta. Porém, devido a considerável intervenção financeira de Alvar Hanso, fundador da organização filantrópica mundial, a Fundação Hanso, a companhia foi salva da falência e introduzida a uma nova vida. Hoje, a Companhia de Doces Apollo está viva e bem, assim como o abastecimento de chocolates para Alvar Hanso e as outras companhias dele.

De 23 de agosto até setembro, a Companhia de Doces Apollo estará distribuindo Barras Apollo grátis em cidades dos EUA, incluindo Nova York, Los Angeles, Washington DC e Chicago. Para a lista completa de datas e localidades onde se pode pegar as barras Apollo grátis e para mais informações sobre a Companhia de Doces Apollo, por favor, visite nosso website em www.apollocandy.com.


Distribuição

Apolloguy.jpg

Um empregado distribui barras nos EUA

Artigo Principal: Eventos ApolloCandy.com

Barras foram distribuídas nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. As localidades americanas se organizaram de forma diferente, algumas com alguns aplausos de fãs e planejamento, e outros pobremente, cancelados, com barras incorretamente dadas aos membros leigos do público. No Reino Unido, as barras eram simplesmente dadas aos consumidores das lojas Forbidden Planet, se eles soubessem a senha correta. Na Austrália, o Lost Ninja trabalhou para proteger algumas barras e pessoalmente organizou a distribuição, então os fãs puderam ser parte da experiência.


Observações e Curiosidades

Apollo-wh.jpg

Peças disponíveis colocadas juntas

  • Embora a barra claramente diga "Chocolate Preto" na frente, na seção de história dos site (veja acima) refere-se a "Chocolate ao leite".
  • A barra de chocolate do site tem a etiqueta: CONSUMIR ATÉ OUT 23-06", e também o código de barras 185192. As barras distribuídas tinham as mesmas informações.
  • O website aparece sendo uma promoção cruzada com a Jeep, possui uma seção inteira dedicada a marca "Jeep."
  • Quando se clica duas vezes na grande barra de chocolates da Página Principal, o chocolate fica em pedaços. Se você juntar as partes, forma-se as letras "wh" e algo atrás da embalagem - Veja a imagem à direita. A mensagem completa é "whereisalvar.com" (que também é o que está escrito nas embalagens das barras).
  • É fisicamente impossível que M. David Benson tenha nascido em 1938 e servido na Guerra da Coréia. Ele teria somente 15 anos quando a guerra terminhou em 1953 (após a trégua).
  • Dr. Hackett parece ser um empregado da Apollo, trabalhando com máscara em um componente psicotrópico em um vegetal.
  • A Apollo Food Holdings Bhd é o nome real da companhia que produz as barras na Malásia. Embora, eles não se pareçam em nada com Lost e não são relatadas no seriado, há uma verdadeira barra de chocolates Apollo. O chocolate é coberto por biscoitos wafer sem qualquer castanha.
  • Apollo, o renomado boxeador dos filmes Rocky, era também chamado de Chocolate Preto.
  • A tipologia usada para a marca 'Apollo' remete a usada nas Barras 'Wonka' em A Fantástica Fábrica de Chocolates. E a Apollo tem oráculos dourados nas barras, parecidos com os tiquetes dourados da Wonka.
  • Parece que perto do dia 27 de Maio de 2007, por um descuido, o site foi tomado e agora é possui conteúdo adulto.


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória