FANDOM


"Charlie" redireciona aqui. Para o filho de Desmond e Penny, veja: Charlie Hume.


Charlie Hieronymus Pace é um sobrevivente da parte intermediária do voo 815. Antes do acidente, Charlie era o segundo vocalista e baixista da banda Drive Shaft. Seu vício em heroína, e sua falta de controle, foram os maiores obstáculos na vida. Depois de algum tempo, aplicando golpes apenas para conseguir dinheiro para drogas, Charlie percebeu que o que realmente queria, era formar uma familia. Mas, ele não era maturo o suficiente para deixar as drogas. Durante o acidente do voo 815, Charlie estava no banheiro, usando heroína. Na Ilha, foi obrigado a deixar seu vício, e com isso, conseguiu formar um relacionamento com Claire Littleton e seu filho, Aaron. Porém, após alguns dias, ele encontrou heroína num monomotor na Ilha e sofreu recaídas.

Durante esse tempo, Charlie se afastou de Claire. Quando ele finalmente decidiu largar a droga - voluntariamente dessa vez -, Desmond começou a ter previsões da morte de Charlie. Ele conseguiu salvar Charlie de ser eletrocutado, de se afogar, de quebrar o pescoço e se asfixiar com uma flecha.

Com a proximidade de um Cargueiro da Ilha (que Desmond acreditava ser de Penny Widmore), Desmond teve uma visão, que mostrava, que se Charlie desativasse o bloqueio de rádio da Estação Espelho, um helicóptero viria salvar os sobreviventes do voo 815 e Desmond, porém, Charlie teria que desativar O Espelho em uma sala inundada e se afogaria no processo. Num ato de heroísmo, Charlie mergulhou até a Estação, sofreu diversas torturas por Bonnie e Greta, mas ainda assim conseguiu desativar o bloqueio. Em seu último minuto, antes da sala inundar, Charlie, milagrosamente conseguiu ter uma rápida conversa com Penny pelo rádio. Ela lhe disse que o Cargueiro não era seu. Rapidamente, Charlie escreveu em sua mão "NÃO É O BARCO DA PENNY" e mostrou a Desmond por um vidro, morrendo logo em seguida.

Antes da Ilha

Infância (1976-1982)

Charliecriança

Charlie, quando criança, ganhando o piano. ("Fire + Water")

Charlie Hieronymus Pace nasceu em 8 de dezembro 1976, na cidade de Manchester, Inglaterra. É filho de Megan e Simon Pace e irmão de Liam Pace. Ele foi criado como um católico devoto e foi coroinha na infância. Ele ganhou um piano de sua mãe no natal, porque ela sabia que ele tinha muito talento. O pai de Charlie, ao contrário, era completamente contra essa escolha de carreira e acreditava que Charlie e Liam poderiam se tornar açougueiros como ele. ("Fire + Water")

Ainda quando pequeno, Charlie aprendeu a nadar com seu pai. Ele tinha medo de pular na piscina, mas seu pai o incentivava e pediu para que Charlie confiasse nele. Charlie, confiando em seu pai, pulou na água e assim aprendeu a nadar. ("Greatest Hits")
3x21 Simon

Pai de Charlie pedindo para ele pular. ("Greatest Hits")

Antes do Sucesso (1996)

321-Charlie Nadia

Charlie salvando a mulher do roubo. ("Greatest Hits")

Charlie trabalhou seu talento por muitos tempo, praticando e cantando nas ruas por dinheiro. Ele estava fazendo isso quando encontrou Desmond na calçada. Na primeira vez em que "viveu esse dia", ele não notou Charlie. Mas quando Desmond "reviveu esse dia", depois de virar a chave de segurança, reconheceu Charlie e disse a ele que estariam juntos na Ilha. Charlie expressou espanto dizendo: "É por isso que não devemos usar drogas." ("Flashes Before Your Eyes")

Provavelmente neste mesmo dia, mas não na visão de Desmond, Charlie tocava violão na rua, quando uma chuva repentina o fez ter que parar. Quando passava por um beco, viu uma mulher sendo assaltada tentou ajudá-la, acertando o ladrão com seu violão. Charlie pegou a bolsa da mulher e lhe devolveu. Ela agradeceu, dizendo que ele era um herói pois foi a única pessoa que lhe ajudou e pediu ainda que ele sempre pensasse assim e que nunca deixasse alguém dizer o contrário. ("Greatest Hits")

Drive Shaft (1996-1999)

Charlie e seu irmão Liam formaram a banda Drive Shaft, escrevendo músicas no piano. A banda ia para um show em uma pequena cidade inglesa, quando o pneu da van furou, no meio de uma forte chuva. Charlie, tentando trocar o pneu, se irritou e disse a seu irmão Liam que a banda não estava dando certo: os álbuns não estavam vendendo. Repentinamente, Roderick os interrompeu, porque a música "You All Everybody" começou a tocar no rádio e a banda percebeu que, enfim, eles estavam ficando famosos. ("The Moth")  ("Greatest Hits")

Showcharlie

Charlie e Liam em um show da Drive Shaft. ("The Moth")

Com o sucesso que a banda logo atingiu, Liam não suportou a pressão e se tornou viciado em heroína. No auge da banda, Liam se drogava e Charlie aproveitava as noites, ficando com várias mulheres. No Natal, durante sua segunda turnê na Finlândia, Liam resolver lhe dar o anel que estava na família muito tempo, mas Charlie recusou. Apesar de Liam ser o primogênito, ele queria que o anel ficasse a salvo, e pensou que Charlie seria a pessoa certa para isso, porque ele não usava drogas. Charlie foi totalmente contra o uso de drogas de Liam, porém, com o tempo, o estresse o atingiu também, fazendo-o provar a droga, que eventualmente, se transformou em um vício para Charlie. ("Greatest Hits")

Quando a filha de Liam, que também se chamava Megan (assim como a avó), nasceu, Charlie disse ao pai para que fosse ver a filha já que Karen, a esposa de Liam, estava sozinha no hospital. ("The Moth")

CharlieLiamSaved

Charlie tenta compor uma música para salvar a banda. ("Fire + Water")

Por causa dos hábitos auto-destrutivos de Liam, que era o vocalista, a banda perdeu a mágica. Eles ainda tentaram ganhar algum dinheiro, fazendo um comercial das Fraldas Butties, com uma nova versão da música "You All Everybody", que virou "You All Every Butties". Essa tentativa também falhou por causa de Liam. De volta ao seu apartamento, Charlie mostrou a Liam, a última chance que eles tinham para tentar recuperar a banda – uma música que ele escreveu, chamada "Together Now" (também conhecida como "Saved"). Mesmo gostando da música e acreditando que poderia ser possível, Liam não resistiu à heroína. Liam vendeu o piano de Charlie para ter dinheiro para viajar até a Austrália, onde havia uma clínica de reabilitação em que ele poderia se curar, já que sua esposa ameaçou deixá-lo se ele não se tratasse. Com a saída de Liam, Drive Shaft deixou de existir. ("Fire + Water")

Vício (2000-2004)

1X15-CharlieCopyMachine

Charlie tenta - e não consegu - vender a máquina do pai de Lucy. ("Homecoming")

Um ano depois da partida de Liam, o traficante de Charlie, Tommy, sugeriu que ele assumisse um relacionamento com Lucy Heatherton, filha do dono de uma companhia rica, para que ele roubasse dela para pagar suas drogas. Charlie conheceu ela e foi tomar chá em sua casa. Lá, ele viu um caro porta-cigarros que havia pertencido à Winston Churchill. No jantar, Charlie conheceu Francis Heatherton, pai de Lucy, que diz à Charlie que também já teve uma banda, e estava impressionado por Lucy estar namorando uma estrela do rock. Sem saber das intenções de Charlie, de roubar o porta-cigarros, ele o contratou em sua empresa de vendas de fotocopiadoras.Charlie se encontrou com Tommy de novo, que não gostou de Charlie ter aceito o emprego e o lembrou como ele ficaria depois de um fim de semana sem usar drogas. Charlie "obedeceu" Tommy e acabou roubando o porta cigarros na segunda-feira, antes de ir trabalhar.Antes de sua primeira venda, ele começou a suar e passar mal, por estar em abstinência. Mas, seus sentimentos por Lucy, o impediram de trair ela e foi trabalhar mesmo assim. De qualquer jeito, ele não conseguiu demonstrar a máquina corretamente e acabou vomitando nela.

1x07 charlie liam 2

Charlie não aceita a ajuda de Liam. ("The Moth")

Dias depois, Charlie foi ver Lucy para explicar, mas ela se negou a ouvi-lo e os médicos encontraram o porta-cigarros em seu casaco. Antes de ela bater a porta em sua cara, ele conseguiu lhe dizer que ele planejava se tornar respeitável para poder tomar conta dela. Ela terminou a conversa, dizendo que ele nunca conseguiria tomar conta de ninguém. ("Homecoming")

Em 2004, anos depois do fim da Drive Shaft, Charlie voou para Sydney para tentar convencer Liam, que agora vivia feliz com sua esposa e filha, a voltar com a banda. Liam recusou e ao invés disso ofereceu ajuda para que Charlie se curasse do vício. Ele nem deu atenção às palavras do irmão e comprou uma passagem para o voo 815 da Oceanic na poltrona 29C.("The Moth")

Voo 815

Charliedrogado

Charlie drogado no avião. "Pilot, Parte 2"

Na noite anterior ao voo, uma mulher chamada Lily dormiu com ele, fingindo estar orgulhosa por ser uma das fãs a conseguir isso. Mas, ela só fingiu ser uma grande fã do Drive Shaft para se drogar com ele. Na manhã seguinte, os dois encontraram e brigaram pela última dose de heroína, que Charlie tinha escondido dela. Ela deixou o quarto nervosa, chamando-o de patético. ("Exodus: Parte 2")

No avião, a aeromoça Cindy Chandler percebeu que Charlie não estava se sentindo bem. Cindy alertou à dois guardas (um sendo JD). Charlei correu dos guardas e da aeromoça enquanto procurava por um banheiro vazio. Depois de entrar e trancar a porta, ele tirou uma dose de heroína do tênis, usou e soltou o restante na privada. Logo depois disso, o avião entrou em turbulência; Charlie rapidamente foi se sentar numa poltrona na parte intermediária do avião e apertou o cinto. ("Pilot, Parte 2")

Na Ilha

Dias 01-44 (1ª Temporada)

Pilot14

Charlie logo após o acidente. ("Pilot, Parte 1")

Logo após o acidente, Charlie vagou pelos destroços, atordoado. Um pedaço enorme do avião caiu ao seu lado. Sayid, um sobrevivente iraquiano, começou a fazer um sinal de fogo, para aviões verem que eles estavam lá, e Charlie o ajudou. ("Pilot, Parte 1")

Na primeira noite após a queda do voo 815, Charlie ficou sentado sobre os destroços do avião. Ele percebeu uma garota grávida chamada Claire Littleton e se aproximou dela. Ele ofereceu-lhe seu cobertor, apesar de ela já ter um, explicando que ela precisava se aquecer por dois. Charlie brincou, perguntando se era o primeiro acidente aéreo dela. Ele garantiu que eles seriam resgatados, animando um pouco Claire e começando seu relacionamento. Segundo Charlie, este foi o melhor momento se sua vida. Pouco tempo depois, Charlie presenciou os sons do Monstro vindo da selva. ("Greatest Hits")

Na primeira manhã depois do acidente, Charlie precisava usar drogas novamente. Por isso, foi com Jack e Kate, selva adentro, para encontrar a cabine do piloto e recuperar o transceiver do avião. Enquanto Jack e Kate procuravam o rádio, Charlie foi ao banheiro e recuperou sua heroína. No primeiro ataque do Monstro, Charlie tropeçou, e segundos depois, Jack veio e lhe ajudou, salvando sua vida. ("Pilot, Parte 1")

Depois de Sayid consertar o transceiver, Kate juntou um grupo de sobreviventes para tentarem enviar um pedido de socorro. Charlie, junto de Kate, Sayid, Shannon, Boone e Sawyer, subiram uma montanha na Ilha e durante a escalada, foram atacados por um urso polar, que Sawyer matou. Pouco tempo depois, o grupo conseguiu um sinal, mas apenas conseguiram ouvir uma mensagem, de Danielle Rousseau, dizendo que todo seu grupo estava morto. Sayid fez as contas pela Iteração, e calculou que ela estava tocando há 16 anos. ("Pilot, Parte 2")

Depois de retornarem, Charlie voltou a usar heroína. No sexto dia, Charlie percebeu uma mulher se afogando. Ele correu e avisou Jack, gritando que não sabia nadar. Charlie, junto de Hurley, racionaram a água, que estava acabando, antes de ela ser roubada. Quando Claire passou mal, Charlie ficou ao seu lado, dando-lhe toda a água que não tinha sido roubada. De noite, Charlie descobriu o ladrão da água, e junto do grupo todo, ouviu o discurso de Jack, dizendo que eles deviam viver juntos ou morreriam sozinhos. ("Walkabout")  ("White Rabbit")

Charlie se tornou amigo de muitos outros sobreviventes, incluindo Sayid, Jack e Hurley, principalmente. Charlie, logo após pisar em uma colméia (e ser picado várias vezes, apesar de ser alérgico), se mudou para as cavernas, onde havia água potável. John Locke lhe revelou que conhecia a Drive Shaft e era um fã deles. Logo depois, contou que sabia que Charlie estava se drogando, e o ajudou a largar a heroína, fazendo Charlie trocar as drogas por seu violão. ("House of the Rising Sun")

1X07 CharlieChoice

Charlie decide largar seu vício. ("The Moth")

No começo, Charlie ficou agradecido, mas logo, as dores de sua abstinência, o fizeram procurar Locke e pedir sua droga de volta. Locke disse a Charlie, que ele teria que lhe pedir a droga três vezes antes que ele a devolvesse. John ainda lhe contou sobre mariposas: elas lutam contra seu casulo para poderem sair, e a luta as fortalece, tornando-as mais fortes. Com dores, Charlie discutiu, gritando com Jack dentro de uma das cavernas, fazendo colidir, prendendo Jack lá dentro. Charlie, voluntariamente se arrastou para dentro da caverna para salvá-lo, porque ele estava sozinho na Ilha e não tinha ninguém (ainda) para perder. Charlie conseguiu salvar Jack (que estava com o ombro deslocado), cavando de dentro para fora, um túnel. De noite, ele pediu para Locke suas drogas pela terceira vez. Quando ele as conseguiu de volta, jogou-as no fogo e começou sua recuperação. ("The Moth")

Charlie rapidamente se tornou muito amigo de Claire, a sobrevivente grávida que ele conheceu na primeira noite. Já que Claire havia decidido permanecer na praia, Charlie conseguiu convencê-la a se mudar para as cavernas, com pasta de amendoim de mentira, porque ela sabia que ela amava amendoim. Charlie começou a se apaixonar por Claire. ("Confidence Man")  ("Solitary")

Charliehang

Charlie preso. ("All The Best Cowboys Have Daddy Issues")

1x12-whatever09

Charlie e sua nova "mãe". ("Whatever the Case May Be")

Depois que Claire teve vários pesadelos intensos e foi aparentemente atacada no meio da noite, Charlie a defendeu enquanto todos pensavam que ela só estava estressada e que não havia nenhum perigo real. Charlie estava correto em acreditar em Claire, pois no dia seguinte, Ethan Rom, um Outro (que se fez passar por mais um sobrevivente do acidente), abordou Charlie e Claire na selva. Ele os atacou e sequestrou, sumindo com eles no meio da floresta. ("Raised by Another")

Como um aviso para os outros sobreviventes, Ethan dependurou Charlie numa árvore pelo pescoço e o deixou lá para morrer. Parecia muito tarde quando Kate e Jack encontraram seu corpo, mas depois de muitas tentativas, Jack conseguiu ressuscitá-lo. Charlie não se lembrava de nada que havia acontecido depois do sequestro, e os eventos desse dia ainda são desconhecidos. ("All The Best Cowboys Have Daddy Issues")

Charlie parou de falar e se afastou temporariamente dos outros sobreviventes. Rose o ajudou a se conformar com o sequestro de Claire, dizendo que acreditava que seu marido Bernard ainda estava vivo, mesmo sabendo que ele estava na parte de trás do avião quando ele se partiu no ar. ("Whatever the Case May Be")

Locke e Boone estavam procurando Vincent (cachorro de Walt), quando Claire subitamente apareceu, sem nenhuma lembrança do que havia acontecido depois da queda do avião, muito menos de sua amizade com Charlie. Ele não disse a ela o que tinha acontecido, ou o porquê de todos estarem com olhares de surpresa para ela, mas Claire logo descobriu, com a ajuda de Shannon. Usando Claire como isca voluntária, os sobreviventes capturaram Ethan e decidiram torná-lo refém para interrogá-lo. Porém, o plano falhou, quando Charlie deu quatro tiros em seu peito, matando-o na hora. ("Homecoming")

Hurley estava com medo de Charlie estar sofrendo de estresse pós-traumático, e perguntou a Sayid, um experiente soldado, como poderia ajudar Charlie. Sayid decidiu conversar com ele e lhe disse que o que tinha acontecido com Ethan iria acompanhá-lo pelo resto da vida e que ele não estava sozinho, e não deveria fingir que estava. ("Outlaws")

Donoharm-01

Charlie e Claire voltando depois do nascimento de Aaron. ("Do No Harm")

Não muito tempo depois, Claire entrou em trabalho de parto e deu a luz a um lindo e saudável bebê que ganhou o nome de Aaron. Charlie ajudou Kate a fazer o parto no meio da selva e assumiu o papel de padrasto do bebê, cuidando dele quando Claire não podia. ("Do No Harm")  ("The Greater Good")

Dois dias depois do nascimento de Aaron, no 44º dia, Danielle Rousseau apareceu no acampamento dos sobreviventes. Ela os contou que sua filha, Alex, tinha sido levada pelos Outros (um grupo de pessoas que estavam na Ilha muito antes da queda do voo 815 ou da chegada de Rousseau) muitos anos antes, quando ela viu uma Fumaça Negra no céu. Ela então, disse que tinha vindo ao acampamento, para avisar aos sobreviventes, que Os Outros, estavam vindo para levar Aaron, pois aquela fumaça estava acesa novamente ("Exodus: Parte 1")

1X24 CharlieSayid

Charlie e Sayid encontram Rousseau. ("Exodus: Parte 2")

No mesmo dia, ela atacou Claire e roubou seu bebê, esperando trocá-lo por sua filha desaparecida. Charlie e Sayid seguiram-na, depois de Charlie prometer para Claire que traria Aaron de volta. Na busca, Charlie foi ferido gravemente por uma das armadilhas armadas por Danielle. Eventualmente, eles encontraram um outro avião que havia caído na Ilha, anos antes, e Sayid revelou a Charlie que ele estava cheio de estátuas da Virgem Maria recheadas de heroína. Naquela noite, eles finalmente encontraram Danielle e resgataram Aaron, de onde a fumaça negra estava saindo. Irritado e com ódio de Danielle, Charlie a chamou de patética. Ele e Sayid, com o bebê, foram para as cavernas e Charlie entregou Aaron para Claire. Porém, na bolsa de Charlie, ficou visível uma estátua da Virgem Maria, com heroína dentro. ("Exodus: Parte 2")

Dias 44-67 (2ª Temporada)

Everybody-hates17

Charlie conversando com Locke sobre a escotilha. ("Everybody Hates Hugo")

Depois de resgatar Aaron e devolvê-lo, parece que Charlie conseguiu ganhar o coração de Claire. Nas cavernas, esperando Jack chegar com notícias sobre a escotilha, ela cuidou dos ferimentos que o músico ganhou por causa das armadilhas de Danielle e notou a estátua que ele havia trazido da selva, sem saber seu conteúdo. Com a volta de Jack, Charlie notou que Arzt não tinha voltado com ele e descobriu o eu tinha acontecido com o professor. Charlie também discutiu com Shannon, que afirmava ter visto Walt na selva. O músico não acreditou nela e continuou acreditando que não haviam "Outros". ("Man of Science, Man of Faith")

Charlie não sabia muito sobre a escotilha, como a maioria, e nem mesmo Hurley lhe disse o que estava acontecendo. Ele seguiu Locke e quando foi descoberto, decidiu que queria saber algumas coisas. Locke lhe contou sobre Desmond, a Cisne, o computador e da tarefa de Hurley de organizar a comida. Charlie imediatamente encontrou Hurley e perguntou a ele se havia manteiga de amendoim na escotilha. Hurley negou, mas Charlie o confrontou, dizendo que pensava que o milionário era seu amigo. Depois disso, Hurley deu a Charlie um pote do doce e ele o degustou na companhia de Claire. ("Everybody Hates Hugo")

Ep210 18 360x240

Eko mostrando as drogas a Charlie. ("The 23rd Psalm")

Quando Eko descobriu que Charlie tinha uma estátua da Virgem Maria, o forçou a mostrar-lhe onde a tinha encontrado. No caminho o mostro enfrentou Eko, enquanto Charlie subiu numa árvore. Charlie testemunhou o confronto de longe. Logo depois, Charlie e Eko encontraram o corpo de Yemi no avião junto com as imagens da Santa. Antes de queimar o avião, Eko deu a Charlie uma imagem que acabou quebrando depois. Mas ele não sabia que Charlie tinha guardado várias estátuas em um lugar secreto para um propósito desconhecido. Quando Claire descobriu que havia heroína dentro das estátuas, começou a acreditar que Charlie tinha voltado a usar drogas, e o afastou de sua tenda já que não o queria perto de seu bebê. ("The 23rd Psalm")

Charlieaaron

Charlie segurando Aaron quando "viu" ele dentro do piano no mar. ("Fire + Water")

Enquanto Charlie sofria com o isolamento forçado, teve sonhos muito realistas em que salvava Aaron. Charlie foi procurar sua heroína no buraco onde a tinha deixado. Locke, que sabia sobre as imagens, surpreendeu Charlie e levou as imagens para a sala das armas da escotilha. Convencido de que tinha que batizar o bebê, delirando por causa das drogas e da pressão, começou um incêndio no acampamento para criar uma distração. Diante disso, ele agarrou Aaron e foi com ele para o mar. Claire bateu nele e tentou convencê-lo de que a estava magoando o invés de ajudar. Charlie devolveu o garoto para Claire e Locke espancou o músico que foi deixado sozinho na água, abandonado por seus amigos. ("Fire + Water")

Com a ajuda de Charlie, Sawyer ganhou a posse da heroína quando criou um grande golpe para distrair os sobreviventes e pegar o conteúdo da sala das armas da escotilha. Para isso, Charlie atacou Sun por trás, e a arrastou para dentro da selva, depois de cobrir sua cabeça. Aquilo pareceu um ataque dos Outros, fazendo Locke suspeitar que alguns dos sobreviventes forjaram o ataque para pegar o controle das armas (em especial Jack, Jin e Ana). Locke pegou todas as armas e as escondeu num lugar secreto, enquanto Charlie o perseguiu e depois entregou as armas para Sawyer, em troca da heroína. Charlie disse que sua única razão para ajudar Sawyer foi para fazer Locke se sentir estúpido. ("The Long Con")

Parecia que o novo "mentor" e amigo de Charlie era Sayid. Ele capturou um homem que disse se chamar Henry Gale, o levou para a escotilha e o interrogou, acreditando que ele era um dos Outros. Enquanto Sayid tinha certeza de que estava certo, Jack e Locke não concordavam com ele. Depois do interrogatório, o muçulmano conversou com Charlie na praia e disse que os sobreviventes tinham esquecido que tudo que os Outros haviam feito – como ter seqüestrado Claire e pendurado o músico numa árvore. Ele também perguntou a Charlie se ele tinha se esquecido, uma pergunta que pareceu aproximar os dois. ("One of Them")

Wholetruthpromo24

Charlie com Sayid e Ana indo até o balão. ("The Whole Truth")

Charlie ajudava Sayid na construção de uma mesa de jantar, quando Ana Lucia interrompeu e disse a Sayid que o prisioneiro da escotilha tinha desenhado um mapa até seu balão – uma prova de que não era um "deles". No caminho para o outro lado da Ilha, Ana Lucia notou que Charlie levava uma arma que roubou de Sawyer. Ela disse a ele, para dar a arma para alguém que saberia como usar. Despeitado, Charlie respondeu que na última vez em que ela tinha pegado um arma, acabou matando alguém. Ele decidiu dar a arma para Sayid e a viagem continuou. ("The Whole Truth")

Eles conseguiram encontrar o local onde Henry disse que estaria o balão e a sepultura de sua esposa. Sayid decidiu dividir a área em três partes e cada um exploraria uma. ("The Whole Truth")

Depois de 3 horas, eles não tinham encontrado nada e Sayid acusou Ana Lucia de ter confiado em Henry e dado à ele dois dias para planejar sua fuga. De repente, Charlie os chamou depois de ter encontrado a sepultura. Enquanto examinava o local, Ana Lucia notou que não estava chovendo em cima da área da sepultura. Olhando para cima, eles viram o balão de Henry, pendurado numa árvore. ("Lockdown")

3minutespromo09

Charlie se livrando de todas as drogas. ("Three Minutes")

Quando voltaram ao acampamento, encontraram Kate e Jack, e disseram a eles que haviam encontrado o álibi de Henry e que o exploraram. Dentro da sepultura, eles não encontraram Jennifer Gale, quem Henry alegou que estaria enterrado, mas um homem – chamado Henry Gale. ("Lockdown")

Depois de voltar dessa missão, Charlie viu Eko construindo alguma coisa no acampamento. Ele perguntou ao nigeriano o que ele estava construindo, mas não obteve resposta e sim um pedido de ajuda. Charlie logo descobriu que eles estavam construindo uma igreja na Ilha, como ambos eram católicos. ("Dave")

Numa noite, Eko acordou, pegou seu cajado e desapareceu do acampamento durante um dia. ("?")

Na manhã seguinte, Charlie deu a Claire uma caixa que tinha encontrado entre os suprimentos que continha a vacina da DHARMA para ela e para o bebê. Na hora que ele iria perguntar a ela se poderia perdoá-lo, Michael de repente apareceu, depois de ter passado duas semanas procurando por Walt. ("Three Minutes")

Charlie também desceu até a escotilha Cisne, onde encontrou Eko digitando os números no computador. Charlie perguntou a Eko se ele pretendia largar suas coisas na praia e ir morar na escotilha e ele respondeu que aquela tarefa era mais importante que a igreja naquele momento. Charlie se recusou a ajudar Eko e voltou à praia, tentando acabar de construir a igreja sozinho. ("Three Minutes")

Livediepromo36

Charlie ajudando Eko a se levantar. ("Live Together, Die Alone")

Vincent apareceu subitamente com uma das imagens da Virgem Maria na boca. Charlie o seguiu até a tenda de Sawyer, encontrou seu estoque secreto e nele todas as estátuas. Ele pegou todas, e as jogou no oceano, selando o fim de seu vício. Ele foi assitido por Locke, que estava sentado na praia. Depois, naquele dia, no funeral de Ana Lucia e Libby, Claire segurou a mão de Charlie. De repente, Sun viu um barco se aproximando da costa da Ilha. ("Three Minutes")

Charlie viu a chegada de Desmond em seu barco. No dia seguinte, Charlie viu Locke se lamentando da selva e informou a ele que Desmond tinha voltado. Locke pediu a ajuda de Desmond para trancar Eko fora da sala do computador na escotilha e o nigeriano pediu a ajuda de Charlie dizendo que em 90 minutos, todos na Ilha estariam mortos. Charlie concordou em ajudá-lo e mostrou a ele o local onde Hurley havia guardado o que restou da dinamite tirada do Black Rock. ("Live Together, Die Alone")

Na escotilha, Charlie tentou dissuadir Locke de sua idéia de deixar o contador regressivo chegar à zero, dizendo a ele que Eko estava muito irritado e revelando que o nigeriano ia explodir a porta de segurança. Charlie então tentou convencer Eko a desistir, mas foi ignorado por ele. Enquanto Eko acendia o pavio, Charlie não teve tempo suficiente para escapar e a bola de fogo quase o alcançou.
Beijocharlieclaire

O primeiro beijo entre Charlie e Claire. ("Live Together, Die Alone")

Charlie acordou, um pouco surdo e encontrou a escotilha em falha de sistema. Ele viu Desmond olhando para sua chave de segurança e o escocês disse a Charlie para ir para bem longe da estação. Charlie entendeu o recado e tentou resgatar Eko que se recusou a fugir e mandou que Charlie escapasse.

Charlie retornou ao acampamento parcialmente surdo logo depois da descarga eletromagnética que ele não viu. Quando perguntou a Bernard onde estavam Eko e Locke, se surpreendeu ao saber que os dois não tinham voltado da escotilha. À noite, Claire decidiu cuidar de seus ferimentos e perguntou a ele o que tinha acontecido na escotilha. Charlie perguntou a ela se gostaria de saber sobre a bola de fogo ou sobre as estruturas voadoras. Claire o pediu para ser sério e disse sobre o céu ficando roxo e o som atordoante. Ele ficou em silêncio e os dois se beijaram, começando um novo capítulo em seu relacionamento. ("Live Together, Die Alone")

Dias 69-91 (3ª Temporada)

Instructions-22

Locke pedindo ajuda de Charlie. ("Further Instructions")

Quando Locke ficou mudo ao retornar ao acampamento depois da implosão da estação Cisne, Charlie ficou do lado de fora de sua tenda do suor a seu pedido. Ele foi com Locke em busca de Eko, que foi arrastado para dentro da caverna do urso polar. No caminho, eles encontraram a escotilha que foi implodida. Locke conseguiu resgatar Eko, e ele e Charlie o levaram de volta à praia. Depois destes eventos, toda rivalidade de Locke e Charlie parece ter sido esquecida. ("Further Instructions")

No dia seguinte, Desmond de um jeito suspeito, perguntou a Claire se ela poderia sair de sua tenda e ficar na praia só enquanto ele consertava seu telhado. Ela decidiu que ficaria onde estava e fez graça disso com Charlie mais tarde. Diante da negativa dela, Desmond construiu um pararraios com um taco de golf e colocou em um lugar alto, próximo à tenda da australiana. Uma grande tempestade começou a cair, quebrando o telhado de Claire. Charlie, ela e Aaron foram para outro local e logo depois, um raio atingiu o local. Charlie olhou em volta assustado, mas depois ficou confuso com Desmond. ("Every Man for Himself")

Quando Sayid retornou ao acampamento, Charlie e Hurley o levaram pra ver Eko. Quando a tenda do nigeriano pegou fogo misteriosamente, Charlie e Hurley o arrastaram pra fora e o levaram para a praia. Eles se distraíram por alguns momentos e Eko fugiu para a selva. Eles tentaram encontrá-lo no dia seguinte, mas sem sucesso. ("The Cost of Living")

3x08-flashes27

Charlie e Desmond tentando salvar Claire. ("Flashes Before Your Eyes")

Dois dias depois, Charlie e Hurley distribuíram o que estava no estoque de Sawyer para os outros sobreviventes, quando Desmond misteriosamente disse a eles para virem com ele para a selva. Lá, encontraram Locke e Sayid, que informaram que Eko havia morrido nas mãos do monstro. Locke disse que as pessoas iriam até eles para saber notícias e que era o trabalho deles manter os sobreviventes calmos.

Logo depois, Desmond começou a olhar apavorado ao redor, e ele correu para a praia enquanto os outros sobreviventes o seguiam. Ele entrou na água e resgatou Claire que estava se afogando. Charlie tentou ajudar, mas Desmond o colocou fora do caminho e levou a moça de volta à sua tenda. Charlie não entendeu como Desmond sabia sobre o afogamento de Claire, mas Hurley disse que achava que o Desmond podia ver o futuro. Hurley e Charlie decidiram descobrir como Desmond tinha feito aquilo. Eles decidiram embebedá-lo e assim descobrir o que tinha acontecido.

Tricia-promo29

Charlie pensando sobre a proposta de Hurley. ("Tricia Tanaka is Dead")

Depois de festejar com ele, os dois começaram a perguntá-lo como ele tinha salvado Claire do raio e do afogamento. Desmond evitou veementemente as perguntas e se afastou. Frustrado, Charlie gritou que ele era um covarde, Desmond imediatamente voltou e o atacou, gritando que eles não queriam saber o que tinha acontecido depois que ele virou a chave de segurança. Hurley separou a briga e levou Desmond de volta a sua tenda. Charlie e Desmond se desculparam com ele e o músico perguntou denovo o que tinha acontecido. Desmond disse que tudo o que estava tentando fazer era salvar Charlie do afogamento e de morrer eletrocutado, e não Claire, pois ele morreria tentando salvá-la. Desmond também disse que acreditava que por mais que tentasse, não conseguiria evitar sua morte. ("Flashes Before Your Eyes")

Nos dois dias seguintes, Charlie se sentiu muito deprimido diante da descoberta de seu destino. Hurley, vendo o problema do amigo tentou reanimá-lo, mas sem sucesso. Charlie confrontou Desmond novamente, exigindo saber quando ia morrer, mas ele não disse nada. Quando Hurley encontrou a kombi da DHARMA na floresta, tentou convencer Charlie e outros sobreviventes a ajudá-lo no conserto do veículo, mas só Jin aceitou primeiramente, e Sawyer só se juntou a eles por causa da cerveja. Charlie parecia inconsolável, até que viu Hurley ter fé e decidiu ir com ele para testar o seu destino. Charlie, Jin, Sawyer, e Hurley empurraram a kombi morro abaixo e ela descia com velocidade. Parecia que ia bater contra as rochas, quando Hurley conseguiu finalmente ligar o veículo. Charlie e Hurley celebraram e Jin, Vincent, e Sawyer se juntaram a eles num passeio animado. Charlie voltou ao acampamento e foi para junto de Claire. Eles se sentaram juntos e sorriam enquanto Charlie contava sobre o seu dia de aventura. ("Tricia Tanaka is Dead")

Para-vion-14

Desmond contando a Charlie sua "nova morte". ("Par Avion")

Dois dias depois, Charlie preparou um dia romântico com Claire. Ele pediu que Sun e Jin olhassem Aaron enquanto lanchava com sua mãe. No momento em que iam se sentar, Desmond apareceu e tentou tirar Charlie de perto de Claire para que pudessem conversar. Claire então teve a idéia de caçar gaivotas e mandar mensagens através delas. Desmond disse a Charlie que se ajudasse sua namorada, iria morrer. Isto mexeu com Charlie que pediu desculpas por não participar do plano de Claire que primeiro ficou chateada com a atitude do músico, mas depois começou a desconfiar de Desmond e de suas conversas com Charlie. Então, ela pressionou o escocês para que dissesse a verdade.

Diante dos fatos, Claire entendeu o que estava acontecendo e se desculpou com Charlie pela briga. Ela disse que iria cuidar dele e que ficariam juntos apesar de tudo. Mais tarde naquele dia, os dois soltaram as gaivotas que levavam a mensagem de socorro que Claire escreveu. ("Par Avion")

Charlie também estava tentando descobrir a causa da misteriosa morte de Nikki e Paulo. Ele, Sawyer, Jin, Sun, e Hurley tentavam encontrar pistas sobre o que tinha acontecido e sobre quem os havia matado. Sun mencionou que os Outros poderiam estar envolvidos, pois já tinham chegado ao ponto de atacá-la e quase sequestrá-la. Depois que os outros se foram, Charlie se sentiu culpado e revelou a Sun que tinha sido ele o responsável pelo ataque e pela simulação de sequestro planejada por Sawyer. Ele se desculpou, mas a coreana o deixou falando sozinho. Depois, ele acompanhou com mais alguns sobreviventes o funeral de Nikki e Paulo. ("Exposé")

Promo-oneofus30

Charlie cuidando de Claire quando ela começa a passar mal. ("One of Us")

Ele aproveitou animadamente o churrasco de javali que Sawyer ofereceu e acabou dizendo a ele (sem saber que tudo o que Hurley havia dito), que a votação que o baniria do acampamento dos sobreviventes era mentira. ("Left Behind")

Charlie caminhava pela praia, quando ouviu Aaron chorando. Ao se aproximar da tenda de Claire, ele a viu dormindo, pegou o garoto e tentou acordar sua mãe, que parecia estranha. Ele se ofereceu para ficar com o bebê para que ela pudesse descansar e logo ela tinha caído no sono de novo. À noite, durante a reunião que Jack convocou para explicar aos sobreviventes sobre a presença de Juliet, uma dos Outros, Charlie acudiu Claire, que teve um grave mal súbito. Ele ficou ao seu lado o tempo todo e não concordou em deixar Juliet tocar na mãe de Aaron, mas mesmo assim, Juliet a ajudou. Depois, quando ela já estava medicada, ficou com ela e com o bebê até que acordasse e ficou muito feliz ao ver sua namorada bem novamente. ("One of Us")

Charlie estava compondo quando Desmond o chamou para irem acampar. O músico desconfiou que o amigo poderia ter tido mais uma de suas visões, mas recebeu a garantia de que não aconteceria nada. Então, ele aceitou ir, contando que levasse seu violão. Junto com Desmond, Hurley e Jin ele seguiu para a missão e o “brotha” acabou revelando que teve uma visão onde alguém chegava Ilha e os quatro precisariam ajudar essa pessoa, mas não revelou que sua visão incluía a morte de Charlie com uma flechada do pescoço. Eles chegaram ao local onde Hurley tinha encontrado o cabo e resolveram passar a noite por ali. Divertiam-se ouvindo histórias de terror, quando viram no céu uma luz e ouviram um barulho que parecia ser de um helicóptero. Ao perceber que alguém tinha saltado de pára-quedas, Desmond insistiu em entrar na selva, mas Charlie disse que não iria àquela hora, e Des acabou aceitando.

Charliedies

Charlie morto na visão de Desmond. ("Catch-22")

Na manhã seguinte, eles continuaram a jornada e no caminho, Hurley quis parar pra descansar. Então, Desmond viu uma coisa em cima de uma árvore, subiu nas costas do milionário e tirou de lá uma mochila, onde havia um aparelho GPS e um livro com uma foto de Desmond e Penny. Eles continuaram a caminhada e quando se aproximava o momento da morte de Charlie descrita na visão, Desmond acabou alertando-o, impedindo que ele fosse atingido pela flecha. Em certo momento da caminhada, eles decidiram se separar: Hurley seguiu com Jin e Charlie quis ir com Desmond. O músico aproveitou o momento para acusar ele de saber da sua provável morte e não avisá-lo só para reencontrar Penny. Desmond então disse que continuava salvando a vida de Charlie e que isso não tinha lhe trazido nada de bom. Logo, eles ouviram Jin e viram que ele tinha encontrado alguma coisa. A paraquedista misteriosa estava dependurada em uma árvore. Os quatro conseguiram resgatar a moça e ao tirar seu capacete, descobriram que ela não era a ex-namorada de Desmond, mas sabia seu nome. ("Catch-22")

Doc-promo16

Charlie e Desmond vendo Mikhail sendo pego por Jin. ("D.O.C.")

Depois de tirar Naomi de cima das árvores, Hurley, Charlie, Jin e Desmond perceberam que ela estava gravemente ferida. Des mandou que Hurley fosse procurar a mochila da pára-quedista para ver se havia algum suprimento médico lá e cismou que iria até o acampamento trazer Jack para cuidar dela. Charlie não concordou com a idéia dizendo que a floresta estava cheia de Outros e que eles poderiam facilmente capturá-lo. Desmond então disse que eles não sabiam onde estavam, mas em seguida, ouviu Hurley disparar acidentalmente um sinalizador. Eles ainda discutiam o que fazer, quando Mikhail Bakunin apareceu. Eles conseguiram alcançá-lo e Charlie disse que ele provavelmente era o homem que morava na estação Dharma que Locke havia explodido e que acreditava que ele deveria estar morto por causa da cerca de segurança. Mikhail se ofereceu para ajudar Naomi em troca deixarem-no ir, mas Charlie não concordava com essa idéia. Ao ouvir o soviético dizer que a pára-quedista estaria bem em um dia ou dois, Charlie disse que o ferimento tinha sido bastante grave e Bakunin respondeu que os ferimentos se comportavam de maneira diferente na Ilha. O músico ainda parecia bastante revoltado ao ver que Desmond havia permitido que o soviético fosse embora, mesmo depois de ele ter tentado roubar o aparelho GPS. ("D.O.C.")

Logo pela manhã, Charlie foi até a cozinha improvisada no acampamento dos sobreviventes pegar alguns suprimentos para levar até a tenda onde ele, Desmond, Jin e Hurley tinham escondido Naomi. Ele acabou sendo surpreendido por Jack que perguntou onde eles tinham ido no dia anterior. Nervoso, o músico disse que tinham ido acampar e o médico pediu para ser convidado para a próxima “jornada”. Charlie voltou para a tenda e perguntou a Desmond se não seria melhor que eles contassem a verdade à Jack até para que ele pudesse olhar o ferimento da pára-quedista, mas o “brotha” foi contra, questionando a confiabilidade do médico que tinha ficado muito tempo com os Outros. Des disse para arranjarem alguém em que realmente pudessem confiar pois Naomi poderia ser a passagem de saída deles da Ilha. ("The Brig")

Hits-promo20

Charlie escrevendo seus grandes momentos. ("Greatest Hits")

Charlie estava caminhando junto com outros sobreviventes pela mata. Eles seguiam Jack, que tinha dito ter uma idéia para surpreender os Outros.De repente, Desmond parou e ficou olhando para o vazio. Charlie então perguntou se ele havia tido mais uma de suas visões, mas o “brotha” negou veementemente. Em certo ponto da floresta, o líder dos sobreviventes parou e disse que Juliet já havia lhe contado a algum tempo sobre os planos de Ben e que, desde então, ele pensava em uma maneira de se defenderem. Nesse momento, ele chamou Danielle e disse que ela estava ajudando em seu plano. Ele contou que Juliet marcaria as tendas, mas ao invés de grávidas, os Outros encontrariam dinamite. De volta ao acampamento, Charlie conversava com Naomi. Ele lhe contou que fazia parte da banda Drive Shaft e ela se lembrou de ter havido uma grande homenagem a ele na época do acidente, com um pomposo funeral e o lançamento de um disco com os Maiores Sucessos. Enquanto conversava com a pára-quedista, Charlie percebeu que Desmond não parava de fitá-lo e ficou preocupado. O músico estava brincando com Aaron na tenda de Claire, quando ela revelou que tinha medo de que os Outros ainda quisessem lhe tirar o bebê, mas Charlie garantiu que os protegeria de qualquer jeito. Nesse momento, Desmond se aproximou e pediu a ajuda do músico para fazer alguma coisa.

Bscap0001C

Charlie se despedindo de Aaron. ("Greatest Hits")

Percebendo que havia algo errado, Charlie pediu que Desmond contasse logo o que tinha visto. O “brotha” contou que viu Claire e Aaron sendo resgatados por um helicóptero. Charlie ficou feliz, pois julgou que essa não era mais uma visão de sua morte, mas Desmond deixou claro que dessa vez ele teria que morrer, ou não haveria nenhum resgate. O músico pediu que Desmond lhe contasse exatamente como seria sua morte e então, o “brotha” descreveu: ele estava em uma escotilha e morria afogado depois de apertar um interruptor em baixo de uma luz amarela. Apesar dessa descrição, Des disse não saber nem quando, nem onde ela aconteceria. Os dois viram Jack, Juliet e Sayid conversando sobre a tentativa de desativar a Estação Espelho que estava bloqueando os sinais de socorro mandados da Ilha. Então, Charlie se aproximou, se ofereceu para nadar até lá e desativar o bloqueio, mas Jack recusou, dizendo que era perigoso demais e que naquele momento, eles precisavam se concentrar na chegada dos Outros. De repente, Hurley viu um barco se aproximando. Era Karl que vinha trazendo o recado de que os Outros estavam chegando naquela mesma noite. O garoto contou tudo o que sabia para os outros sobreviventes e para Jack, que decidiu que todos iriam para a Torre de Rádio com Rousseau, mas três pessoas ficariam para atirar nas tendas e acionar a dinamite e Charlie seguiria com Desmond para a Nova Escotilha.
Bscap0020

Charlie nadando até a estação Espelho. ("Greatest Hits")

Claire perguntou ao músico o porque de não ter lhe contado que ia fazer uma coisa tão perigosa. Ele disse que tinha que fazer para que todos fossem resgatados e pediu que ela não se preocupasse depois que ele partisse. Charlie tirou Aaron do braços da mão e o levou até o bercinho. Então, pediu que ele tomasse conta de Claire e lhe disse que o amava. De Claire, Charlie se despediu com um beijo e disse que voltaria logo. Ela de novo pediu que ele tomasse cuidado. O músico deixou para mãe e filho um presente muito especial, mas ao deixar sua tenda, Claire não o viu.
Charlieblood

Charlie machucado depois de apanhar de Bonnie. ("Through the Looking Glass")

Na praia, Des desenterrou o cabo e o usou como guia para chegar até a Estação Espelho. Ao chegar no local, Charlie entregou ao “brotha” um papel e pediu que ele fosse dado à Claire, pois nele estavam os melhores momentos de sua vida, seus Greatest Hits. Desmond disse que o músico não precisava ir e que talvez continuasse tendo as visões porque deveria estar em seu lugar. Ele pediu que Charlie guardasse suas lembranças pois ia em seu lugar. Desmond se virou para procurar o cinto de lastro e acabou sendo atingido por Charlie que usou o remo para desmaiá-lo. O músico pegou o cinto, pôs a carta no bolso de Des e pulou no mar, nadando em direção à Nova Escotilha. Seu ar já estava acabando, quando Charlie finalmente encontrou a entrada para o submarino que Sayid tinha mencionado. Depois de respirar, ele olhou em volta e viu que não tinha nada inundado. Feliz, ele subiu as escadas para o deck e se deitou para descansar, dizendo para si mesmo o quanto estava feliz em estar vivo. Nesse momento, duas garotas apareceram e em segundos, já o tinham na mira de suas armas. ("Greatest Hits")

Charliepenny

Charlie descobrindo a verdade sobre Naomi. ("Through the Looking Glass")

Amarrado em uma cadeira, Charlie era interrogado por duas mulheres. Enquanto Greta pedia calma, Bonnie espancava o músico sem dó, pois queria a todo custo saber como ele tinha descoberto a Escotilha Submarina Espelho e porque ele estava ali. Charlie acabou revelando que Juliet havia contado sobre o local e que ele estava lá para desligar o equipamento que bloqueava os sinais de transmissão vindos da Ilha. Enquanto as duas se trancaram na sala dos equipamentos para discutirem o que fazer, Desmond emergiu e Charlie pediu imediatamente que ele se escondesse. Para abafar o barulho, começou a cantar sua música "You’re all everybody”. Irritada, Bonnie mandou que ele se calasse e resolveu ir até o armário (onde Desmond estava escondido) para pegar um arpão com o qual queria machucar o músico.
Charliehand

Charlie avisando Desmond sobre a verdade, antes de morrer. ("Through the Looking Glass")

Nesse momento, Bakunin apareceu e estranhou ver as garotas lá, pois pensava que elas estariam no Canadá. Elas disseram que Ben as tinha feito prometer que não contariam nada a ninguém e Charlie questionou a confiabilidade do líder, pelo fato de ele estar impedindo qualquer envio de sinal de dentro da Ilha. Um transmissão foi detectada e Bakunin foi atender, recebendo de Bena orientação de matar a todos que estavam lá. Ele começou por Greta e depois partiu para Bonnie que agonizante, foi para um canto. Quando se preparava para atirar nela novamente, o soviético foi atingido por um tiro de arpão dado por Desmond, que logo depois foi soltar o músico.

Charlie se aproximou de Bonnie e pediu que ela revelasse o código com a justificativa de que teria sua última oportunidade de deixar Ben bastante zangado. Ela, quase desmaiando começou a falar alguns números desconexos e Charlie mal pôde anotá-los. Então, Bonnie falou sobre a música “Good Vibrations”, do Beach Boys no teclado. O músico entendeu o recado e foi até a sala dos equipamentos. Lá, ele dedilhou as notas na forma de números e conseguiu que a luz amarela que indicava a funcionalidade do equipamento se apagasse. Logo em seguida, uma transmissão foi captada. Na tela aparecia Penelope que queria saber quem estava do outro lado. Charlie se apressou em dizer que era sobrevivente do voo 815 da Oceanic e que estavam aguardando pelo resgate. Ele também começou a chamar por Desmond e Penny perguntou se ele estava bem. Charlie quis saber se a namorada de Des estava no barco, o mesmo de onde tinha saído Naomi, mas para sua surpresa, Penny revelou que não estava em nenhum barco e que não conhecia nenhuma Naomi.

Charliecrosssignal

Charlie faz o sinal da cruz antes de morrer. ("Through the Looking Glass")

Abismado, Charlie nem teve tempo de refletir sobre essa informação, pois ao olhar para o lado de fora da sala, viu Bakunin destravar uma granada e jogá-la contra o vidro. O músico pensou rápido e fechou a porta da sala, para desespero de Desmond, que logo chegava para ver a imagem de sua amada Penny na tela. Enquanto o “brotha” tentava abrir a porta, Charlie olhava para o vazio, percebendo que a premonição do amigo estava se realizando. Depois desse pequeno momento de transe, Charlie percebeu que precisava avisar a todos sobre o que descobriu em sua pequena conversa com Penny. Ele escreveu em sua mão: "Não é o barco da Penny" e a colocou no vidro para que Desmond pudesse ler. Depois de ter certeza de que o recado havia sido dado, Charlie se afastou do vidro, deixando Des desesperado do lado de fora, e se entregou, com um sinal da cruz, para o seu destino mortal, mas heróico. ("Through the Looking Glass")

Depois da Morte

Depois de sair do Espelho, Desmond voltou à praia e contou à Hurley, Sawyer, Juliet, Sayid, Bernard e Jin, após Hugo gritar com ele, sobre a morte de Charlie. O grupo então, sem saber se Jack já tinha ligado para o cargueiro, foi para a torre de rádio, impedi-lo de ligar. No caminho, o grupo acidentalmente se encontrou com os que estavam com Jack na cabine do piloto. Hurley contou para Claire sobre a morte de Charlie. Então, depois de Jack e John discutirem (John acredita que o pessoal do cargueiro vai matá-los, Jack acredita que vai salvá-los), Hurley e Claire (levando Aaron), seguiram John Locke, pensando no aviso de Charlie. ("The Beginning of the End")

Quando o grupo de Keamy invade a Vila em busca de Ben, a casa na qual Claire se abrigava explode. Sawyer corre para tentar salvá-la, e a encontra delirando, murmurando o nome de Charlie. ("The Shape of Things to Come")

4x01 CP

Charlie aparecendo para Hurley. ("The Beginning of the End")

Depois do resgate dos 6 da Oceanic, eles disseram na "história oficial", que Charlie foi um dos três que sobreviveu a queda e conseguiu sair do avião, mas morreu antes do resgate (junto de Boone e Libby). De acordo com Jack, ele morreu afogado, pouco antes do resgate. ("There's No Place Like Home: Parte 1")

Logo depois, uma legião de fãs do Drive Shaft pediu à Oceanic Airlines que determinasse o local exato da morte do rockeiro e fechasse-o em Membata para que eles pudessem fazer um memorial para Charlie, porém, rapidamente esses pedidos foram ignorados. (Oceanic 6 - Uma Conspiração de Mentiras)

Depois de poucos meses de sua saída da ilha, Desmond e Penny tiveram um filho a bordo do Our Mutual Friend, e o batizaram de Charlie Hume em homenagem a Charlie, que possibilitou o reencontro do casal. ("Jughead")

Em 2006, depois do resgate dos 6 da Oceanic, Charlie começa a aparecer em visões para Hurley, aparentemente trazendo mensagens do além. Charlie, aparece, primeiro, para Hurley, em uma loja de conveniências. Assustado, Hurley foge em seu Camaro. Quando Hurley foi interrogado pela policia por causa de sua fuga, Charlie apareceu em um espelho. Como se o espelho fosse um aquário, ele veio nadando, e quebrou o vidro com sua mão, onde estava escrito "Eles precisam de vocês", inundando a sala em que estava Hurley. Quando Hurley olhou de novo, percebeu que não havia nenhuma água.

Theincident516

Sun encontra o Anel em 2007. ("The Incident")

Charlie, então, finalmente visita Hurley em sua forma corporal completa, até sendo visível para outro paciente do instituto. Hurley disse a Charlie que ele estava morto, e Charlie respondeu "Eu estou morto, mas também estou aqui". Charlie disse a Hurley que "eles" precisavam dele, se referindo a Sawyer, Juliet, Daniel, Charlotte, Miles, Locke, Rose e Bernard, que ainda estavam na Ilha. Hurley começou a repetir "Você não está aqui" e fechou os olhos enquanto contava até cinco. Quando ele abriu os olhos, Charlie havia desaparecido sem deixar pistas. ("The Beginning of the End")

Charlie começa a visitar Hurley frequentemente, e os dois saem e conversam na jardim da instituição. Um dia, ele disse a Hurley que Jack receberia uma visita no dia seguinte. Quando Jack apareceu, como previsto, Hurley lhe revelou que tinha sido visitado por Charlie. Hurley então, passou uma mensagem para Jack, que Charlie o fez anotar para não esquecer. Charlie o disse "Você não deve criar ele" (o "ele" se referindo possivelmente a Aaron). Hurley disse a Jack que Jack também ia receber uma visita. ("Something Nice Back Home")

Quando Sun volta para o antigo acampamento em 2007, visita a barraca de Claire e acha o Anel com as inscrições "D.S.". ("The Incident")

Depois da Vida

Assim como a maior parte de seus amigos, depois de sua morte, Charlie foi para o universo dos "flashsideways", criado para que eles pudessem se reencontrar. Ao voltar no pós-vida, Charlie estava inconsciente, depois de tentar engolir um pacote de heroína.

6x01 AmIAlive

Charlie pergunta se está vivo. ("LA X, Partes 1 & 2")

Voo 815

Charlie acorda em seu pós-vida sendo salvo por Jack Shephard, que com a ajuda de Sayid Jarrah, invadem o banheiro, apenas para encontrar Charlie sem respirar e pálido; muito pálido. Jack tenta ressuscitá-lo várias vezes, até que perceber que algo está bloqueando a entrada de ar. Desesperado, Jack enfia sua mão na garganta de Charlie e consegue pegar o pacote de heroína. Ao acordar, Charlie fica totalmente mal-agradecido, ironicamente, dizendo que ele "era para morrer". Ele é algemado e recolocado em um assento por um atendente de voo. ("LA X, Partes 1 & 2")

2004

Ficheiro:6x11 ISawTheLove.jpg

Quando o avião pousa em Los Angeles, policiais sobrem a bordo, para escoltarem Charlie em sua custódia. ("LA X, Partes 1 & 2") Depois, Desmond pega Charlie para cantar numa festa junto com Daniel Widmore. Charlie atravessa a rua quase sendo atropelado para ir a um bar. Desmond o segue junta-se a ele dentro do bar. Charlie pergunta se ele é feliz, e quando Desmond começa a falar de seu sucesso material Charlie diz que o que ele está falando é "espetacular, é a percepção modificada do amor". Charlie conta uma história sobre como ele viu uma mulher loira no momento em que ele estava morrendo por overdose de heroína. Charlie diz "Eu vi uma coisa real. Eu vi a verdade". Desmond diz que a verdadeira verdade não é essa visão do amor, mas a necessidade de fazer uma escolha entre continuar bebendo ou ir com Desmond para tocar no evento beneficente -- de todo jeito é uma cilada.

800px-6x11 HandWrittenDejaVu

A missão de Charlie desencadeia uma visão de Desmond. ("Happily Ever After")

Enquanto eles vão embora, Charlie diz a Desmond que a música no rádio é o primeiro single da banda Drive Shaft e diz tristemente que era o começo de uma coisa grande. Charlie então oferece a Desmond uma escolha entre mostrar a ele do que ele está falando ou sair do carro. Charlie pega o volante e eles inclinam-se sobre um pier e caem dentro da água. O carro afunda; Desmond consegue se soltar e, quando ele não consegue soltar o cinto de segurança de Charlie, ele nada para a superfície, saindo pela janela da porta do motorista. Desmond mergulha novamente e vai para a porta de Charlie. Charlie acorda, e, olhando para Desmond, levanta a palma de sua mão na janela. Por um momento Desmond vê Charlie mostrar a palma de sua mão na escotilha da estação Looking Glass com as palavras "NÃO É O BARCO DA PENNY" escritas em sua mão. Ele olha novamente e a visão passa. Desmond consegue abrir a porta e levar Charlie para superfície. Desmond é preparado para o exame por um técnico. É dado a ele um botão para emergência e o exame começa. Desmond imediatamente tem a visão de Charlie na escotilha o Espelho mostrando a mensagem em sua mão. Então ele vê flashes de sua vida com Penny e seu amor um pelo outro. Desmond aperta o botão e diz que ele precisa encontrar Charlie.

Logo em seguida, ele pergunta na mesa de enfermagem sobre Charlie mas é tratado com repulsa. Ele vê Jack e se reapresenta. Enquanto Desmond pede ajuda a Jack para encontrar Charlie, Charlie corre pelo corredor perseguido por um assistente hospitalar. Desmond começa a persegui-lo e quando ele consegue encurralar Charlie, ele diz que está fugindo pois ninguém no hospital é capaz de ajudá-lo. Ele nega ter tentado matar Desmond, e queria o oposto a isso, queria mostrá-lo algo. Desmond quer ver a mão dele. Charlie percebe que Desmond deve ter visto algo. Desmond pergunta "quem é Penny?", Charlie diz que não irá se apresentar pois nada "disso" importa. Enquanto eles deixam o hospital, Charlie diz que Desmond pare de se preocupar com ele e comece a procurar por Penny.("Happily Ever After")

6x17unwillingCharlie

Hurley chega para buscar um relutante Charlie("The End").

Hurley chega ao Flightline Motel com Sayid, que aparenta nervosismo quanto aos planos de Reyes. Hurley tenta entregar a Sayid uma arma de dardos com tranquilizante, para tentar fazê-lo relembrar de quando estavam no hotel com uma arma. Sayid recusa a arma, chamando Hurley de "louco": este concorda e pede para que Sayid espere. Quando Sayid pergunta o que acontecerá com ele se não esperar, Hurley responde dizendo que a escolha cabe a ele, mas que Sayid ficará grato se ficar. No quarto 102, um cambaleante Charlie toma um gole de uma garrafa, dizendo a Hurley, a quem chama de "macaco" de Widmore, que não se importa com o concerto. Reyes tenta persuadí-lo dizendo que o concerto é a coisa mais importante que Charlie fará, mas após ser enxotado, atira um dardo com tranqulizante nas costas de Charlie, carregando-o até seu Hummer e jogando-o no porta-malas.("The End")

No camarim, Charlie está dormindo e é acordado por Charlotte. Ainda no camarim Daniel se apresenta para Charlotte. Do lado de fora, David e Claire se sentam à mesa 23, onde estão Kate e Desmond. Claire reconhece Kate do assalto ao taxi no aeroporto de Los Angeles. Pierre Chang dá boas vindas aos convidados do concerto beneficente para o Museu de História Natural Golden State e apresenta o Sr. Daniel Widmore, acompanhado pela Drive Shaft. Enquanto Daniel se apresenta no piano, Charlie olha para o público e vê Claire, que tem uma contração e se levanta em direção ao banheiro seguida por Kate. Eloise Hawking senta-se à mesa com Desmond dizendo que achou que havia deixado claro que Desmond devia parar com o que ele estava fazendo. Desmond diz que preferiu ignorá-la. Ela pergunta o que acontecerá quando eles souberem e Desmond responde "Então vamos partir". Eloise pergunta se Desmond levará Daniel e ele diz que "Não, não comigo"

6x17KateSeesandhelpsCharlie

Kate vê e ajuda Charlie a ver.("The End")

Kate ajuda Claire que está entrando em trabalho de parto. Claire diz que ainda não está preparada e está assustada. Charlie chega e Kate o manda buscar água e cobertores. Quando o bebê começa a nascer, Kate tem flashes do nascimento de Aaron na Ilha. Charlie chega o com o cobertor e Kate manda entregá-lo à Claire, que, ao tocar a mão de Charlie, desperta nele a visão da vida na Ilha. Desmond chega e pergunta se agora ela entendeu. Kate acena que sim e pergunta: "E agora?"("The End")

Mais tarde charlie foi visto na igreja.("The End")

Curiosidades

Estatísticas de Episódios

  • O número de episódios em que Charlie apareceu até "The End" são 64. Ele foi morto em sua 60ª aparição na série.
    • Charlie apareceu em apenas quatro episódios após sua morte, numa visão para Hurley, no primeiro episódio da sexta temporada no Oceanic 815 no Happily Ever After e no episodio final "The End".
  • Charlie foi o segundo personagem a ter um flashback, e o quinto personagem a ter um episódio central (depois de Kate, Locke, Jack, e Sun).
  • Charlie teve (ao todo, considerando "Pilot, Partes 1 & 2" e "Exodus") 6 episódios centrais.
  • Charlie conheceu quase todos os personagens principais, exceto Daniel, Miles, Charlotte, Frank e Ilana.
  • Charlie apareceu em 23 de 24 episódios da 1ª temporada (o mesmo número de Locke e Sun). Na 2ª Temporada, Charlie foi (novamente) o 7º com maior número de aparições, com apenas 18 aparições em 23 episódios (junto de Libby). Na 3ª Temporada, Charlie apareceu em 16 episódios, ficando em 5º lugar, com o mesmo número de aparições de Desmond e Sayid. Na 4ª Temporada, Charlie deixou de ser personagem principal, portanto apareceu em apenas um episódio. Na sexta temporada, Charlie apareceu tres vezes até agora, no episódio "LA X, Partes 1 & 2"no "Happily Ever After" "The End".

Geral

  • Seu nome do meio, "Hieronymus" é uma versão em latim de "Jerome", que é em grego, "nome sagrado".
    • Foi St. Jerome que traduziu a Bíblia para o Latim.
    • Hieronymus também é o primeiro nome do pintor Hieronymus Bosch..
    • As primeiras seis letras do nome do meio de Charlie, Hieronymus, podem ser rearranjadas para significar "Heroína".
    • Hieronymus é também uma variante do nome "Geronimo", uma referência à banda fictícia Geronimo Jackson.
    • O Nome Charles Hieronymus Pace pode ser considerado uma alusão aos nomes dos dois filhos do compositor alemão Johann Pacherlbel: Wilhelm Hieronymous Pachelbel e Charles Theodore Pachelbel. Um músico extremamente religioso
  • Charlie nunca ouviu Geronimo Jackson.
CharlieFATEHand
  • Charlie foi o primeiro sobrevivente a matar um dos Outros.
  • Nos momentos finais dos finais das duas primeiras temporadas, é mostrada uma reconciliação de Claire com Charlie.
    • Claire e Charlie foram os últimos personagens principais a aparecer na 2ª Temporada.
    • Isto é também mostrado no penúltimo episódio da 3ª Temporada, selado com um beijo e a última vez que eles se veriam.
  • Charlie escreveu nos seus dedos a palavra "FATE" (destino), que ele mais tarde mudou para "LATE"(tarde). Em, "Fire + Water" as letras novamente mudam para "FATE" (destino).
    • "LATE" ao contrário, fica "ETAL". "ETAL" é a abreviação de "Et Alia", uma expressão em latim para "e Outros".
  • Segundo o co-criador de Lost, Damon Lindelof, o personagem Charlie é uma homenagem a Larry Underwood, um personagem do livro de Stephen King, The Stand. [1]
    • Larry Underwood também sacrificou sua vida para salvar o mundo depois de largar as drogas.
  • Charlie foi o oitavo personagem principal a morrer.
  • Charlie usa um anel com as iniciais "D.S." no dedo do meio de sua mão direita. Inicialmente se pensava que tais iniciais eram da banda Drive Shaft, sendo que ele mencionou para Kate no episódio piloto que era um membro da banda, mas na verdade o anel era uma herança de família, como foi revelado em "Greatest Hits". As iniciais são de Dexter Stratton.
  • Durante as cenas em que Charlie usava heroína, o ator usava açúcar mascavo.
    • No episódio "The Moth", em que Charlie larga o vício, sua camiseta muda. Até aquele ponto, ele usava camisetas listradas, que lembram de presidiários.
  • Em "Exodus: Parte 2", enquanto Hurley está saindo do hotel, Charlie é um dos passageiros no elevador cheio. Quando Hurley percebe que não caberia no elevador e corre para as escadas, Charlie grita para ele, "Alguns de nós têm um avião para pegar!!".
  • O ator, Dominic Monaghan, tem uma tatuagem no ombro esquerdo que diz: Living is Easy with Eyes Closed, que é uma canção dos The Beatles - " Strawberry Fields Forever". Esta tatuagem se encaixa perfeitamente no perfil do personagem Charlie.
  • Quando Claire lhe pediu para contar o tempo entre suas contrações no "Raised by Another", Charlie utiliza a técnica "sugarplum fairy" para medir os segundos em vez de "mississippi", já que ele não é americano.
    CharlieClaireVision3x03

    Charlie, Claire, e Aaron aparecem como uma família na visão de Locke.

  • Charlie é fã do The Kinks.
    • A música "He's Evil", do Kinks, foi cantada por Charlie enquanto ele estava pescando com Jin, no episódio "The 23rd Psalm".
    • A banda estourou depois de gravar uma música chamada "The Big Black Smoke". A letra dessa música tem semelhanças com as coisas que aconteceram na Ilha, incluindo o "monstro" que aparece como fumaça preta e tenta agarrar pessoas.
  • Charlie tem medo de abelhas.
  • Uma das primeiras coisas que Charlie faz quando chega na ilha é escrever "FATE" (destino) em faixas enroladas em seus dedos. A última coisa que ele faz na ilha antes de se afogar é fazer o sinal da cruz. A última coisa que ele faz antes disso é escrever "Not Penny's Boat" (Não é o barco da Penny) em sua mão e segurá-la na janela para Desmond ver.
  • Charlie foi a única pessoa que poderia ter desligado o bloqueador do sinal de rádio depois que Bonnie foi morta, porque ele era um músico, familiarizado com a música "Good Vibrations" dos Beach Boys, e poderia rapidamente decodificar as notas correspondentes a um keypad de 16 tons. Isso explica porque Ben está tão bravo e surpreso quando descobre que Charlie está no Espelho, envia Mikhail para matar todos de lá, e parece mudar seus planos instantaneamente por decidir interceptar os sobreviventes com Alex.
  • Nos episódios "Pilot, Partes 1 & 2", Charlie fala suas últimas palavras, com uma pergunta que deixa o episódio em um "gancho dramático" - "Pessoal, como uma coisa dessas pode acontecer?" ("Pilot, Parte 1") e "Pessoal, onde nós estamos?" ("Pilot, Parte 2")
  • Charlie é o segundo personagem que salvou a vida de Desmond.
    • Locke bateu e gritou enquanto estava na porta da escotilha por causa da morte de Boone, dando esperança a Desmond e resultando em Desmond desistindo de se suicidar.
    • Charlie morreu se esforçando para impedir que o Espelho inundasse por inteiro e matasse Desmond.
  • O sapato xadrez de Charlie estava em exposição no Restaurante da ABC no parque temático dos Estúdios Disney-MGM em Orlando, Flórida.
  • Na visão de Hurley, ele vê Charlie atrás de "Ho Ho's". Também quando Jack e Hurley estão jogando "H-O-R-S-E" Jack consegue as letras "H-O" e então termina. "H" é a oitava letra no alfabeto e "O" é a décima quinta. Isso leva aos números 8 e 15 e também ao número do voo 815.
  • O irmão de Charlie, Liam, era o líder da banda deles, Drive Shaft. Em "Flashes Before Your Eyes" e "Greatest Hits", Charlie está na calçada cantando "Wonderwall" do Oasis. O vocalista e o compositor do Oasis são irmãos também; o líder também se chama Liam.
  • Quando Desmond viu Charlie tocando violão na rua, Charlie estava cantando "Wonderwall". Nessa música, parte do refrão, é: "Maybe you're gonna be the one that saves me" ("E talvez você será quem vai me salvar"). Na Ilha, Desmond salvou Charlie da morte várias vezes.
  • Quando Charlie aparece para Hurley, a aparição lembra a de Tyler Durden em " Fight Club". Ambos aparecem com a cabeça raspada, roupas estilosas e óculos de sol grandes.
  • Um CD do Drive Shaft ("Ao Vivo em Jacarta") foi uma pista para o Jogo de Realidade Alternativa, Find 815.
  • A morte de Charlie ficou em 8º lugar entre os "50 Melhores Finais de TV".

Encontros de Charlie com a morte

É muito interessante o fato de Charlie ser um sobrevivente, não apenas do desastre do Oceanic 815, mas também da própria Ilha. Desde o primeiro episódio da primeira temporada já vemos um assustado Charlie sobrevivendo à explosão dos tanques de combustível da aeronave e seus consequentes destroços. Desde seus primeiros minutos na Ilha, os Outros, o destino, ou O Monstro estão tentado tirar a vida do rockeiro. A seguir, uma pequena compilação dessas tentativas:

  • A própria queda do avião poderia fazê-lo morrer, apesar de isso se aplicar a todos que sobreviveram à queda. ("Pilot, Parte 1")
  • Ficou bem próximo da turbina em que Gary Troup foi sugado e que explodiu. Um pedaço da turbina quase cai sobre ele pouco depois. Após encontrar a parte da frente da fuselagem, Kate, Jack e Charlie são perseguidos pelo Monstro. ("Pilot, Parte 1")
  • Charlie estava sentado, durante o voo, na cadeira 29 C, e seria sugado com a cauda do avião se não tivesse ido ao banheiro na parte da frente do avião quando a turbulência os atingiu. Logo em seguida, Charlie quase foi atingido por um carrinho em alta velocidade no avião durante a turbulência. Quando escapou do carrinho, Charlie se senta em uma cadeira vaga logo no começo da seção intermediária, evitando o destino dos que ficaram na parte da frente.("Pilot, Parte 2")
  • Perto das cavernas, Charlie pisa em uma colméia de abelhas. Ele entra em pânico, pois diz ser alérgico. ("House of the Rising Sun")
  • Um desmoronamento numa caverna faz Jack ficar preso. Charlie escapa de ser esmagado. Depois, ele entra novamente lá para salvar Jack e ambos ficam presos de novo. O oxigênio está quase acabando, quando Charlie vê uma mariposa e segue-a, encontrando uma saída. ("The Moth")
  • Charlie é enforcado por Ethan, mas Jack consegue ressuscitá-lo com massagem cardíaca e socos desesperados em seu peito. ("All The Best Cowboys Have Daddy Issues")
  • Estava seguindo Hurley, quando a ponte quebra. Ele teve que correr até o outro lado para não cair num precipício. Pouco depois, ele e Hurley foram quase acertados por tiros de Rousseau. ("Numbers")
  • Foi atingido por uma armadilha de Danielle, com um grande saco de pedras, na cabeça, enquanto ele e Sayid iam resgatar Aaron
  • Estava muito próximo durante o primeiro confronto de Eko com o Monstro. ("The 23rd Psalm")
  • Charlie quase morreu duas vezes no Cisne. Primeiro, ele quase foi atingido pela explosão em que Eko tentou derrubar a porta de segurança; em seguida, ele sobreviveu è implosão. ("Live Together, Die Alone")

A partir daí, Desmond começa a ter flashes do futuro do rockeiro e se empenha em salvar a sua vida. Percebemos também que a Ilha resolve cobrar a vida de Charlie de uma forma mais intensa:

  • Desmond monta um pararraios e salva Charlie de ser eletrocutado. ("Every Man for Himself")
  • Desmond salva Claire que estava se afogando e impede Charlie de entar na água. Na visão de Desmond, Charlie se afogaria ao tentar salvá-la. ("Flashes Before Your Eyes")
  • Desmond busca uma gaivota que Claire precisa para mandar um pedido de socorro e impede Charlie de cair nas rochas em que a ave estava. Charlie quebraria o pescoço. ("Par Avion")
  • Desmond consegue salvar Charlie de uma flechada proveniente das armadilhas de Rousseau. ("Catch-22")
  • Finalmente, Charlie se sacrifica no Espelho. Ele morre afogado, depois de Mikhail detonar uma granada, explodindo a janela na estação e inundando a sala que Charlie estava. ("Greatest Hits")  ("Through the Looking Glass")

Um total de 23 possíveis mortes das quais ele escapou.

JeremyShada

Charlie com oito anos

Elenco adicional

Perguntas não respondidas

  • Por que Charlie mentiu sobre não saber nadar quando Joanna estava se afogando?
  • Desmond realmente entregou o bilhete com os "Greatest Hits" do Charlie para Claire?

Referências


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.